Blog Página 965

Google Finance ganhará versão canadense

1

O Google divulgou hoje por engano em seu blog oficial a versão localizada do Google Finance para o Canadá. Após notar o erro, o Google removeu o texto e informa o lançamento do novo produto para a semana que vem:

“Oops. Nós apertamos o botão muito cedo. Aguarde por notícias sobre o Google Finance na próxima terça-feira” informa o blog Oficial do Google.

O blog oficial do Google já foi hackeado, já apresentou post estranhos e agora um novo produto é anunciado antes de seu lançamento oficial. Só no Google mesmo!

Google disponibiliza novo protocolo de exclusão de páginas

2

O Google está disponibilizando hoje uma nova META tag que permite informar ao buscador quando uma página deve ser removida dos resultados de buscas.

Por exemplo, para especificar que uma página HTML deve ser removida dos resultados de buscas após às 15h00 no dia 15 de agosto de 2007 simplesmente adicione a seguinte tag na primeira sessão da sua página:

<META NAME=”GOOGLEBOT” CONTENT=”unavailable_after: 25-Aug-2007 15:00:00 EST”>

Esta informação é tratada como uma requisição de remoção: pode levar até um dia para a remoção da página do índice do Google.

Larry Page queria Foxit Reader no Google Pack

3

Google Pack é um pacote de programas gratuitos do Google e de outras empresas. Além de ser um software que facilita o download, instalação e atualização de programas instalados. Na versão em português do Google Pack você encontra os aplicativos gratuitos: Firefox com a toolbar do Google, Picasa, Adobe Reader, Norton Security Scan, Google Desktop, Skype, RealPlayer e o Spyware Doctor.

O site PDFzone reporta que Larry Page, co-fundador do Google queria incluir o Foxit Reader, um leitor leve de PDF. “[Marissa] Mayer disse numa entrevista (…) que Page tentou por diversos meses tornar o aplicativo Foxit Reader um elemento do Google Pack, um aplicativo composto de utilitários que permitem aos usuários de PCs baixarem rapidamente alguns softwares necessários para usar os serviços do Google. Mas o Google acabou fechando um contrato com a Adobe para disponibilizar o Reader como visualizador de PDF no Google Pack”

Marissa Mayer explica que o Google introduziu a opção de visualizar PDF como HTML nos resultados de buscas devido ao software da Adobe ser grande e lento. Em comparação, o arquivo de instalação do Foxit Reader tem apenas 1.67 MB, enquanto a nova versão do Adobe Reader tem 22.3 MB.

Google celebra Dia do Alfabeto Cirílico

0


Haochi do blog Googlified reporta que no último dia 24 de maio o Google Bulgaro celebrou o Dia do Alfabeto Cirílico com a logotipo especial acima.

El (Л, л) é uma letra do alfabeto cirílico (décima terceira do alfabeto russo, décima sexta do ucraniano). Originou-se da letra grega lambda (Λ). Representa /l/, a aproximante lateral alveolar (como em lar), exceto se seguida por uma vogal palatalizadora, quando assume o som [lj]. A perna esquerda de Л é sempre curva e não deve ser confundida com a letra pe (П), que possui as duas pernas retas. Assim como de (Д), pode ser escrita também com o topo em ponta, como o lambda (Λ) – mas sempre mantendo a perna esquerda curva.” retirado da Wikipédia.

Loja online do Yahoo! se torna realidade

3


Todo mundo sabe que o Google possui uma loja online com diversos produtos que atiçam a vontade dos fãs do maior buscador da internet. Agora, os fãs do Yahoo! também podem adquirir produtos com a logomarca do próprio Yahoo.

Batizada de Yahoo! Company Store, a loja do Yahoo! traz em destaque um teclado flexível que chama muito a atenção pelo seu design e deve atrair o desejo até dos fãs do concorrente Google.

Entre os produtos a venda estão roupas, bolas, brinquedos, chicletes, Frisbee e muito mais. Se você gosta do Yahoo! como o Willian Max, prepare-se para importar muita coisa para o Brasil.

