Blog Página 903

Google Reader ganha sistema de buscas

8


É isso mesmo que você leu! O Google Reader finalmente está integrando um sistema de buscas que permite encontrar aquele feed interessante que ficou para trás e você não consegue encontra-lo.

Segundo a equipe do Google Reader, o recurso está sendo integrado gradativamente(o que já virou moda no Google) e em breve todos os usuários terão acesso a nova funcionalidade.

Google Reader funciona como uma caixa de entrada da internet, você pode reunir no produto todos os seus sites/blogs favoritos que possuem feeds e acompanha-los mais facilmente como se estivesse lendo e-mails no Gmail.

Yahoo! Fotos descontinuado?

1

Yahoo! Fotos Sim. Quem é usuário do Yahoo! Fotos recebeu, na madrugada dessa quinta-feira, um email oficial do Yahoo!, informando sobre a descontinuidade do serviço:

Caro(a) usuário(a) do Yahoo! Fotos,

Durante algum tempo nós mantivemos no ar dois ótimos serviços de compartilhamento de imagens, o Yahoo! Fotos e o Flickr. Mas como até as coisas boas chegam no fim, nós decidimos descontinuar o serviço do Yahoo! Fotos para focar todos os nossos esforços no Flickr, uma comunidade de compartilhamento de fotos ganhadora de prêmios que já foi chamada de “extremamente viciante.”

O Yahoo! Fotos será descontinuado oficialmente em 18 de outubro de 2007, às 4 horas da manhã GMT/UTC. Até esta data, nós oferecemos a oportunidade de migrar suas fotos para o Flickr ou baixá-las na resolução original para o seu computador. Tudo o que você precisa fazer é decidir antes que o serviço seja descontinuado, pois depois desta data todas as fotos remanescentes no Yahoo! Fotos serão apagadas e não estarão mais acessíveis.

Por favor, informe-nos a sua decisão até 18 de outubro, às 4 horas da manhã GMT/UTC . Depois desta data e horário, todas as fotos remanescentes no Yahoo! Fotos serão apagadas. Clique aqui para tomar a sua decisão, ou revise a lista de nossas perguntas mais freqüentes.

Obrigada por fazer parte do maior serviço de compartilhamento de fotos da web – esperamos encontrar você no Flickr!

Equipe do Yahoo! Fotos

Portanto se você também é, ou era, usuário do Yahoo! Fotos, pode migrar automaticamente as suas fotos para o Flickr, com uma conta Pro ($ 24.95 por ano e espaço ilimitado), gratuita, por 3 meses.

Nota: É preciso tomar cuidado pois e-mails maliciosos utilizando-se do nome do Yahoo! Photos estão a solta e podem roubar suas informações. Verifique sempre os links antes de clicá-los.

Microsoft lança o Windows Live Installer

0

A Microsoft finalmente lançou o Windows Live Installer, um instalador que de longe lembra o Google Pack e que pode instalar produtos da linha Live. Foi lançada também a versão final do Windows Live Messenger 8.5 em Português junto com o pacote.

Fonte: Guia do PC

Atualização 07/09: De acordo com o artigo original do Guia do PC, o Windows Live Messenger 8.5 que está incluído é o Beta 2 e não a versão final. :D

Apple revoluciona com iPod Touch

3


Através da imagem acima já é possível definir uma idéia: a Apple revolucionou novamente o mercado ao lançar o novo iPod Touch.

Segundo a Apple, o novo iPod Touch trás recursos inéditos como conexão Wi-Fi que permite ao usuário navegar pela internet e assistir vídeos no YouTube. E claro, a inovadora tela touch-screen do iPhone.

Entre tantos “Phones”, a Apple deslumbrou o mundo com seu novo iPod.

John Dvorak também acha que a Google quer a IPTV

0

Em 17 de junho, assinei um post aqui no Google Discovery com o título Joost, YouTube e Você: Tudo a Ver. Nele discorri os movimentos da Google em direção do vídeo online e vaticinei que era caminho natural da gigante de Mountain View a criação de um grande produtor de conteúdo de televisão por protocolo de Internet. Eu me baseava somente em análises econômicas.

