Blog Página 944

Google faz acordo com China.com

0

Google anunciou hoje acordo de publicidade online e buscas com o portal China.com, do grupo CDC Corporation, sediado em Hong Kong, mas com presença em toda o território chinês. Este provedor é um dos maiores e mais visitados de toda a China Continental. Pelo contrato, a Google proverá buscas no site e buscas de Internet. Não conseguimos saber se entre elas estão incluídas buscas de mapas, vídeos etc. O que é importante é o aprofundamento da estratégia da Google.cn na competição com a Baidu. Em julho de 2006, as mesmas empresas já haviam feito um acordo para provimento de buscas nos sites em inglês. Agora, esta parceria é elevada para as buscas nos sites em lingua nativa, nos quais o tráfego é muito maior.

Em 28/08/2007, a Google anunciaram acordo de AdWords com a CNN.com, outro grande gigante da mídia, desta vez nos EUA. Apesar de ainda não ter sido anunciado oficialmente, é de se esperar deste acordo com a CNN.com um acordo posterior e muito maior, de AdWords de vídeo e mídia impresa com a gigante de mídia Time Warner, proprietária da CNN.com. Vale lembrar que a CNN TV já mantém uma parceria com o YouTube para a transmissão de debates presidenciais norte-americanos.

Fontes: Business Wire e CNNMoney.com

Microsoft adquire a Parlano

0

Microsoft - MSN - Borboleta - Logo

Os noticiários financeiros dos Estados Unidos acabam de anunciar que a Microsoft adquiriu hoje a Parlano, uma empresa desenvolvedora de produtos de mensagens instantâneas.

Uma análise de seu portfólio mostra que ela está mais focada em IM para aplicações móveis. Isto reforça o que já temos dito nos últimos dias: as grandes empresas de mídia na Internet estão muito preocupadas em se firmarem no que se afigura muito promissor segmento de buscas por celulares

Google pode estar se preparando para lançar AdWords em mídia impressa no Brasil

0

Alexandre Hohagen, diretor-geral da Google Brasil, em palestra promovida pelo Instituto Brasileiro de Governança Corporativa, disse que a empresa está focada em procurar parcerias com jornais e revistas, por exemplo, e oferecer aos clientes anúncios em meios físicos além de espaço web”. Revelou também a segunda aposta do Google está na conexão da web com a televisão. Prova na crença desta tendência foi a compra do YouTube, concluída em novembro de 2006. O acordo girou em torno de US$ 1,65 bilhão em ações, incluindo cerca de US$ 15 milhões em fundos.

Estas declarações sugerem duas possíveis estratégias mercadológicas da Google. A primeira seria que provavelmente a filial brasileira estaria pensando em introduzir aqui o serviço de publicidade via Internet, a ser veiculado em jornais, revistas, televisão e rádio, que já está em pleno funcionamento nos Estados Unidos. A segunda seria um acirramento no foco do vídeo pela Internet, com plataformas abertas, quem sabe, criando também uma emissora de TV nos moldes da Joost.

Fonte: Information Week Brasil

O Globo: GPhone em 3 de setembro

2

GPhone

A versão online do Jornal O Globo acaba de anunciar que o GPhone pode ser lançado em 3 de setembro de 2007, usando sistema operacional Linux feito pela Android e custará cerca de USD$ 100,00.

O termo “gPhone” não envolveria exclusivamente o lançamento de um aparelho de telefonia celular de baixo custo, mas de vários modelos adotados por alguns fabricantes, como a HTC e a Samsung. Os aparelhos serão habilitados com tecnologias da Google, como um sistema de monitoramento GPS, o serviço de mapas GoogleMaps e os aplicativos Docs e Gmail.

Leia a notícia completa.

Google Discovery na mídia!

3


Google Discovery nas bancas!
Alguns leitores já puderam notar que o blog Google Discovery está em destaque na Revista W da Editora Europa numa mega-matéria a respeito do Google AdSense.

Na matéria, fui entrevistado para selecionar as qualidades do serviço do Google em comparação com programas concorrentes de geração de renda. Para exemplificar o funcionamento do AdSense, a revista utilizou uma screenshot da página inicial do Google Discovery.

