Blog Página 902

Google anuncia criação de software para celulares

4

O Google confirmou hoje o desenvolvimento de um pacote de software gratuito para celulares. A empresa tem como objetivo levar os seus serviços aos usuários desses aparelhos, sem a necessidade de estar em frente à um computador.

De acordo com a Folha Online, “O Google não fabricará celulares, nem planeja estampar sua marca nos aparelhos. Em vez disso, vai trabalhar com fabricantes que concordarem em usar o sistema nos celulares. Os consumidores terão de comprar um aparelho novo para ter acesso ao software, porque o pacote não foi desenvolvido para produtos já existentes no mercado”.

Já são 34 empresas que aderiram à plataforma, inclusive Motorola, LG, HTC e Samsung. Entre as operadoras nos Estados Unidos estão a Nextel e T-Mobile. No exterior, estão China Mobile, Telefônica e Telecom Itália Mobile (TIM). Programadores poderão criar aplicações para o software do Google, aumentando a quantidade de aplicativos disponíveis.

Os engenheiros da gigante de MountainView estão trabalhando no projeto há três anos, através de uma empresa chamada Android Inc. adquirida pelo Google em 2005.

Com esta notícia os rumores sobre a criação do “Google Phone” provavelmente estão descartados. Os primeiros celulares com o pacote do Google estarão disponíveis no segundo semestre de 2008.

Via: Folha Online, G1 e TechCrunch.

Microsoft lança aplicativo concorrente ao Google Gears

2

Microsoft lançou uma nova tecnologia que permitirá aos desenvolvedores criaren versões off-line de aplicações web. Microsoft publicou um link que permite fazer download do Microsoft Sync Framework neste último domingo.

Aparentemente parece ser uma resposta da Microsoft ao Google Gears, uma plataforma de sincronização de dados online/offline sincronização dos dados lançada pelo Google no início deste ano.

De acordo com o site que fornece o download, o aplicativo Microsoft Sync Framework permitirá “colaboração e cenários offline  de aplicações, serviços e dispositivos.” Isso inclui sincronização P2P de banco de dados relacionados, sistemas de arquivos FAT/NTFS e todo o tipo de dados desde músicas, vídeos, e configurações do usuário.

Google Video começa a indexar vídeos pela internet

1

O produto Google Vídeo voltou a dar novos sinais que realmente deve se transformar em um sistema especializado para buscas de vídeos, segundo o blog Google Operating System, o serviço começou a indexar vídeos pela internet e não mais só aqueles hospedados por sites como YouTube ou Metacafe.

Infelizmente, o Google não demonstra sinais que irá converter os vídeos de AVI, WMV, MOV ou MPEG para FLV dificultando a execução online, o motivo aparentemente seria a ilegalidade ao hospedar conteúdos sem permissão. Em vez disso, o Google cria links diretamente para os vídeos, mas não menciona uma lista de páginas que poderão oferecer uma informação contextual ou mesmo caso os vídeos não possam ser executados em seus formatos padrões.

Por enquanto, o Google Vídeo ainda não apresenta muitos vídeos não-flash em seu índice. Vídeos de sites educativos e da NASA parecem ter prioridade.

Veja como ativar o Google Analytics Site Search

3


Agora você pode efetuar login em sua conta do Google Analytics para ativar a nova funcionalidade Site Search para monitorar as palavras chaves que seus visitantes costumam utiliza em sua busca interna. Os dados não serão exibidos imediatamente, mas aparecem aparentemente após algum tempo. Veja como ativa-lo:

1. (Primeiro você precisa ter certeza de que você tem algum tipo de mecanismo de busca para seu site; e também, você Deve ter o script do Google Analytics em suas páginas.)
2. Acesse o Google Analytics
3. Próximo ao seu site, clique em Editar
4. No perfil do site, clique em Editar novamente (no canto superior direito)
5. Na página de configurações ative a opção “Do Track Site Search”
6. No opção “Query Parameter” digite por exemplo “Q” (sem as aspas), quando a sua consulta parâmetro é q, caso sua consulta funcione deste modo: http://example.com/search.php?q=google+discovery
7. Clique no botão Salvar alterações
8. Repita o procedimento para todos os seus site