Grande surpresa eu tive quando, ao abrir a Revista Info de agosto. Nela encontrei a coluna de John C. Dvorak, um dos mais respeitados especialistas em tecnologia dos EUA, com o título O Google e a TV Por IP. Neste artigo, o colunista afirma, em resumo que a Google está se unindo à provedora de telefonia Sprint, contra os interesses da AT&T e da Comcast, no sentido de gerar competição no fornecimento de banda larga e, de quebra, prover IPTV (a mesma tecnologia, na qual se assenta a Joost) a uma velocidade mínima de 30 Mbps, talvez por WiMAX.

Não seria apenas oferta de clips do YouTube, mas televisão de alta definição mesmo, que, com a tecnologia IP, tem potencial de fundir-se com o computador, com as buscas e com os outros serviços fornecidos pela Google e, também por outros buscadores como Microsoft e Yahoo!

Este é o futuro.

Eu tenho acompanhado a coluna do John Dvorak na Info por alguns anos e não me lembro de nenhuma previsão errada feita por ele. Será que esta será a primeira vez?

E se não for verdade?

3

GPhone Google Phone imagemNo da 24 de agosto de 2007, o jornal indiano Redif News publicou que o GPhone (ou Google Phone) seria lançado em 15 dias. Nós repercutimos em primeira mão no Brasil (antes de toda a grande imprensa e de todos os blogs) esta informação, que nos parecia fidedigna, porque publicada por um jornal especializado em economia e que orienta os investidores em bolsas de valores. Quatro dias depois, o blog Crunch Gear publicou o que seria o protótipo do gPhone. Antes, em 3 de agosto, o respeitado IDG Now já havia publicado que a Google já revelara o protótipo para fabricantes. A partir daí, blogs e imprensa de todo o mundo marcaram até a data para o lançamento do produto (03/08/2007), feriado do Dia do Trabalho nos EUA. Até os jornais mais respeitados e cuidadosos do mundo com a veracidade da notícia (entre eles o The New York Times, o The Wall Street Journal e a Agência Reuters) deram a notícia. Este prazo (03/08/2007) não foi cumprido, mas as especulações não pararam.

Como de costume, a Google nada comentou, mas fontes não confirmadas de dentro de fabricantes teriam dito que a HTC e a Samsung poderiam estar entre os possíveis fabricantes. Alguns diziam que o início das vendas poderiam se dar ainda em setembro de 2007 e outros, no primeiro trimestre de 2008.

O que eu quero discutir aqui é fato de todos os órgãos de imprensa terem noticiado como notícia confiável algo baseado em rumores do mercado. Os blogs certamente estão se baseando em rumores e em fontes não confirmadas. E esta é a função dos blogs: buscar o primeiro rumor. Não é função do blog ser imprensa confiável. Quando queremos notícia feita por jornalistas profissionais e por empresas provedoras de conteúdo jornalístico, adquirimos o jornal ou a revista e pagamos por ele, porque sabemos que este foi até a fonte, buscou a notícia e depois a confirmou com outra (ou esperamos que ele tenha feito isso). Entretanto, o que este e outros episódios sugerem é que as empresas jornalísticas estejam deixando de checar suas fontes e passando a publicar rumores, o que não é sua função. E isto pode estar acontecendo até com os veículos mais respeitados do mundo, por simples questão de redução de custos.

A Internet mudou a forma de se fazer jornalismo no mundo, porque fez surgir a figura do blogueiro. Entretanto, eu, que nunca fui e não pretendo ser jornalista, quero que os bons veículos de imprensa continuem a existir e que continuem a praticar as velhas técnicas de reportagem, com vistas a garantir a veracidade da notícia. Em outras palavras: há o nicho dos blogs, que é mais informal e que assim deve ser encarado e o segmento das provedoras de conteúdo jornalístico, que deve ser mais formal, bem remunerado e feito por profissionais. Eu faço questão de pagar pelo trabalho destes profissionais, para que, depois de ler um rumor publicado num blog, eu possa encontrar um bom trabalho de reportagem feito por um jornalista.

Para terminar, voltando ao caso do Google Phone, pode ser que o único rumor errado tenha sido mesmo a data de lançamento (03/08/2007). Afinal, em 24/08/2007, o jornal Redif News publicou que o produto seria lançado em 15 dias. Ora, este prazo termina em 08/09/2007 e não em 03/09/2007, como noticiado por O Globo. Como 08/09/2007 é um sábado, seria razoável considerarmos um prazo correto o dia 10/09/2007, segunda-feira. Entretanto, mesmo que o gPhone seja apresentado oficialmente neste prazo, nada invalida o debate feito aqui.

