Blog

Google Nest Mini chega ao Brasil

0
GoogleNestMini

Anunciado oficialmente em 15 de Outubro na cidade de Nova York durante o Made by Google, evento anual sobre as novidades de hardware da empresa, o Google Nest Mini começou a ser comercializado nos principais varejistas do país, com preço sugerido de R$349,00.

A caixa de som inteligente do Google chegou ao Brasil em sua versão mais avançada para complementar o ecossistema do Google Assistente, possui formato discreto e promete oferecer uma melhor experiência dentro de casa para os brasileiros.

Google Nest Mini
Google Nest Mini

Design sustentável

O Nest Mini está disponível no país nas cores giz e carvão e em tamanho compacto – menos de 10 cm de diâmetro e 200 gramas de peso. Sua cobertura de tecido é fabricada a partir de garrafas pet 100% recicladas pós-consumo e pode ser pendurado na parede para otimizar espaço. Seu design clean permite que não atrapalhe a decoração.

Experiência de som poderosa

O Google aprimorou o software e o hardware do Google Nest Mini para garantir que os sons graves ficassem duas vezes mais fortes que na versão anterior. O ajuste de som muda dinamicamente o volume do Assistente fazendo com que o som ambiente não atrapalhe a interação com o produto.

Além disso promete preservar os detalhes da voz, instrumentos e batidas, permitindo um som mais claro.

Diga “Ok, Google”

O propósito do Google Nest Mini é ser o responsável pela informação e entretenimento dentro da sua casa. Sua integração com o Google Assistente permite  não só saber os compromissos do dia, como está o tempo hoje e quanto tempo irá levar até o trabalho como também controlar as luzes e ar-condicionado, pedir para colocar um video na tv ou escolher uma música no Spotify apenas ativando a tarefa com um “ok, google ….”.

E tudo isso é possível porque existem hoje mais de uma centena de dispositivos inteligentes – de marcas como Positivo, LG, iRobot, TCL, JBL e Sony – que fazem parte do ecossistema do Google Assistente. E a perspectiva é que este número aumente cada vez mais, já que o mercado de smart speakers prevê um crescimento de 4x até 2021.

Preocupação com a Privacidade e Segurança

Para garantir uma casa mais útil, a partir de seus dispositivos e sem afetar a privacidade e segurança – uma preocupação real dos consumidores interessados no mercado smart speakers, o microfone do Nest Mini pode ser completamente desligado a partir do interruptor na lateral do aparelho na posição “off”.

Também é possível controlar dados e apagar o histórico de ações e pesquisas através da seção Minhas Atividades no aplicativo Google Home e também pelo navegador, no endereço myactivity.google.com

Não esquecendo que para configurar e controlar o Nest Mini é preciso ter instalado o aplicativo do Google Home, disponível para Android e iOS

Estes são os jogos mais populares do Brasil em 2019

1

Segundo o Google, mais de 200 milhões de jogadores que vêm ao YouTube todos os dias para assistir a vídeos e transmissões de games. Isso é mais do que toda a população do Brasil!

A infinidade de conteúdos que podem ser criados e consumidos, combinado com a pluralidade de público – de jogadores mais experientes a gamers casuais, de qualquer etnia, orientação sexual ou gênero – transformou o YouTube na comunidade de games que é hoje.

Alguns dos jogos mais populares, em watch time, no Brasil em 2019:

1.Minecraft

2.Free Fire

3.Roblox

4.League of Legends

5.Grand Theft Auto V

6.Fortnite

7.Counter-Strike

8.Brawl Stars

9.FIFA

10.PUBG

Alguns dos jogos mobile mais populares, em watch time, no Brasil em 2019:

1.Free Fire

2.Brawl Stars

3.Clash Royale

4.Granny

5.Mini World: Block Art

6.Pokémon Go

7.PUBG Mobile

8.Clash of Clans

9.Plants vs. Zombies

10.Mobile Legends: Bang Bang

Os jogos mais buscados, nos últimos 12 meses, no YouTube Brasil:

1.Minecraft

2.Free Fire

3.Grand Theft Auto

4.Fortnite

5.Roblox

6.League Of Legends

7.PUBG

8.Sonic The Hedgehog

9.Counter-Strike

10.Pokémon

Google anuncia o maior acervo antigo de arte do mundo

0

O Google Arts & Culture, em parceria com o Museu Britânico e o INAH (Instituto Nacional de Antropologia e História do México), lança hoje a coleção Explorando o mundo Maia – Uma viagem ao passado com arte antiga, exploradores vitorianos e tecnologia digital.