Imagem do Dia – Perfume do Google

4


“Embora você possa imaginar, usar o perfume do Google não irá elevar seu PageRank.”

Via: Googlified.

Editor de legendas para Google Video

2

Subtitle Horse é o nome de um software editor de legendas para Google Video, embora suporte outros formatos. Ao iniciar o programa, o mesmo requisita uma URL de um vídeo seu no Google Video, feito isto, o video será exibido no topo da tela e você poderá escrever a legenda abaixo em tempo real.

Quando você terminar sua legenda, você pode “Importar/exportar” através do menu, selecione “Exportar”, e depois “video.google” na lista. Agora você pode copiar o resultado, que provavelmente será algo assim …

<<00:00:06.000
Hello world.
00:00:08.900
00:00:15.000
This is a test>>

… e de volta ao Google Video, você pode colar a legenda no campo que você encontra dentro de “uploaded videos” em “Captions/Subtitles: Add”.

Pronto, seu vídeo agora possui legendas!

Fonte: Google Blogoscoped

Digg troca Google por Microsoft

0

De acordo com o blog oficial do Digg, o maior serviço de crowdsourcing da internet, informou nesta última quarta-feira que irá substituir seu sistema de anúncios do Google pelo novo modelo de negócios da Microsoft.

Segundo a empresa, a mudança será muito parecida com o acordo fechado pelo Facebook e Microsoft recentemente. “Esta mudança trará ao Digg um grande anunciante com uma enorme organização, com uma tecnologia mais expansível para manter com tranquilidade o crescimento do Digg” informou Kevin Rose – Fundador e Chefe de Arquitetura do Digg.

Via: Meio Bit

Os Resultados Trimestrais e o Futuro da Google

4

No dia 19/07/2007, a Google apresentou aos investidores da Nasdaq os seus resultados do segundo trimestre e foi um verdadeiro desastre. Suas ações, que chegaram a valer US$ 558,58, dois dias antes, estão hoje valendo US$ 509,76. E já havia analistas projetando as ações com valor de US$ 700,00 para dezembro. Desde então, venho desejoso de escrever sobre o assunto, mas estive impossibilitado. Não é tarde.

Nando Kanarski, do Undergoogle, em excelente post, mostra que a receita publicitária da Google continuou a aumentar consistentemente, mas a necessidade de aumento de custos operacionais e de crescimento por meio de aquisições, que tanto encantam os Googlemaníacos corroeram os lucros, fazendo-os ser menores que os do primeiro trimestre. Isto provocou um verdadeiro terremoto na bolsa tecnológica americana. Afinal, pela primeira vez em sua história, a Google apresenta resultados líquidos menores que os do mês anterior.

A pergunta que não quer se calar é a seguinte: a Google chegou ao seu período de maturação?

É esta resposta que tentaremos encontrar.

No mercado de buscas dos Estados Unidos, o coração de seu negócio, porque sustentáculo quase que total de sua verba publicitária, parece que a Google encontrou este ponto de maturidade, na faixa de 50% do mercado. Em verdade, em junho ocorreu um fenômeno incomum: uma pequena redução na participação da Google e uma elevação da participação de Microsoft. Se esta tendência se mantiver por mais 5 ou 6 meses, teremos a certeza de que a possibilidade de crescimento orgânico estará inviabilizada. Devemos nos lembrar que o crescimento por meio de aquisições nos mercados, onde ela possui supremacia comercial, se constitui prática de truste e, portanto, proibida.

Não bastasse isso, ela não é forte em vários mercados como a Coréia, por exemplo. Na China, o mercado de Internet, que mais cresce no mundo, leva uma verdadeira surra da Baidu. Neste mercado, aliás, a Google tente crescer organicamente, mas poderia até, quem sabe, comprar a sua maior concorrente, enquantanto, pode ser adquirida. Afinal, suas ações não param de subir e a empresa vale hoje US$ 6,2 Bilhões, mas vai valer muito mais ao longo do tempo.

E não se esqueçam que o mercado de buscas é muito volátil. Afinal, alguém se lembra da Alta Vista, da Infoseek, da Excite, ou da Lycos? Não? Pois já foram os líderes de busca na Internet. E já estão procurando substitutos para a Google.