A Apple decide investir no consumidor brasileiro

6

Apple (logo) maçã prateadaOs jornais O Estado de Minas (30/08/2007) e Correio Braziliense (03/09/2007) publicaram excelente matéria sobre a Apple do Brasil, com o título Quero Ser Popular. Nele, em resumo, os referidos periódicos afirmam que ainda neste mês de setembro a Apple trará para o Brasil os novos iMacs recentemente lançados nos EUA e reduzirá em aproximadamente R$ 1.000,00 os preços de seus computadores, de forma a conquistar definitivamente os consumidores nacionais.

Nada falou sobre os preços dos iPods ou sobre a vinda do iPhone. No que tange ao primeiro, pode ser que haja alguma redução de preços. Quanto à vinda ao iPhone, pode estar acontecendo aí algum movimento para sua introdução no território nacional. Entretanto, devemos considerar que ele exige redes de telefonia 3G, que ainda não temos. A última Revista Exame publicou que a Claro e a Telemig Celular estariam se preparando para lançar suas redes 3G até o final de dezembro deste ano. Quanto às demais companhias não tenho informações.

Esta mudança da estratégia da Apple é um claro reflexo da mudança de postura do consumidor brasileiro, que, cada vez mais, adquire computadores de marca e abandona a pirataria. Acima de tudo, por isso, é uma excelente notícia.

Cuill pode ameaçar Google nas buscas

4

Há rumores que um novo sistema de buscas chamado Cuill (pronunciado como “cool”), que surgiu silenciosamente no começo deste ano, está ganhando força e repercussão em Silicon Valley.

Segundo a empresa, seu motor de buscas pode indexar as páginas de internet com maior agilidade e menor custo em comparação com o Google – Cuill tem anunciado para potenciais investidores que seus custos serão 90% a menos em relação ao Google, devido a sua nova arquitetura e métodos relevantes.

Fundado por especialistas em buscas e ex-funcionários do Google, a Cuill pode fazer com que a empresa de Mountain View peça uma intervenção na justiça americana para verificar se não houve infrações em relação ao uso de propriedades intelectuais.

Cuill encontrou recentemente com investidores, mas já existem rumores de uma injeção de capital no valor de US$5 milhões. A empresa possui hoje 10-15 empregados e escritórios em Menlo Park.

Um outro rumor que está circulando é que o Google já está negociando a compra da empresa, revelando que eles realmente tem o potencial para serem uma séria ameaça. Recentemente, um cientista senior de buscas do Google também deixou a equipe para ingressar a Cuill.

Cuill pretende estrear sua busca em 2008, embora eles possam ser adquiridos antes mesmo que uma versão pública revele o que eles realmente criaram.

Fonte: TechCrunch

Google Desktop para Linux em português

0

O Google está disponibilizando hoje uma versão localizada do Google Desktop para Linux em português. Tornando as buscas por arquivos no Linux ainda mais fáceis e rápidas.

Para a maioria dos usuários de Linux procurar por arquivos, documentos ou e-mails geralmente envolve a combinação “buscar” ou “localizar”. Mas, às vezes essas ferramentas não fazem exatamente o que você quer, como encontrar aquele simples PDF com um assunto em específico que você tanto precisa. Isso faz com que você deseje um jeito muito mais fácil de encontrar seus documentos do que a fórmula ‘procurar /home/usuario-nome ‘*.pdf’ e’pdftotext pdf_arquivo_nome.pdf output.txt…’

Clique aqui e instale agora mesmo o Google Desktop para Linux.

Google Brasil vai assumir responsabilidade pelo Orkut

2

O site de notícias Gazeta Online informou hoje que o Google Brasil vai passar a responder pelo produto Orkut tornando a filial brasileira como procuradora de sua matriz, a Google Inc.

Até então, as solicitações deveriam ser encaminhadas à matriz da empresa, o que atrapalhava na rápida obtenção dos dados requisitados pelas autoridades.

Segundo o diretor geral do Google Brasil, Alexandre Hohagen, “os dados do Orkut continuarão sendo armazenados na matriz nos Estados Unidos, mas esta mudança agiliza o processo de identificação dos responsáveis”.

Destaques