Blog

Google desenvolve cabo submarino internacional totalmente privado

0

O Google se tornou a primeira empresa tecnológica, fora da área de telecomunicações, a investir no desenvolvimento de um cabo submarino internacional totalmente privado.

O cabo será chamado de “Curie” em homenagem a Marie Curie, cientista de renome que liderou uma série de pesquisas pioneiras no campo da radioatividade.

Segundo o Buscador, este será o primeiro cabo submarino a chegar no Chile em aproximadamente 20 anos.

“Uma vez instalado, ele será uma das maiores ‘rodovias’ de dados no país, conectando o Chile e a Califórnia (Estados Unidos) no ano de 2019”, publicou a empresa.

A companhia ainda ressaltou que a instalação do Curie será na América Latina com o objetivo de melhorar as conexões de dados internacionais existentes.

“Nosso investimento no cabo Curie faz parte do nosso esforço contínuo para melhorar a infraestrutura global e do nosso compromisso com a América Latina”, destaca a nota.

Atualmente o Google conta com nove cabos submarinos instalados no mundo.

YouTube testa tema escuro no app para Android e iOS

0

O YouTube deu início a uma implementação que deve finalmente incorporar o tão aguardado tema escuro em aplicativos disponíveis para smartphones.

De acordo com o pessoal do 9to5Google, evidências do recurso puderam ser encontradas tanto no Android, quando em versões recentes do YouTube para iOS.

“Dada a característica usual de paridade entre os dois apps móveis, este não é um movimento particularmente surpreendente”, diz a publicação.

“No aplicativo do iOS, o título das configurações revela uma nova opção ‘Tema Escuro’ como uma das primeiras opções”.

Embora o recurso esteja em testes A/B neste momento, ou seja, nem todos os usuários podem visualizá-lo, é muito provável que não demore muito para liberado em definitivo.

Google Arts & Culture compara sua selfie com peças de arte famosas

0

O aplicativo do Google Arts & Culture, que permite aprender sobre peças de arte e museus, ganhou popularidade nos últimos dias após estrear uma nova funcionalidade.

Utilizando a tecnologia de visão de computador e aprendizagem de máquinas, o Google adicionou um novo recurso que é capaz de comparar as selfies dos usuários com retratos famosos.

A função, entretanto, está limitada aos usuários dos Estados Unidos e não há precisão para ser liberada em mais países. Na verdade, até mesmo nos EUA a liberação é parcial.

Os resultados são bem interessantes e parecem ser bem precisos. Você pode ver, abaixo, algumas das comparações que foram postadas no Twitter:

Chromecast e Google Home estão causando falhas em Wi-Fi

2

De acordo com um porta-voz do Google, dispositivos como Chromecast e Google Home estão causando interrupções em roteadores Wi-Fi.

Se você notou que seu Wi-Fi simplesmente sai do ar ao tentar usar o Chromecast e Google Home, este é um problema conhecido pelos engenheiros do Google e uma correção está em andamento.

“Um equipe do Google está trabalhando rapidamente para encontrar uma solução”, disse o representante.

Na tentativa de explicar o que ocorre, um engenheiro da TP-Link sugere que a falha esteja relacionada a um uso excessivo de pacotes que afetariam os principais recursos do roteador.

“Isso ocorre quando o dispositivo é despertado do ‘modo de suspensão’ e pode exceder mais de 100.000 pacotes em um curto período de tempo”, relata.

“Este problema pode, eventualmente, fazer com que alguns dos recursos principais do roteador sejam desligados – incluindo conectividade sem fio”.

Nasa encontra novo “sistema solar” usando a AI do Google

0

A agência espacial fez uma importante descoberta exoplanética ao utilizar a inteligência artificial do Google há algumas semanas.

Em um anúncio recente, a Nasa revelou a descoberta de dois novos planetas em órbita em torno da estrela Kepler-90, o que significa que esse sistema solar distante realmente teria tantos planetas como o nosso.

Os planetas menores estariam situados perto da estrela e os maiores estão mais longe, indicando que o layout de nosso próprio sistema solar pode não ser tão incomum.

Além disso, revelou-se que estes dois novos mundos extrasolares foram realmente descobertos usando uma inteligência artificial do Google que havia sido treinada para analisar dados do Kepler Space Telescope.

“Assim, como esperávamos, há descobertas emocionantes espreitadas nos nossos dados arquivados da Kepler, esperando que a ferramenta ou tecnologia certa a desenterrá-los”, disse o astrofísico da NASA, Paul Hertz.

“Este achado mostra que nossos dados serão um tesouro disponível para pesquisadores inovadores nos próximos anos”.

