Blog Página 930

Afinal, o Google Phone será um software ou um hardware? Será mesmo?

2

Google Phone A imprensa de todo o mundo está fervilhando, nestas duas últimas semanas, com diversos anúncios (como de costume, não confirmados) do lançamento do GPhone (ou Google Phone, como queira), para a próxima segunda-feira. Muito se fala, mas pouco se sabe realmente sobre ele. O pior: nem se sabe se realmente ele virá.

Órgãos de imprensa e blogs independentes dos mais respeitados do mundo, tais como o The New York Times, The Wall Street Journal, Agência France Press, e-Week, Forbes, Computerworld – IDG, ZD Net, Crunch Gear, Hindustan Times, Exame Informática, O Estado de São Paulo, Frankfurter Allgemeine Zeitung, Corriere Della Sera, Times e outros noticiaram durante mais de 15 dias sobre o lançamento do Google Phone. Deram até uma data: 03/09/2007, segunda-feira próxima, feriado norte-americano do trabalho e afirmaram que este seria feito tanto nos EUA, quanto na Europa

Entretanto, com tudo que cerca a gigante de mídia, este esperado produto está cercado de mistérios. Alguns dizem que tudo não passa de mais um boato e que o Google Phone não deverá ser lançado. Outros dizem que será lançado, mas será apenas um sistema operacional. Uma terceira corrente diz que será lançado e constituir-se-á de sistema operacional e smartphone.

Em excelente “post” datado de 28/08/2007, o respeitado Danny Sullivan, do Search Engine Land, defendeu a tese de que a Google não lançará um telefone móvel, mas, no máximo, poderá apresentar nesta semana um sistema operacional ou ou software empacotado. Para ele, um aparelho faria sombra o iPhone e isto não estaria dentro da estratégia da Google. Colocou dúvida até na possibilidade de haver algum lançamento no dia 03/09/2007, quando demonstrou que já houve vários boatos sobre o GPhone e nenhum deles se tornou realidade.

Você, leitor, não tenha dúvidas de que a opinião do Danny Sullivan deve sempre ser levada em consideração, porque ele é muito bem informado. Entretanto, tenho motivos para crer que, desta vez, ele possa estar enganado, o que não é nenhum demérito, considerada a grande quantidade de vezes que ele já fez previsões acertadas. Em primeiro lugar, o que se tem dito de um hipotético aparelho celular Google Phone não competiria com o iPhone, porque seria menos sofisticado do ponto de vista de determinadas tecnologias embarcadas e, portanto, mais barato. É de se considerar sempre que a Apple é uma empresa de hardware, que se especializou no desenvolvimento de equipamentos com a qualidade de Ferraris e a Google é uma empresa de mídia, que aparentemente precisa ter um aparelho celular, para fomentar as pesquisas por equipamentos móveis. Assim, ambos os produtos nunca serão concorrentes, mas complementares. Ademais, por mais que tenha tido muitos boatos anteriores, este nunca foram tão consistentes, repetidos por órgãos de imprensa tão importantes e por tanto tempo e também ainda não haviam acendido a luz vermelha na concorrência, o que veremos mais tarde.

A maioria esmagadora da imprensa mundial aposta que nesta segunda-feira será lançado um aparelho telefônico especificado pela Google e com um sistema operacional com base Linux desenvolvido pela equipe da antiga Android. O Crunch Gear chegou a afirmar, em 27/08/2007, citando fonte interna da indústria, que o telefone seria construído pela taiwanesa HTC e que ficaria pronto no primeiro trimestre de 2008. Disse que a Sansung também forneceria o produto, que conteria Mapas, GPS, e-mail, calendário e Google Talk com VoIP.