Não deixem de comprar a revista pois além da citação(que é o destaque, é claro!), a matéria sobre o Google AdSense é completa e recomendado a todos.

Google Discovery GAS
Fui notificado ontem pelo pessoal da coordenação do “Guaraná Antarctica Street Festival” que o Google Discovery conseguiu angariar mais de 350 cliques para o site do evento, classificando o blog como um dos “mais irados da web” e vencedor da promoção “Blogueiro GAS”.

No ranking geral da promoção, o Google Discovery ficou apenas atrás do blog Tarja Preta, coincidentemente companheiro de host (seria a Insite a fórmula de sucesso de ambos os blogs? Provavelmente sim!).

Google Discovery domina o Minha Notícia do iG

Se você é um visitante fiel do portal iG, deve ter notado uma freqüência de notícias envolvendo o Google em sua página inicial, mais precisamente no espaço reservado do Minha Notícia. Tiago Dória, estamos chegando! =)

Google Discovery no Google News
Recentemente um leitor notou que as manchetes do Google Discovery estão sendo indexadas pelo Google News mas não é bem assim.

O feed do Google Discovery que é indexado pelo site IP Jornal – um centralizador de notícias para o público português está aparecendo nos resultados de buscas do Google News. Algo interessante para quem acompanha o Google News Brasil.

Google Discovery no BloggersCut
Não é que um blog de tecnologia consegue ser multi-funcional? O posts do Google Discovery ficaram diversos dias em primeiro lugar no ranking do BloggersCut.

Assista ao vídeo final colaborativo do Gmail

1

A espera terminou! O Google acaba de divulgar o vídeo final colaborativo do Gmail que ganhou cenas feitas pelos próprios usuários.

Pedimos que nos ajudasse a imaginar como uma mensagem de e-mail viaja pelo mundo. Tudo o que precisava era de uma câmera, do envelope com um M do Gmail ( ) e de um pouco de criatividade — e, puxa, você realmente foi criativo!
Os clips que você enviou eram incríveis e foi difícil fazer as seleções para o vídeo final apresentado aqui. Você pode verificar tudo que recebemos no YouTube.
Divirta-se!

Você participou enviando seu vídeo? Descubra agora mesmo se você ganhou destaque no vídeo do Gmail!

Adobe contrata criador de nova tecnologia que manipula imagens

1

A empresa Adobe contratou hoje o inventor Shai Avidan para trabalhar no escritório em Newtown, MA nos Estados Unidos. Shai Avidam é responsável pela criação de uma nova tecnologia que permite manipular imagens de um forma extraordinária, e provavelmente, pode vir a integrar como uma nova funcionalidade no produdo Photoshop.

Sabe aquela imagem que você tenta esticar, reduzir, ampliar e acaba desistindo? Confira o vídeo abaixo e surpreenda-se!

Fonte: TechCrunch

As dificuldades dos grandes buscadores no mercado chinês

3

A China é o novo eldorado planetário. Não por ser o mais rico, mas por ser o mais populoso e por possuir o maior potencial de crescimento do PIB e, portanto, a maior oportunidade de negócios. Não pensem, entretanto, que a China é um local de fácil investimento para as empresas ocidentais. Antes, muitas amargam grandes prejuízos neste país.

Um grande exemplo de dificuldades de conquista deste mercado potencial, vemos acontecer no caso das buscas de Internet. Enquanto em quase todo o mundo este serviço e largamente liderado pela Google e seguida pela Yahoo! e pela Microsoft. No caso da China, ao contrário, temos a pequena Baidu, com cerca de 58% das buscas, seguida de longe pela Google, com cerca de 22%, pela Yahoo!, com aproximadamente 11% e a Microsoft, logo após, cujo percentual preciso de mercado eu não consegui apurar. Devemos considerar que este é o segundo mercado do mundo, perdendo apenas para o dos EUA e que os investimentos de todos os buscadores (principalmente Google) estão sendo em massa. Mesmo assim, não conseguem reverter o quadro. A pergunta que não quer calar é: por que isto ocorre?