Trata-se de um projeto que busca preservar e compartilhar, em formato digital, o maior arquivo antigo de arte e patrimônio Maia do mundo. Por meio dessa iniciativa, foi possível reunir histórias, artefatos, obras de arte e realizar a exploração virtual de locais com influência da civilização, antes inacessíveis on-line.

Como um dos marcos do projeto, o Google Arts & Culture digitalizou em 3D os moldes de gesso que compõem a Escada Hieroglífica de Palenque, atualmente no Museu Britânico. Uma reprodução em 3D do tamanho real da escada do Reino Unido está sendo enviada para o local original no patrimônio mundial de Palenque, no México, onde a obra de arte original se deteriorou devido à exposição. O objetivo é proteger a arte original com a reprodução em 3D.

Escada de Palenque para o céu. Os maias registraram histórias nos degraus da escada dentro do Palácio Palenque, no México

Além da icônica escadaria de Palenque, o projeto inclui a recriação digital de mais de 660 peças, entre as quais destacam-se moldes de gesso do século XIX, que estão em condições muito frágeis, fotografias de placas de vidro, além de 20 passeios virtuais em vídeo, 4 editoriais sobre a história dos Maias, 9 exposições que demonstram a evolução da civilização. É possível ainda conferir o escaneamento dos arquivos encontrados no Museu Britânico e que agora retornam ao México digitalmente.

Quatro funerais e um casamento. Esta obra simboliza a maneira pela qual os maias viam a morte e a importância que atribuíam ao conceito de renascimento

Por meio dessa coleção, o Google Arts & Culture continua a acrescentar esforços à sua missão de preservar digitalmente a história e compartilhá-la com todas as pessoas do mundo, que agora podem se aproximar da história desta civilização e de seu legado. Deseja saber mais? Visite a exposição aqui.

Google anuncia primeiro computador a atingir a supremacia quântica

0
Sundar Pichai, CEO do Google, ao lado de um dos computadores quânticos em Santa Bárbara, nos EUA

Pesquisadores do Google revelaram que desenvolveram o primeiro computador a atingir a supremacia quântica. Na prática, o chip quântico desenvolvido pelo Google, chamado de Sycamore, executou em 200 segundos um cálculo que o supercomputador clássico mais avançado do mundo levaria 10 mil anos para completar. O resultado das pesquisas foi detalhado na edição comemorativa de 150 anos da Nature e está disponível abertamente para a comunidade científica.

Alcançar a supremacia quântica é resultado de anos de trabalho de pesquisadores do Google e da comunidade científica. Há anos, o Google investe em desenvolver a computação quântica, porque nos próximos anos muitos cálculos se tornarão mais difíceis de serem feitos por computadores clássicos. A simulação de processos moleculares é um dos tipo de pesquisa que se beneficiarão dos avanços da computação quântica. Essas máquinas ajudarão a viabilizar, entre outras coisas, o desenvolvimento de baterias melhores para carros elétricos, fertilizantes menos agressivos ao meio-ambiente e novos medicamentos.

