Bing, o novo mecanismo de pesquisas da Microsoft

17
96

binglogo

Como era esperado, a Microsoft anunciou ontem o lançamento do Bing (ex-Kumo), seu novo mecanismo de pesquisas que deverá ser lançado oficialmente próxima semana. Em conjunto com o lançamento, a gigante dos softwares também deve promover uma campanha de US$100 milhões para familiarizar os consumidores com a nova marca.


Quando questionado sobre a escolha do nome Bing, Steve Ballmer, CEO da Microsoft, admitiu publicamente não ter um lado criativo. “Eu não sou o que você pode chamar de criativo. Pouco Importa. Sendo possível criar um verbo será de grande auxílio.” Ele completa, “nós queríamos algo que lembrasse ‘busca’.”

Microsoft declara guerra contra o Google

Visando tentar começar o novo serviço com o pé direito (entenda como ataque ao Google), a Microsoft liberou nesta madrugada um vídeo promocional que exibe alguns “consumidores com más experiências de pesquisas” a partir dos resultados do Google Search.

17 COMENTÁRIOS

  1. Soa ridículo as pessoas dizerem que não sabem usar o google…

    O Cuil é uma amostra do fracasso dos que apostam mais na propaganda do que no conteúdo…

    Eu posso não gostar de metade dos serviços que o Google oferece, mas o seu buscador é state-of-art.

    O teste de ouro: será que o Bing vai encontrar meu blog? Se o fizer… talvez pense um pouco diferente… mas duvido (risos)

  2. O pessoal da Microsoft vive sempre em outra dimensão… Se querem arrebanhar usuários, implantem um serviço decente e ele se vende sozinho. O Charles tá certo. Só fanboy mesmo pra dizer que as pessoas não sabem fazer uma pesquisa no Google.

  3. Ou esses caras do vídeo foram muito bem pagos pra dizer isso (mais provável vindo da M$) ou eles não sabem usar uma ferramenta de pesquisa. Sempre acho tudo que quero no google search.

  4. Se o Bing vai roubar mercado do Google ainda não podemos saber – depois de 3 de junho a gente conversa. Mas q tem gente q não sabe fazer pesquisa, isso tem. Na verdade não é fazer a pesquisa em si, mas selecionar as melhores opções e clicar em algo relevante.

    Um exemplo – procure “hoteis “. Sempre, SEMPRE, aparecerá um ou mais guia de hotéis nas primeiras posições. Ai o cidadão clica, navega por mais um quilhão de links confusos e entupidos de anúncios Adsense e no fim não consegue alcançar direito o seu resultado.

    Não esotu falando do usuário avançado nem médio. Estou falando de pessoas mais velhas, de iniciantes (ainda existem.rs.) e de usuários q acham q internet é classificado de jornal…

    Ainda existe uma evolução latente no mundo das buscas, que é classificar o tipo de resultados não apenas pela relevância da busca mas pela formatação das informações. Se o Bing fizer isso (duvido), sairá na frente da “Search Engines 2.0”.

  5. Isso é verdade. Pouca gente usa a pesquisa avançada, e menos ainda conhecem os flags que podem ser adicionados à pesquisa. Mas a simplicidade é a chave do sucesso para a maioria dos usuários.

    Lembrem-se que a Microsoft adora “sugerir” o que deve ser digitado, seja com assistentes, menus sensitivos, ajudantes on-line e uma tranqueira de recursos que deixaram, por exemplo, muitos usuários do Office irritados ao ponto de usar um emulador do menu tradicional.

    Agora imaginem se o Bing seguir essa linha. Eu digito “Hotel”. Ele vai abrir outra caixa perguntando “Qual o tipo de hotel?” e sugerir uma combo-box com 500 opções desde resorts até albergues. Escolhido, ele vai abrir mais 390 opções (café da manhã, wi-fi, vista para o mar…) Depois de uns 15 minutos, a resposta: “Com base nas suas preferências, a Microsoft selecionou a pesquisa que vai ajudá-lo a tomar uma decisão rápida: xxxxxx.”.

    Quanto vocês apostam? :-)

  6. Ach que ccorress parcialidade ao avaliar-mos o seu emcanismo.
    De fato, é uma gueera, mas o Google também faz uma Gueera, e prova disso é seu próprio naavegador que no fundo atende mais é o sistema de busca. onde é obtido lucro.
    Se Microsoft descobrir um método de avaliar maravilhosamente a importÂncia das páginas e não omiti-las as prinicipais esse novo mecanismo será revolucionário com seus avanços, ainda, que vários se pareçam com o que prõpoe o Google Squared.

    http://www.bing.com
    http://www.squared.google.com

  7. Tem problemas ao usar o Google?
    Não ouvi isso. Com certeza eles foram pagos…

    Acho que o Bing não irá tomar uma grande fatia do Google, afinal ele nunca para de inovar.

    :D

  8. Mais fatia de mercado com certeza eles vão ganhar com o lançamento. Agora passar o Google eu acho mais complicado. O Google sempre atualiza seu mecanismo de busca diferentemente da MS que atualiza a cada 2 anos e em Waves (ondas).

  9. Essa foi boa, no google eu não consegui axar o que estava procurando Oo

    O Google sempre inova, tem um mecanismo de buscas anos luz a frente.

    Implantem um serviço decente e ele se vende sozinho !

  10. Depois dos comerciais da campanha Laptop Hunters, onde eles usam argumentos ridículos (como comparar um PC de linha doméstica, mais barato, com um Mac topo de linha, profissional), não duvido de mais nada que venha da Microsoft. :D

  11. A Microsoft parece só consegue fazer propaganda de seus produtos denegrindo o produto concorrente. Ela não sabe dizer o que ela tem de bom, só o que o outro tem de ruim.

    Quem compra um mac, com certeza deve pagar sorrindo. Alguém já viu outra alegre por que comprou o windows sorrindo? Se sim, foi pq comprou um computador e, não, pq este veio com windows. :P

    Dizer que há pessoas que não sabem usar a ferramenta de busca do google, eu acredito que existem, sim. Essas pessoas “amarradas”, por exemplo, foram o motivo do google adicionar algumas opções do GMail para elas tentarem entender os “labels” como também pastas.

  12. Ao escolher um motor de busca deve fazer algumas perguntas:
    1- A base desse motor de busca, qual é o tamanho dela?
    2- A experiência do mototr de busca, a quanto tempo o motor experimenta a web?
    3- A política do motor de busca, como o motor de bsuca considera a influência dos sites varridos na web?
    4- O serviço do motor de busca, como o motor de busac considera o usuário do serviço?
    5- A integração do motor de busca, como o motor de busca se integra com os demais serviços da organização?
    Enfim, muitas perguntas devem ser respondidas e consideradas na hora de pesar na decisão de escolha do motor de busca.
    bem, mas após respondê-las, deve-se saber: será que quem utilizar o motor de busca sabe utilizá-lo bem? É conhecedor dos argumentos utilizados para requerer do buscador a melhor resposta? isso podem ler no meu blog.
    http://www.buscandonainternet.com, vendo minha palestra sobre isso ou fazendo o curso no work-shop. Abraços a todos.

  13. Até hoje o Bing não conseguiu acompanhar as indicações do Google referente ao meu site. Coisa assim de 200 indicações do Google contra uma do Bing. Já tentei até indicar meu site ao BING (nas página internas daquele site), mais continua na mesma: ele não indica meu site.

Comente!