Fonte: Google Blogoscoped

Descubra o novo Orkut Sandbox! (exclusivo)

7

Para criar uma maior rivalidade com o Facebook e tornar as redes sociais ainda “mais sociais”, o Google desenvolveu uma plataforma chamada OpenSocial na qual permite aos desenvolvedores criarem aplicações tornando as redes de relacionamentos um ambiente altamente interativo e social.

O Orkut recentemente abriu um número limitado de vagas para que desenvolvedores possam dar inicio a criação de aplicativos para a plataforma, o blog Google Discovery obteve acesso irrestrito ao Orkut Sandbox e podermos analisar e testar as possíveis novidades que podem vir a serem implementadas no Orkut em breve.

Através do menu “aplications” é possível gerenciar e adicionar aplicações ao seu perfil, novas aplicações podem ser adicionadas acessando o diretório de aplicações pelo botão “Browse the application directory” ou mesmo inserindo o endereço de aplicações externas no campo correspondente.

No diretório de aplicações é possível encontrar atualmente 5 aplicações disponíveis para serem adicionada ao seu perfil, embora apenas a aplicação dos gatos randômicos esteja funcionando corretamente por enquanto.

Ao adicionar uma aplicação ao seu perfil, esta é inserida abaixo das informações pessoais como no exemplo acima. Não é possível por enquanto redimensiona-la ou mesmo move-la como no Facebook.

Todas as aplicações ativas são listadas no menu de navegação permitindo que o visitante possa visualizar uma aplicação separadamente.

As aplicações permitem criar maior interatividade entre os visitantes de um perfil, dependendo da aplicação utilizada, é possível jogar games online, brincar com elementos em flash, ouvir músicas no iLike e muito mais dependendo da customização do usuário. As aplicações sociais tendem a ser objetos virais dentro de uma rede social pois podem se espalhar com facilidade por milhares de perfis.

Esta é sem dúvida uma enorme estratégia do Google que com certeza irá abalar as estruturas do Facebook, sua abrangência e facilidade, além da parceria com +30 rede sociais(incluindo o gigante MySpace), torna o OpenSocial uma rede obrigatória para empresas e desenvolvedores.

Leia mais:  Orkut Sandbox: construa aplicativos sociais para o Orkut

A revolução chegou por e-mail (segunda edição)

11

Dia 6 de Agosto foi feita aqui no Google Discovery (se você não leu, aproveite!) uma comparação entre os três principais serviços de webmail disponíveis. Com as recentes mudanças e recursos acrescentados nos mesmos, chegou a hora da nossa tabela ser atualizada.
Saiba como ficou…

* O limite de armazenagem está constantemente subindo.
** Somente via softwares da própria Microsoft, como o Outlook ou Windows Live Mail.
*** Somente pelo “Clipes da Web”.

Experimente algo “próximo” ao Google OS

2

Não agüenta mais esperar pelo suposto Google OS? Experimente algo próximo à ele (como o gOS, por exemplo). O sistema é baseado no Ubuntu e possui acesso facilitado aos principais serviços do Google. Seu nome original é “Green OS” (ou para muitos: Google OS).

Se quiser experimentá-lo faça o download acessando o site ThinkgOS.com. Baixe a .iso e grave em um DVD. Screenshots do sistema em funcionamento estão disponíveis no site Hackosis.

Fica a pergunta: será que o Google realmente pretende investir em um sistema operacional para concorrer com a Apple e Microsoft?

Via: BR-Linux.org

Agradecimentos ao Carlos Fran pela dica!

Atualização 04/11: Lembrando mais uma vez que este sistema operacional não é do Google.