Confira, na lista abaixo, 5 curiosidades para entender o computador quântico do Google:

O que é computação quântica? É o tipo de computação que aplica os princípios da Mecânica Quântica – ramo da Física que estuda o comportamento de moléculas, átomos, elétrons e outras partículas subatômicas – à Ciência da Computação para processar grandes volumes de informações e que permite que problemas e cálculos complexos possam ser resolvidos rapidamente;

Dos bits a qubits: a primeira coisa a entender quando se fala em computação quântica é o termo “qubit”. Na computação clássica, toda e qualquer informação é armazenada ou processada na forma de bits, que podem ser representados por 0 ou 1. Na computação quântica, os chamados qubits podem assumir inúmeros estados entre 0 e 1, num fenômeno chamado superposição. Portanto, os processadores quânticos têm potencial para realizar cálculos de forma significativamente mais rápida que os tradicionais;

Adeus à dualidade de estados: os qubits podem apresentar vários estados, conforme os princípios da Mecânica Quântica. Na superposição, uma partícula pode estar em diferentes estados simultaneamente (ou seja, pode representar 0 e 1 ao mesmo tempo). A superposição é útil porque permite que mais de um cálculo seja executado ao mesmo tempo, oferecendo a possibilidade de realizar cálculos complexos em um curto período de tempo. Já no emaranhamento, que é menos comum, as partículas separadas podem ser correlacionadas e, ao interagir com outras, elas podem assumir o mesmo estado;

Entre módulos, portas e transistores: Os chips dos computadores são compostos por diferentes elementos. O primeiro deles são os módulos, que contêm portas lógicas compostas por transistores. O transistor é a forma mais simples de processar dados em computadores e funciona como um interruptor que controla o fluxo de informações. Em um computador clássico, a informação é transmitida em bits e o fluxo constante permite que a máquina faça cálculos e resolva problemas. Na computação quântica, um computador cria qubits, os conecta por meio das portas quânticas e manipula probabilidades, obtendo como resultado superposições de uma sequência de 0 e 1, o que permite fazer diferentes cálculos simultaneamente;

Além do técnico: a aplicação das tecnologias quânticas pode ser muito valiosa. Entre as áreas que podem se beneficiar estão a Química, que poderá usar esses computadores para desenvolver modelos moleculares mais complexos ou simulações que, por sua vez, podem levar à descoberta de novos medicamentos. Mas, além disso, será possível usar essas tecnologias em outras áreas, por exemplo serviços financeiros. Será possível usar computadores para manipular grandes conjuntos de dados para criar novos produtos, fazer análises de risco ou de segurança.

Ciente de que este é mais um passo na exploração do universo da computação quântica, o Google vai disponibilizar esses processadores para colaboradores e pesquisadores acadêmicos, bem como para empresas interessadas em desenvolver algoritmos e criar aplicações para os atuais processadores NISQ (Noisy Intermediate-Scale Quantum). Paralelamente, a empresa também trabalhará para continuar investindo em equipamentos e tecnologia, com o objetivo de melhorar o computador quântico e torná-lo mais estável nos próximos anos.

“A computação quântica nos dá a chance de alcançar diversas aplicações práticas e melhorar o mundo de maneiras que a computação clássica não permitiria sozinha”, diz Sundar Pichai, CEO do Google. “Mas também permitirá que nós possamos entender o universo de uma maneira mais profunda.”

Google apresenta Pixel 4 e outras novidades de hardware

0

O Google apresentou hoje os novos produtos de sua linha de hardware Made by Google. Os dispositivos têm um potencial imenso para serem úteis, fáceis de usar e de melhorar com o tempo, já que foram criados na interseção de hardware, software e avançada inteligência artificial (IA). 

Software, hardware e inteligência artificial a serviço das pessoas

Todos dispositivos Google trazem uma combinação de hardware, software e Inteligência Artificial para atender às necessidades reais dos usuários e projetados para permitir que todos aproveitem ao máximo a tecnologia em sua vida. Neste blogpost, Rick Osterloh, Sênior Vice Presidente de Hardware do Google, compartilha detalhes sobre o lançamento.  Veja os principais destaques abaixo.

Para fotos incríveis sempre

O novo Pixel 4 vem com a versão mais recente do Android e o melhor software do Google. O novo smartphone do Google conta ainda com Motion Sense, que permite interagir com o telefone por gestos: pular para a próxima música, desligar o despertador ou recusar telefonemas com movimentos simples. O novo recurso de desbloqueio por reconhecimento facial facilita o acesso ao celular e, ao mesmo tempo, garante a segurança do usuário. 