Esta é uma pergunta que comporta muitas respostas, todas complementares.
Em primeiro lugar, a cultura chinesa é muito diferente da ocidental e, por isso, os grandes buscadores ocidentais têm muitas dificuldades em adaptar os seus produtos à realidade local. A Google China, por exemplo, contratou o executivo Kai-Fu Lee e lhe deu total liberdade de ação, para tentar reverter o quadro.

Outro problema é o da estrutura local de negócios, muito ligado aos clãns e à forte burocracia chinesa, o que dificulta a ação de empresas de capital aberto, porque confere muito pouca ou quase nenhuma transparência ao ambiente de negócios. Isto afeta negativamente a todas as empresas ocidentais, que vão para a China e, ao contrário, ajuda as empresas locais, como a Baidu.

Há também o problema da total informalidade da economia local, que permite entre outras coisas, o comércio eletrônico de músicas sem pagamento de direitos autorais. Isto é feito largamente pela Baidu e atrai grande tráfego para seu site, mas não pode ser feito pelos grandes buscadores, porque este serviço não pode ser reproduzido fora da China.

Por final, temos o maior e mais impactante dos problemas: “o grande firewall chinês”. Trata-se de um eufemismo para o maior e mais complexo sistema de controle de conteúdo da Internet já montado por um Estado. Para poder operar na China, todos os grandes buscadores tiveram que submeter a eles, cada um com seu grau de comprometimento, seja pela lentidão (Google), seja até por enfrentar processos, em face de ter cedido às pressões do governo chinês e a ele entregue informações pessoais de internautas (Yahoo!). A Baidu, por sua vez, mantém seu site dentro da China e se submete a todo tipo de controle do Estado Chinês. Isto faz com que seu site seja o mais rápido dentre os buscadores. Por outro lado, é, de longe, o mais inseguro para o consumidor e cidadão chinês. Logo, a Baidu é a mais “evil” de todas.

Curiosamente, os números da audiência parecem mostrar que os chineses estão tão acostumados com o controle estatal sobre suas vidas, que preferem a rapidez a uma segurança maior de seus dados contra a grande força do Principe.

Por final, você poderia me perguntar: o recurso para a Google crescer definitivamente na China, não seria adquirir a Baidu? Eu lhe responderia: um dia eu pensei nisso. Entretanto. ao analisar as razões do crescimento da Baidu, eu me perguntei: eu gostaria de ver a Google, ou a Yahoo! ou a Microsoft se tornarem “evil”? Certamente, não.

Yahoo! enfrenta processo por fornecer dados às autoridades chinesas

0

O Yahoo! está sendo processado pela organização americana de direitos humanos (“World Organization for Human Rights”), por suposta cumplicidade em abusos de direitos humanos e atos de tortura. Segundo ela, informações fornecidas ao governo chinês levaram à prisão de escritores e dissidentes.

O jornalista chinês Shi Tao teria ficado preso por 10 anos sob acusação de subversão, após fornecimento de seus dados para autoridades chinesas. De acordo com divulgação, o jornalista havia colocado na internet críticas sobre a corrupção governamental. Segundo seu advogado de defesa, o Yahoo! deveria ter perguntado ao governo chinês o motivo do pedido de informações antes de fornecer os dados.

Outro acusado de colaborar com o governo é a empresa rival Google, que admite bloquear temas políticos considerados “sensíveis” em seu website na China.

Via: Estadão

Mozilla lança versão do Firefox para estudantes

2

A Mozilla lançou hoje uma versão especial do Firefox para estudantes – apelidada de “Campus Edition“, que nada mais é do que o Firefox comum com alguns add-ons pré-instalados.

Esses add-ons são: controlador de players FoxyTunes; uma barra do site de indicação de conteúdo StumbleUpon e o “bloco de notas” avançado Zotero. Quem já possui o Firefox pode instalar esses add-ons separadamente, sem problemas.

Eu pessoalmente não vi nenhuma vantagem nessa “nova” edição, que de fato mesmo só possui nome próprio.

Via: INFO Online

Destaques