Stephen Wellman, da The Information Week, é mais afoito. Já não questiona se haverá ou não o lançamento. Somente quer saber o que o aparelho terá. Ele quer saber se o telefone terá teclado QWERT, se será GSM ou CDMA, com acesso apenas pela rede celular ou também por Wi-Fi, se o Google Maps funcionará em tempo real com o GPS, se a Google tentará encaixar os vídeos do YouTube em seu telefone e se funcionará apenas em redes 3G, também na 2,5G. São todas perguntas instigantes. Eu acho que terá um teclado, seja porque isto torna mais barato um produto destes, que não teria que ter um teclado sensível ao toque, o iPhone, seja porque o usuário de buscas precisa ter uma forma de teclado, seja porque, vendo os modelos da HTC, pude observar que muitos possuem teclado QWERT. Acredito que, para atender a todos os mercados desejados pela Google, o GPhone ou teria que ser ao mesmo tempo GSM/GDMA, ou teria que ter modelos com uma tecnologia ou outra. Afinal, somente para se ter uma idéia, a GSM é dominante na Europa e a CDMA, nos Estados Unidos. Mas isto é um problema menor. Acredito ele terá dupla forma de acesso, pela rede celular e por Wi-Fi. Afinal, o iPhone, parece que já tem e que o Blackbarry deverá ter em breve. Não fosse isso, é política da Google ter redes de comunicação abertas, porque isto facilita o seu negócio de buscas custeadas por publicidade. Quanto ao YouTube, terá, necessariamente, que estar integrado a este produto, desde que seja pela rede 3G, a única que consegue receber tamanha quantidade de dados. Quanto às redes aptas a recebê-lo, estou ciente que a prioridade serão as 3G (eventualmente, até a 4G – o Japão e a Coréia parece que já estão testando). Entretanto, este telefone terá que ir para os países em desenvolvimento e até a África (que precisa desesperadamente ser integrada ao mundo da Internet), onde hoje, no máximo há redes 2,5G. Talvez eles criem uma forma de acesso restrito para estas redes.

A mim parece bastante possível que esta versão seja verdadeira, mesmo que o aparelho ainda não esteja à venda nesta segunda-feira, não estando a HTC pronta a produzi-los agora. Afinal, a Google é uma empresa de mídia baseada em buscas na Internet. Vale lembrar que as buscas de Internet serão cada vez mais feitas com aparelhos móveis. A Google está tentando criar uma empresa de telefonia móvel nos Estados Unidos para o início de 2008. Por último, a investida da Microsoft, que se afigura, para comprar a RIM Blackberry sugere uma verdadeira preocupação com a chegada do iPhone e do GPhone, como bem lembra o Le Figaro.

Por final, quero apenas fazer uma pergunta, que já pode até ter sido feita por alguém, mas que eu ainda não li: será que na estratégia da Google estaria embutida, além do lançamento do Google Phone e criação de uma empresa de telefonia móvel, o fornecimento (inicialmente nos Estados Unidos) de aparelhos telefônicos ou de serviço de telefonia móvel parcial ou integralmente subsidiados por publicidade advinda de buscas?

The Economist compara Google a um banco

0

The Economist, em sua última edição, comparou o Google a um banco que armazena e gerencia muita informação(em sua maioria, informações pessoais).

“Google é freqüentemente comparado com a Microsoft mas sua evolução é mais parecida com a indústria bancária. Somente instituições financeiras crescem e se tornam repositórios de dinheiro das pessoas, e dessa forma se torna o guardião das informações privadas sobre suas finanças, no caso do Google, a empresa está se tornando o guardião de informações abrangentes e íntimas das pessoas.

Sim, isto também se aplica aos rivais como Yahoo! e Microsoft. Mas o Google, com a sua velocidade em acumular o tesouro da informação, poderá chegar aos limites que a sociedade pode tolerar.”

Como qualquer banco, você precisa acreditar e ter certeza de suas transparentes políticas, e claro, servir aos seus interesses. Da mesma forma, você deve pensar em relação ao Google e seus serviços como Google Health, Google Checkout, Google Web History ou Google Web Accelerator na qual poderão armazenar informações pessoais como seu médico, seu prontuário médico, suas informações bancárias, seu histórico de navegação, seus gostos, suas preferências, e muito mais.

Neste caso, o desastre seria o Google perder a confiança de seus usuários, mas a empresa tem um histórico de não trair seus usuários, e além é claro, de sua filosofia.

Modo fácil de encontrar páginas recentes no Google

1

Agora que o Google indexa as páginas extremamente rápido e salva a data da primeira indexação, a busca avançada já permitia filtrar os resultados de buscas entre 3 opções de períodos de tempo. Você pode escolher páginas indexadas nos últimos 3, 6 ou 12 meses ou usar uma difícil variável (daterange).

A página de buscas avançadas ganhou um upgrade e agora permite mais opções: encontrar páginas da web que foram indexadas pela primeira vez em período mais curto como um dia atrás, ou na semana passada, no último mês ou dois meses atrás.