Estréia novo Flock 1.0

0

Foi liberado ontem a nova versão do “navegador social” Flock, que funciona sob a engine do Firefox.

As novidades, de acordo com as notas de lançamento, são o suporte a Facebook e Twitter pela People Bar, uma barra lateral que concentra suas contas em serviços web, além do acréscimo do YouTube e Flickr na mesma barra. Melhorias na estabilidade e desempenho também estão no pacote.

Você pode baixar as versão para Windows, Mac e Linux na página de download. Infelizmente ainda não há versão oficial em Português.

Fonte: Guia do PC

Na China, tecle www.g.cn em seu gPhone

0

Google china logoA Google acaba de adquirir o domínio www.g.cn, na China. é o que informa o Inside Google. Nathan Weinberg não diz o motivo da aquisição deste domínio diferenciado. Entretanto, para nós do GoogleDiscovery, parece cristalino ser mais um lance da luta da Google contra a Baidu pela audiência em território Chinês, luta esta que, na próxima semana, deverá ser aumentada, com o lançamento da estratégia do gPhone.

Explico: espera-se que na China, nos próximos anos, as pesquisas na Web serão feitas mais por aparelhos móveis que por computadores pessoais. Assim, o lançamento do gPhone será muito importante na estratégia da Google para tomar fatia de mercado da Baidu. Isto toma um vulto maior, se considerarmos que não se espera para os próximos dois anos o lançamento de um smartphone da Baidu, ou, pelo menos, isso não tem sido noticiado.

Por outro lado, em se lançando um telefone celular, parece buscar agora a Google uma forma mais fácil de acesso para o público chinês.

E não nos espantemos, se isto acontecer também por aqui.

OpenSocial: o Facebook conseguirá ficar de fora?

2

Facebook logoEsta pergunta tem sido feita por muitos observadores do mundo Web 2.0 nos últimos dias. A verdade é que a criação pela Google de um sistema de buscas ou de integração de redes sociais já era esperada há muito tempo. O que espantou foi a adesão de tantos parceiros em tão pouco tempo.

O GigaOm fala em 27 ou 29? (ou já seriam 30 ou 31?) parceiros até agora. Por enquanto, estão mais ligados a redes de lingua inglesa e, portanto, mais fortes nos EUA e, em menor escala, no Reino Unido, mas já se fala em conversas com redes sociais focadas em determinadas línguas e países. Neste aspecto, segundo o IDG Now, o Orkut estaria conversando com a Globo.com, a Brasil Telecom, a Guerreiro e a CE&T, com vistas à criação de aplicativos e conteúdo para o OpenSocial. Estas negociações devem estar acontecendo em uma grande quantidade de países e com uma infinidade de empresas. Em havendo a adesão ao protocolo, haverá, naturalmente, um crescimento exponencial dos parceiros.

Vale dizer que o Orkut já está se beneficiando dos resultados do OpenSocial, por estar recebendo conteúdo de redes afiliadas em seus perfis. Um exemplo foi mostrado pelo Google Blogoscoped e reproduzimos aqui. Trata-se de conteúdo do News Gator inserido nas páginas do Orkut.

Imagem - News Gator Orkut OpenSocial

E os usuários ainda, com o tempo, poderão fazer os seus próprios gadgets, o que aumentará em muito o poder de troca de informação entre os sites (inclusive entre os blogs e redes de relacionamento).

Ademais, quando houver a integração com os demais serviços Google, como livros, mapas, Google Earth, Youtube etc, as possibilidades de interações serão infinitas.

É sabido que o Facebook também tem sua própria plataforma de gadgets, mas não tem uma rede de parceiros como a Google. Será que ela conseguira ficar sozinha neste jogo, ou será obrigada a aderir?

Por final, o que ainda me causa espanto é o fato de os aplicativos sociais para aparelhos móveis da Google, tais como Jaiku, Zingku e Dodgeball, ainda não estarem na lista de parceiros. Será que estão esperando o lançamento do gPhone?

Destaques