Ela precisa encontrar novos negócios, sob pena de vir, de um momento para o outro, a perder seu valor de mercado.

Então, o que deve ela fazer para evitar a mesma sina?

O caminho parece ser o de se fortalecer em serviços correlatos aos de buscas, como mapas, e afins e também em aplicativos para negócios, tais como editores de textos, planilhas de cálculos, softwares de apresentações, bancos de dados para grandes e pequenos negócios, e-mail, agenda, CRM, ERP, ECM/GED e outros. Em termos de editores, planilhas, e-mail, agendas e alguns outros produtos já lançados, a Google possui um bom portfólio, mas que ainda se recente, de um lado, de todas as funcionalidades dos produtos Microsoft (principalmente do Word e do Excel) e, de outro, a não existência de uma versão off-line dos produtos, o que gera alguma desconfiança em muitos usuários. Ainda faltam também alguns produtos a serem lançados, mas o futuro promete muito.

Entretanto, isto não bastará à consolidação da Google como grande prestadora de serviços de Internet.

Ela terá necessariamente que se fixar no mercado de prestação remota de serviços de relacionamento com os clientes (CRM), administração avançada de negócios (ERP) e gerenciamento eletrônico de conteúdos e documentos (ECM/GED). E claramente já faz um pouco disso ao gerenciar e-mails e documentos eletrônicos gerados por particulares, escolas e empresas via seus produtos, além de ter feito um acordo com a SalesForce, para integrar seus produtos ao excelente CRM dela, o que, diga-se, decepcionou os investidores, que esperavam uma incorporação daquela empresa. Acho que muitos do mercado estavam pensando o mesmo: que o caminho era elevar o número de serviços para empresas de porte pequeno e médio, na idéia da exploração da cauda longa. As grandes viriam com o tempo. A Google terá que ser muito agressiva neste mercado. Não se sabe quando isto começará a acontecer, mas acredito que é uma necessidade.

Eu gostaria muito de ouvir a sua opinião, leitor. Por favor, comente. Discorde. Esta troca de idéias é que faz a beleza da Internet e que nos motiva a escrever. Talvez eu não possa responder de imediato, nos próximos dias, mas prometo fazê-lo assim que possível.

Você é realmente fã do Gmail?

1

Você gosta de fazer vídeos na internet? Você não pode perder a oportunidade de aparecer na página inicial do Gmail. Para concorrer, produza um vídeo de apenas 10 segundos segurando um envelope com o “M” do Gmail e use a sua criatividade!

Adicione o seu clipe a este vídeo
Ajude-nos a imaginar como uma mensagem de e-mail viaja pelo mundo. Veja este vídeo colaborativo que começamos e filme o que acontecerá depois. Exibiremos uma seleção dos clipes que recebermos nesta página, e os melhores serão adicionados ao vídeo. O vídeo vencedor será exibido na página inicial do Gmail e visto por usuários de todo o mundo.

Você só precisa de uma câmera de vídeo, do envelope com um M do Gmail ( ) e de um pouco de criatividade.

Envie o seu clipe até 13 de Agosto de 2007 para que ele participe da seleção que escolherá o vídeo colaborativo vencedor.

Para participar, faça o download do envelope com o “M”, imprima o envelope na melhor resolução possível, peça para um amigo lhe filmar e pronto.

Sua fama na página inicial do Gmail está para acontecer! Mas não esqueça as regras abaixo:

* Não exceda 10 segundos
* Verifique se o envelope com um M do Gmail está bem visível e faça com que ele entre pelo lado esquerdo e saia pelo lado direito da tela
* Não se preocupe com o áudio; uma trilha sonora será colocada no vídeo vencedor
* Visite Discussão na Ajuda do Gmail para obter mais dicas e truques

Faça o upload do vídeo através do hot-site da campanha. Não esqueça de comunicar o Google Discovery para exibirmos seu vídeo aqui. Boa sorte a todos! =)

Abaixo, um vídeo feito pelo Google para campanha do Gmail:

Destaques