Uma funcionalidade muito útil para quem esteja procurando por informações muito recentes, e através do filtro, tem a possibilidade de encontrar resultados ainda mais relevantes.

Fonte: Google Operating System

Google celebra Dia da Independência da Malásia

0


Google celebrou ontem o aniversário de 50 anos do Dia da Independência da Malásia com um logotipo especial.

No Dia Merdeka, 31 de agosto, é a celebração anual da independência. Em Kuala Lumpur festeja o Detaran Merdeka, situado enfrente ao Club Royal Selangor, um lugar histórico, onde declarou a independência o primeiro ministro da Federação Malaia. As pessoas saem às ruas para não perder os coloridos desfiles e vivos espetáculos que acontecem em toda a cidade. Fonte

Fonte: Googlified

Google News hospeda notícias

1

Para ler alguma notícia da agência AFP no Google News era preciso entrar em algum site fora dos servidores do Google.

Hoje, o Google anunciou que fechou um acordo com quatro importantes agências mundiais e passará a hospedar estas informações em seus próprios servidores.

“Este acordo com várias agências de notícias expressa o reconhecimento por parte do Google da qualidade de seu trabalho, assim como da originalidade de cada uma de suas visões sobre o mundo”, comentou o diretor-geral da AFP, Pierre Louette.

O acordo “terá um duplo efeito, pelo qual se deve comemorar: facilitar o acesso às informações factuais do mundo e estimular os internautas a navegar pelos sites de outros veículos, sobretudo de análise e opiniões”, acrescentou Louette.

Clique aqui para visualizar a notícia-fonte da AFP “alojada” no Google.

Descoberto um Simulador de Avião no Google Earth

25

Aparentemente, a nova versão do Google Earth possui um “ovo de páscoa” que revela um secreto simulador de avião. Não é como o Microsoft Flight Simulator, mas é a promessa de uma funcionalidade no mesmo estilo.

O simulador de avião escondido no Google Earth possui toda a vantagem da mega galeria de imagens do Google. Para acessar esta funcionalidade secreta, você precisa ter obrigatoriamente instalado a versão 4.2 do Google Earth.

Após instalar, abra o aplicativo e clique no globo; e pressione as teclas Ctrl+Alt+A(versão PC) ou Cmd+Option+A(versão MAC) ao mesmo tempo. Feito isto, você visualizará a janela abaixo que permite escolher entre duas aeronaves (F16 “Viper” e SR22) e um aeroporto.

O Google Earth Flight Simulator possui duas opções de aeronave, um F16 Viper e o mais manejável SR22 4. Os jogadores podem escolher entre começar o jogo no local atual no Google Earth ou escolher através de uma lista alguns locais pré-determinados. As instruções de controle você encontra neste endereço.

O jogo é bem simples em termo de controles, mas há uma grande diferença em relação ao Flight Simulator da Microsoft devido as imagens reais de localizações. Abaixo, algumas imagens interessantes deste “ovo de páscoa” no Google Earth. Clique para amplia-las!

Fonte: TechCrunch

Sensores predizem movimento humano

2


Segundo a revista New Scientist, os húngaros Laszlo Laufer e Bottyan Nemeth, da Universidade de Tecnologia e Economia de Budapeste criaram sensores que podem predizer em até 2 segundos os cliques do mouse.

Os testes foram realizados por eles mesmos, utilizando o famoso YetiSports JungleSwing, que consiste em controlar o Yeti pulando entre os galhos das árvores.

Os sensores colocados nos dedos  indicador e médio puderam captar e interpretar os sinais elétricos cerebrais que geram os movimentos dos dedos e  foram o bastante pra predizer o salto em até 2 segundos. Laufer diz que a aproximação poderia ter aplicações úteis:

“Há algumas situações na vida onde há a necessidade de fornecer suporte para fazer uma boa decisão em uma boa hora.”

Google Discovery Blog Day 2007

3

Blog Day 2007
Hoje é o Dia mundial do Blog! E para celebrar esta data, foi criada uma interessante campanha chamada “Blog Day” onde os blogueiros de todo o mundo farão um post especial indicando blogs aos seus leitores.

E claro, o Google Discovery não poderia estar fora dessa. Abaixo, seleciono alguns ótimos blogs(eram apenas 5 mas…):

Manual do Cafajeste: Um verdadeiro manual “para mulheres” sobre as relações humanas através da visão de um cafajeste. Com um conteúdo inteligente e empolgante, o blog consegue passar uma mensagem positiva e interessante a cada situação enfrentada por seu editor.