Hands on: Smart Display com Android Things e Google Assistant

0

Nossos colegas do 9to5Google estiveram na CES 2018 e puderam conhecer de perto os novos dispositivos conhecidos como “Smart Display” contam com a plataforma Android Things e o assistente virtual Google Assistant.

Diferente do Google Home, que é acionado somente com o uso da voz, os smart displays oferecem uma tela sensível ao toque capaz de trazer informações e acesso aos vídeos do YouTube.

“Há momentos em que uma tela tornaria o Assistente ainda mais útil, como quando você precisa aprender a cortar um abacaxi e a melhor maneira é assistir a um vídeo”, publicou o Google.

Curioso para saber como é o funcionamento? Confira mais detalhes neste vídeo:

Google diz que correção de vulnerabilidade não comprometeu o desempenho

0

Em um post no blog oficial, o Google afirmou que suas soluções para a correção da vulnerabilidade em CPUs não resultaram em degradação do desempenho nas diferentes técnicas de mitigação que foi desenvolvida pela companhia.

Descoberta pela equipe do Google Project Zero, a vulnerabilidade afeta quase todos os computadores existentes e poderia dar aos hackers uma porta de entrada para uma variedade de ações maliciosas.

De acordo com os pesquisadores, a falha possui três variantes: as duas primeiras são conhecidos como Specter e o terceira como Meltdown. A vulnerabilidade é descrita para estar nos chips modernos há 20 anos.

“Uma vez que as vulnerabilidades estão nas CPUs mais modernas – e que anteriormente acreditava-se estar seguras – ela não eram apenas difíceis de encontrar, eram ainda mais difíceis de consertar”, publicou o buscador.

Uma correção foi disponibilizada para a infraestrutura em setembro de 2017, incluindo produtos do Google como o Gmail, Search e Drive – e foram melhoradas em outubro.

“Graças ao extenso trabalho de ajuste de desempenho, essas proteções não causaram impacto perceptível em nossa nuvem e não exigiram tempo de inatividade do cliente. Nenhum cliente GCP ou equipe interna relatou qualquer degradação do desempenho”, relata a companhia.

Google Duo agora permite ligar para quem não tem o app instalado

0

Agora será possível fazer chamadas para pessoas que não possuem o Google Duo instalado por meio do recurso App Preview Messaging anunciado pelo Google em 2016.

Na prática, o Duo irá funcionar quase exatamente como uma chamada normal, incluindo o recurso Knock-Knock, tanto por áudio quanto por vídeo.

Os usuários poderão atender a chamada arrastando o ícone do telefone, silenciar o microfone ou trocar as câmeras ou mesmo desligar a chamada.

Há também um ícone de notificação persistente que pode trazer a chamada de volta à visualização caso você pressione algum botão que tenha a levado para o segundo plano.

Durante o lançamento do App Preview Messaging, o Google afirmou que a ideia era resolver a dificuldade das pessoas que usando diferentes aplicativos de mensagens.

YouTuber Logan Paul perde acordo de publicidade do Google

0

Após filmar uma cena de suicídio e expor em seu canal, o YouTuber Logan Paul perdeu um importante acordo de publicidade do Google que irá limitar seus ganhos na plataforma.

O YouTuber foi removido do Google Preferred, uma seleção com os cinco maiores criadores do YouTube que recebem uma preferência das marcas que tenham interesse em publicar anúncios em vídeos.

Além disso, o YouTube Red também congelou os projetos originais de Paul, como a sequencia de seu filme de ficção científica, The Thinning, que seria exibido no portal de vídeos.

Esta não é a primeira vez que o YouTube toma medidas drástica por causa de conteúdo questionável.

Em fevereiro de 2017, YouTube e Disney cancelaram seus acordos com PewDiePie, o maior canal do YouTube com mais de 50 milhões de inscritos, após vídeos contendo clipes anti-semitas e imagens nazistas.

Google compra startup que usa vibrações para transformar a tela em alto-falante

0

A Bloomberg informa que o Google comprou a empresa Redux, com sede no Reino Unido, que irá oferecer uma equipe especializada em transformar telas de smartphone em alto-falantes.

Na verdade, a aquisição da empresa aconteceu em agosto do ano passado, porém só foi divulgada pela gigante da internet nos últimos dias.

Curioso para ver a tela funcionando como um alto falante? Veja abaixo:

A mágica acontece por meio de pequenos atuadores que vibram a tela e, efetivamente, convergem para uma espécie de alto-falante.

Ao eliminar a necessidade de alto-falantes para smartphones, a Google pode liberar mais espaço para baterias e outros componentes importantes dentro de futuros smartphones.

Isso vai ser bastante interessante de acompanhar!

Destaques