Novos integrantes para a sua Casa Conectada

A família Nest está crescendo. O Nest Mini é a segunda geração da caixa de som inteligente equipada com Google Assistente, e desenvolvido para ajudar o usuário a controlar todos os dispositivos da Casa Conectada.  Para fazer perguntas ao Google, tocar música ou controlar outros aparelhos smart, basta dizer “Ok Google”. Para prover uma melhor experiência, o Nest Mini conta com alto-falantes 40% mais graves e a melhoria de 80% na velocidade do Google Assistente e suporte de parede, cuidadosamente projetado para otimizar o espaço e permitir a utilização em qualquer cômodo. O Nest Mini é resultado de um projeto sustentável, com material de qualidade superior a maior durabilidade, feito a partir de garrafas PET 100% recicladas e estrutura externa que usa 35% de plástico reciclável e o usuário poderá escolher entre quatro cores diferentes: Chalk (branco), Charcoal (preto), Coral (rosa) e Sky (azul). Ele estará disponível em 21 países, incluindo o Brasil, até o final de 2019.

O Nest Wi-Fi tem duas vezes mais capacidade de processamento e oferece 40% mais coberturas e velocidades mais altas de conexão. Ele também conta um alto-falante, que tem integração com o Google Assistente. Ou seja, o Nest Wi-Fi, além de assegurar uma cobertura wi-fi mais ampla, também permite parear o sistema de conexão com o Nest Mini, para pedir informações sobre a previsão do tempo, controlar aparelhos inteligentes em casa, tocar música e vídeo e muito mais. 

O Google também renovou o serviço Nest Aware, que passa a cobrir máquinas fotográficas, telas e alto-falantes compatíveis. Ao invés de pagar uma assinatura para cada aparelho, o sistema ficou mais simples: são dois serviços que gravam todos os aparelhos compatíveis durante 30 ou 60 dias. Ainda não há previsão de chegada do produto e do serviço ao Brasil. 

A melhor ajuda para a vida em movimento

A segunda geração dos fones de ouvido Pixel Buds são desenhados para oferecer a melhor experiência do som digital para os amantes de música, podcasts e áudios, focando sempre na conveniência e no conforto. Equipados com o Google Assistente, o Pixel Bud inclui Inteligência Artificial para auxiliar o usuário a controlar músicas, obter traduções instantâneas e  checar notificações ou enviar mensagens de texto sem precisar usar as mãos. 

Pesando menos de um quilo, com 13 milímetros de largura e tela de 13 polegadas, o novo Pixelbook Go  é um notebook criado para a vida em movimento. Sua bateria permite até 12 horas de trabalho contínuo e acompanha o usuário durante todo o dia. Com segurança Chrome OS incorporada, ele não é apenas rápido, mas também seguro. O Pixelbook Go estará disponível a princípio nos Estados Unidos, no Canadá e Reino Unido.

Também foram apresentadas novidades sobre o Stadia, plataforma de jogos do Google  que permite jogar em praticamente qualquer tela: laptops, desktops e tablets com navegadores Chrome e smartphones Pixel. Foram lançados o Stadia Controller e Stadia Pro, a assinatura premium da plataforma que oferece descontos exclusivos em jogos e conteúdo gratuito regularmente. Além disso, oferece a mais alta experiência em streaming de 4K no Stadia. A plataforma ainda não tem previsão de lançamento no Brasil.

Os dispositivos Made by Google são e sempre serão projetados e construídos para oferecer uma experiência única para o usuário e, para tanto, cada hardware passa por aprimoramentos constantes, contando sempre com novos recursos e atualizações. 

O Google trabalha para que a tecnologia seja sempre para muitos e para entregar segurança, privacidade e sustentabilidade para todos. Durante o Made by Google também foi anunciado investimento de US $ 150 milhões em projetos de energia renovável nos principais centros de fabricação. Uma vez ativos, esses projetos produzirão uma quantidade equivalente de energia que a eletricidade usada para fabricar todos os nossos produtos Made By Google. Além disso, 100% do portfólio Nest 2019 foi construído com materiais reciclados e todas as remessas enviadas para ou de clientes são 100% neutros em carbono.