Brogui.com: Um blog divertido, com matérias sensacionais e um editor “Ovelha”. O Blog de Caio César oferece interessante matérias ecléticas, com muito bom humor e um “cardápio” de posts diários. Já o técnico Bernadinho mandando recados aos leitores é a única coisa que pode ser desconsiderada.

Tarja Preta: Um blog muito conhecido na blogosfera por seus diferentes assuntos. O blog de Luiz Jerônimo cumpre bem o seu papel, é uma pílula vermelha contra as notícias rotineiras e através de seus fortes medicamentos, trás informações de qualidade e relevância para o dia-a-dia.

Ah! Tri Né: O blog da Dani Koetz (Mariah Carey?) trás sempre informações interessantes, imagens esdrúxulas, vídeos bizarros, e reportagens feita por ela mesmo! Sim, amigos leitores. Dani Koetz é blogueira, repórter, miguxa e muito mais!

Pai Simão: O blog de Guilherme Delorenzo ainda é novo na blogosfera mas promete revolucionar a blogosfera com as suas visões do futuro. Através de posts rotulados como “Rosana Hermann”, o blog do Pai Simão descreve com astúcia o cotidiano de seu editor.

Enloucrescendo: O blog de Ian Crescendo Black vale a pena ser acompanhado. Com textos inteligentes e informações preciosas, sua leitura é altamente recomendada para novos e experientes blogueiros. Com uma visão pessoal, o blog Enloucrescendo explora excelentes pontos do cotidiano.

Sim, Viral: O blog de Rafael Ziggy é um puro marketing viral. O blog destaca com excelência excepcionais campanhas e ações virais realizadas no Brasil e mundo. Se você quer ficar por dentro deste mundo da contaminação viral, precisa acompanhar este blog.

Techbits: O blog de Alexandre Fugita é leitura obrigatória para qualquer blogueiro que goste de tecnologia. Através de temas amplos e uma analise correta, Fugita destaca pontos interessantes de serviços e produtos.

Loser: Pedro Ivo vai numa feira de ciências pensando em conhecer mães solteiras. Pedro Ivo já foi em um bar de intelectuais e pintores de vanguarda. Pedro Ivo quando criança ganhou um pônei de presente. Este é Pedro Ivo.

Pensar Enlouquece: Dizem que se a blogosfera tivesse um líder, este seria Alexandre Inagaki. Blogueiro há mais de 5 anos, Inagaki explora assuntos interessantes com inteligência e de alta relevância para seus leitores.

Ceticismo Aberto: Acredita em discos voadores? Extraterrestres? Vida em outro planeta? O blog de Kentaro Mori mostra que a verdade nem sempre é o que imaginamos ser. Acredite, mas não em tudo. Acesse e descubra o motivo.

Ad Me: Criado por Jonathan Benarrós, o blog Ad Me explora assuntos interessantes sobre propaganda e marketing feitas por agências do mundo inteiro. Não deixe de acompanhar.

Agradecimentos aos blogs InfoWester, Nerd Games, Crepúsculo, Com Limão, PontoXP, Br-Net, Lino Resende, VaiComTudo, Mundo das Tribos e Veines Noires por linkarem o Google Discovery! =)

Microsoft pode adquirir Research in Motion

2

Segundo a Reuters, rumores de uma possível aquisição da Research in Motion pela Microsoft fizeram as ações da empresa subirem 3% nesta quinta-feira.

Research in Motion é a fabricante do BlackBerry, e segundo a reportagem, a empresa estaria despertando o interesse de executivos da Microsoft após rumores que o Google poderia estar planejando desenvolver seu próprio sistema operacional para telefones celulares.

“Segundo especulações, a gigante do software pode estar interessada na RIM em resposta ao recente anúncio do Google de que estaria interessado em criar seu próprio sistema operacional para telefones celulares, que competiria com o Windows Mobile” afrmou Frederic Ruffy, analista de opções de compra da Optionetics, na Califórnia.

Estaria a Microsoft com medo do Google Phone?

Imagem do Dia – YouTube Lanches

4


Plágio? Que nada… apenas uma adaptação! =D

Fonte: Jacaré Banguela

Destaques