YouTube anuncia projetos em parceria com Obama’s Foundation Girls Opportunity Alliance

0

O YouTube anunciou hoje duas parcerias em comemoração ao Dia Internacional da Menina, com o objetivo de empoderar jovens mulheres globalmente: um projeto com a Obama Foundation’s Girl Opportunity, e outra com a Malala Fund.

Juntamente com a Girls Opportunity Alliance da Fundação Obama, os Originais do YouTube criarão um especial de aprendizado dinâmico para iniciar uma conversa sobre o estado global da educação de meninas adolescentes. Os originais do YouTube enviarão embaixadores do Creators for Change para várias regiões para destacar os esforços para ajudar a promover a educação de meninas adolescentes, incluindo viajar com Michelle Obama para a Ásia ainda este ano. A Aliança envolve pessoas de todo o mundo a tomar medidas para ajudar meninas adolescentes e apoiar os líderes de base que trabalham para educá-las através do Fundo de Aliança para Oportunidades para Meninas. O especial do YouTube Originals, que estreia em 2020, compartilhará as histórias de meninas adolescentes de todo o mundo que estão superando as adversidades para seguir seus estudos e incentivar as telespectadoras a tomar medidas diretas para apoiá-las.

O YouTube também fez parceria com Michelle Obama em outras séries originais, incluindo o BookTube e o Guia do aluno para o seu primeiro ano de faculdade, em coordenação com o Reach Higher, a iniciativa educacional que Sra. Obama lançou na Casa Branca.

Separadamente, o Malala Fund celebra o Dia Internacional da Moça, destacando as histórias de mulheres jovens, os desafios que enfrentam na obtenção de educação – e o potencial de nosso mundo mudar se todas as meninas estivessem na escola. Este ano, eles estão se unindo ao YouTube para se concentrar no poder das criadoras que nos inspiram a aprender e desafiar as expectativas de meninas e mulheres. Os criadores do YouTube, incluindo Karen Polinesia, Team2Moms, Kati Morton, Danielle Bainbridge da Origin of Everything, A Little Bit Monika e Gita Savitri Devi, estão mostrando seu apoio ao Malala Fund e levantando fundos para a organização.

Ferramenta do Google calcula emissão de carbono em São Paulo, Porto Alegre, Curitiba e Belo Horizonte

0

A partir de hoje, o Google amplia o acesso à plataforma  Environmental Insights Explorer (EIE), que calcula a emissão de carbono em várias cidades em todo o mundo, para quatro capitais brasileiras: São Paulo, Porto Alegre, Curitiba e Belo Horizonte. Já presente em Buenos Aires, a ferramenta também vai passar a trazer informações sobre emissão de carbono de Guadalajara, no México, ampliando sua presença na América Latina. 

Lançada em 2018, a Environmental Insights Explorer (EIE) é uma ferramenta on-line gratuita que ajuda as cidades a medir, planejar e reduzir as emissões globais de carbono e a poluição. Desenvolvido em colaboração com o Pacto Global de Prefeitos pelo Clima e Energia (GCoM), a EIE analisa os dados do mapeamento global do Google para calcular as emissões de carbono de construções (casas e edifícios) e transportes, além de medir o potencial de energia renovável das cidades. 

A intenção é que esses dados reunidos no EIE sejam de fácil acesso e ajudem os gestores a estabelecer metas de redução e desenvolver políticas públicas para melhorar a qualidade de vida nas cidades. O EIE é baseado principalmente nas informações disponibilizadas no Google Maps. Os dados são anônimos, altamente agregados e combinados com outras fontes de dados para criar insights ambientais úteis.

Apoio às iniciativas municipais 

O Google trabalha em parceria com várias cidades do mundo para entender como coletam dados, desenvolvem inventários, planejam projetos de redução de emissões e acompanham os resultados de seus esforços. A estreita parceria com os municípios aumentou a precisão e a confiabilidade da ferramenta. Esse trabalho inovador inclui uma comparação entre as estimativas produzidas pela plataforma e a contagem realizada por sensores de rua, além de uma comparação com outras fontes de dados que as autoridades costumam usar. 

Google lança site para ajudar empreendedores digitais

0

O Google apresenta o Google para PMEs, um site desenvolvido para ajudar empreendedores a dar os primeiros passos ao colocar seu negócio na internet, conquistar mais consumidores e trabalhar de forma mais eficiente. A ferramenta, que cria um plano personalizado para cada empresa, já está disponível em português.

Para usar o novo site, o empreendedor precisa seguir apenas três passos: preencher as informações básicas do negócio; determinar seus objetivos; e, por fim, receber um plano personalizado com um passo a passo de como usar ferramentas do Google para atingir seus objetivos e expandir sua presença on-line, entre elas, Google Meu NegócioGoogle Ads e G Suite.

Segundo dados de uma pesquisa feita em novembro de 2018 pela Provokers, 96% dos brasileiros usam a web para pesquisar sobre produtos e serviços oferecidos por pequenas e médias empresas. No entanto, 40% das PMEs brasileiras não têm presença na web, deixando de aproveitar uma grande oportunidade de acelerar seus negócios.

“O Google para PMEs mostra o nosso compromisso em ajudar o ecossistema de empreendedorismo a crescer, uma vez que pequenas e médias empresas são vitais para o sucesso da nossa economia”, afirma Rodrigo Rodrigues, diretor de Google Customer Solutions para o Brasil.

Além de informações sobre produtos e plataformas como Google Meu Negócio, Google Ads, G Suite, Google Analytics, YouTube e Google Pay, o Google para PMEs também possui informações de treinamentos presenciais patrocinados pelo Cresça com o Google em cidades próximas ao empreendedor e explica como usar o aplicativo gratuito Primer

Embora o site tenha sido desenvolvido para pequenas empresas, negócios de maior porte também podem utilizá-lo para obter insights valiosos sobre como otimizar a sua presença on-line e alcançar mais consumidores.

O Google para PMEs é gratuito e está disponível em g.co/GoogleparaPMEs.

Google Assistente agora conta histórias para crianças

0

A partir de agora, ao falar “Ok Google, conte uma história”, o Google Assistente reproduzirá gratuitamente mais de 30 audiolivros de histórias infantis, dos clássicos dos Irmãos Grimm como João e Maria, Cinderella e Rapunzel, a contos de figuras do folclore brasileiro como a sereia Iara e o menino Curupira. A ação é resultado de uma parceria com os aplicativos UBook e 12min e os personagens do universo Zuzubalândia e Galinha Pintadinha.

Confira abaixo alguns dos títulos:

 João e Maria, dos Irmãos Grimm (12 min)
• Cinderella, dos Irmãos Grimm (12min)• Um Dia de Praia, de Galinha Pintadinha
• Iara, de Cristina Barcia (Ubook)
• Lobisomem, de Mariana Caltabiano (Zuzubalândia)
• Os três porquinhos, Joseph Jacobs (Ubook)

Contos específicos podem ser escolhidos a partir de comandos como “Ok Google, me conte a história da Iara” ou “Ok Google, me conte a história da Rapunzel”. Também é possível pausar, avançar ou retroceder a qualquer momento da experiência. Os áudios têm entre 4 e 20 minutos de duração.

As histórias podem ser ouvidas a partir dos smartphones dos pais, que precisam ter instalado o app do Google Play Livros (disponível para Android iOS), ou das caixas de som inteligente com Google Assistente, que deixam a experiência ainda mais mágica e completa. Com a permissão dos pais, menores de 13 anos também podem ter sua própria experiência personalizada no Assistente do Google ao fazer login com sua própria conta, fornecida pelo Family Link.

Além dessa nova função, o Google Assistente traz mais duas parcerias que garantem diversão para a família. Para embarcar em uma história interativa com os desenhos favoritos do Cartoon Network, basta falar “Ok Google, falar com Gumball Medieval ” ou “Ok Google, falar com Ursos sem Curso”. Para se divertir testando a atenção e a imaginação ou descobrir qual é a Barbie mais parecida com a sua personalidade,diga “Ok Google, falar com o Solzinho Ri Happy” para ter acesso a esses jogos e muito mais.

Segundo Walquiria Saad, líder de Parcerias de Produto para o Google Assistente no Brasil, “é muito gratificante poder contar com parceiros de altíssima relevância nacional, para oferecer, de forma gratuita, experiências inovadoras e conteúdos de extrema qualidade no Google Assistente. Eu espero que essas novidades possam tornar alguns momentos de diversão ainda mais especiais para todas as famílias brasileiras.”

Google apresenta novidades em privacidade e segurança para os usuários

0

No início deste ano, lançamos mais formas de facilitar a proteção de dados para milhões de usuários: controles simples de acessar, novas maneiras de usar aplicativos no modo Anônimo e opções que permitem apagar dados automaticamente, como Histórico de Localização, buscas e outras atividades no Google. Hoje, o Google anuncia mais novidades que darão ainda mais autonomia para que o usuário administre seus dados. Confira:

Modo Anônimo chega ao Maps

Desde que foi lançado com o Chrome, em 2008, o modo Anônimo tem sido um dos controles de privacidade mais populares entre os usuários. Esse controle super fácil de usar está chegando a mais produtos: no início do ano, foi a vez do YouTube, e a partir de agora ele estará disponível também no Google Maps.

Quando o usuário ativa o modo Anônimo no Maps, atividades como locais pesquisados não serão salvas na Conta do Google, nem usadas para personalizar a experiência no aplicativo. Para ativar o modo Anônimo, basta clicar na foto do perfil. No momento em que você quiser recomendações de restaurantes, informações sobre o trânsito a caminho do trabalho e outros recursos sob medida, basta desativar o modo Anônimo. Esse recurso será lançado para Android nas próximas semanas, e em breve chegará ao iOS.

Auto-deletar no YouTube

Em maio deste ano o Google anunciou que seria possível apagar automaticamente o Histórico de Localização e as Atividades na Web e de Apps. Isso inclui tudo o que o usuário pesquisa e digita quando navega. É possível escolher apagar essas informações automaticamente sempre que elas completarem 3 ou 18 meses. Agora, o auto-deletar chega ao histórico do YouTube. O usuário precisa apenas estabelecer o período – apagar dados com mais de 3 ou 18 meses, semelhante ao Histórico de Localização.

Google Assistente

A partir de agora, sempre que o usuário disser “Ok Google. Como você garante a segurança dos meus dados?”, o Assistente vai oferecer informações sobre o que estamos fazendo para proteger a privacidade e a segurança desses dados.

Ficará também mais fácil controlar as configurações de privacidade usando comandos de voz bem simples. Nas próximas semanas, será possível deletar conversas com o Assistente de sua conta acionando apenas o comando de voz. Não será preciso ativar esses recursos: eles vão funcionar automaticamente e terão uma configuração padrão para todos os usuários. Caso você peça para o Assistente deletar mais de uma semana de conversas, ele vai abrir diretamente a página das configurações que permite completar essa solicitação. Essas funcionalidades serão lançadas em inglês nas próximas semanas, e estarão disponíveis nos demais idiomas em breve. 

Check-up de Senhas do Google

Proteger a privacidade dos usuários na internet exige uma segurança sólida. Por isso, os dados dos usuários do Google são automaticamente protegidos por um dos sistemas de segurança mais avançados do mundo.

O Checkup de Segurança identifica possíveis ameaças à Conta do Google – golpes do tipo phishing ou aplicativos que não sejam seguros e estejam conectados à conta do usuário. Há tempos, o Google já tem um gerenciador de senhas que protege e armazena as senhas do usuário em diversas contas. Agora, basta um clique para que o Checkup de Senhas avise ao usuário sobre senhas fracas, reutilizadas ou que já tenham sido expostas a algum tipo de violação. 

Além de atualizar os produtos com recursos de privacidade e segurança ainda mais úteis, o Google abriu o novo Centro de Engenharia em Segurança do Google (GSEC, na sigla em inglês), e passou a oferecer tecnologias como a biblioteca de privacidade diferencial e o Private Join and Compute em formato open source. Com isso, outras empresas também poderão reforçar sua proteção de privacidade. 

Destaques