Blog Página 4

iPhone X é uma ótima novidade para o Android

0

A Apple anunciou hoje a chegada do iPhone X, uma versão comemorativa de 10 anos do iPhone que traz um design com bordas finas e o fim do clássico botão Home.

O aparelho, que apresenta uma experiência de uso diferenciada, vai certamente tirar os usuários de suas zonas de conforto e exigir uma nova curva de aprendizagem.

Isso significa, na prática, que os fãs da Apple terão de reaprender a como interagir com o dispositivo. A última vez que isso aconteceu foi no próprio lançamento do iPhone em 2007.

É claro que a Apple sabe disto. Para evitar que os usuários busquem a concorrência, 5 modelos de iPhones serão mantidos no mercado para um “controle de danos” – caso o iPhone X não seja um sucesso.

Botão Home e Design

Muitos usuários vão sentir a falta do botão Home e isso, com certeza, é um ponto a favor das fabricantes do Android que podem aproveitar o momento para atrair estes consumidores.

Em questão de navegação, os botões virtuais do Android, ou mesmo o botão multifunção da Motorola, são opções mais intuitivos que os gestos incorporados ao iPhone X – à primeira vista, lembram aqueles gestos ocultos do Snapchat.

O design também é um outro ponto a favor do Android, pelo menos em modelos como o Galaxy S8 e LG G6. Estes aparelhos trazem um design sofisticado, bordas finas (na medida para segurar o aparelho na lateral) e sem qualquer recorte em duas grandes telas.

A tela completa também permite que jogos e vídeos sejam executados em modo full screen sem causar qualquer TOC, ou qualquer outro distúrbio visual, que possa atrair a atenção do usuário sem necessidade.

Ponto de contato

Enquanto a Apple busca entender se o iPhone X é realmente o futuro do iPhone, Tim Cook acabou por dar ao Google e as fabricantes parceiras a possibilidade de conquistar novos clientes, principalmente aqueles que estejam abertos a conhecer novos dispositivos.

Isso dificilmente ocorreria se a Maçã tivesse seguido lançamentos incrementais, que procuram manter seus clientes sempre habituados a sua plataforma, sem causar mudanças drásticas na experiência ou usabilidade.

Samsung planeja Android dobrável em 2018

0

De acordo com a Associated Press, a Samsung tem planos de lançar um dispositivo Android dobrável em 2018 e este poderia ser o sucessor do Galaxy Note 8.

Koh Dong-Jin, presidente da Samsung Electronics, disse que a empresa tem interesse em lançar um telefone com uma tela flexível no próximo ano e que está trabalhando para superar alguns problemas atuais.

“Como chefe de negócio, posso dizer que nosso objetivo atual é o próximo ano”, disse ele a repórteres. “Assim que superarmos alguns problemas, com certeza, vamos lançar o produto”.

Koh também confirmou que a Samsung está trabalhando em um alto-falante inteligente para concorrer com o Google Home, que virá equipado com a assistente virtual Bixby.

Google Dashboard vai estrear nova interface

0

A última vez que falamos sobre o Google Dashboard foi em 2009. Passado 8 anos, o serviço continua exatamente o mesmo, incluindo a antiga interface com o menu preto no topo da tela (para quem acessa via celular).

Enfim, o buscador anunciou que a ferramenta irá passar por uma renovação para que os usuários consigam visualizar mais facilmente os dados pessoais que estão armazenados em seus servidores por meio de dispositivos móveis.

“Estamos anunciando uma atualização do Google Dashboard, um dos primeiros lugares que as pessoas visitam para ver os produtos que elas usam e os dados associados a eles”, publicou a empresa.

Você pode ter uma ideia da nova interface abaixo:

“Trabalhamos também para facilitar a visualização dos produtos Google que você usa e seus dados em cada um deles. E fizemos o processo de download de dados muito mais fácil”.

O novo Google Dashboard será disponibilizado para todos nos próximos dias.

Google Pixel ganha suporte a HDR por software

0

No último final de semana, o Google a disponibilidade de vídeos HDR do YouTube no Android e algo chamou a nossa atenção: o Google Pixel recebeu a novidade mesmo sem hardware certificado HDR.

Para esclarecer este assunto, a gigante de Mountain View divulgou uma nota para a imprensa explicando como isso foi possível:

“Estamos usando um descodificador de software altamente otimizado e um stack de renderização personalizado para conseguir estender o suporte para os dispositivos Pixel. A próxima geração de dispositivos com aceleração de hardware será ainda melhor”, diz a empresa.

Isso quer dizer que o Google Pixel é capaz de suportar somente vídeos HDR do YouTube, por se tratar de um código específico para seu próprio serviço de vídeos.

A nota também deixa entender (e já antecipa) que a próxima geração vai trazer suporte a HDR por meio de hardware.

YouTubers são o paraíso e o inferno do Google

0

Enquanto o Google celebra a forte presença dos YouTubers entre as personalidades mais influente do Brasil e, claro, em muitos outros países do mundo, estas pessoas podem colocar a imagem do buscador em risco.

Sem qualquer controle (por parte de Mountain View ou assessoria), muitas destas personalidades digitais têm desgastado suas vozes e público sem qualquer planejamento.

A prudência, para evitar danos que possam comprometer suas carreiras, também tem sido inexistente na maioria dos casos – as crises na mídia estão se tornando frequentes nos últimos tempos.

É o caso do PewDiePie, o maior YouTuber do mundo, com mais de 57 milhões de inscritos. Durante uma live do jogo PlayerUnknown’s Battlegrounds, ele usou palavras racistas para xingar um outro jogador.

O fato, como esperado, está correndo pela mídia americana. O TechCrunch, um dos maiores blogs de tecnologia, declarou em sua publicação que “não há desculpas para o racismo”.

Em fevereiro deste ano, PewDiePie já havia perdido contratos com o YouTube Red e Disney após publicar nove vídeos que continham clipes anti-semitas e imagens nazistas.

O YouTube – que luta para mostrar ao mercado publicitário que o serviço “vai muito além dos jovens” – precisa urgentemente encontrar uma forma de tornar sua plataforma mais segura.

Mesmo que, em alguns casos, isto signifique a remoção de canais populares.

Google vai consertar telefones Pixel de afetados pelo furacão Harvey

0

O Google anunciou que vai consertar, sem custo, dispositivos do Google Pixel que renham sido danificados pelo furacão Harvey, que atingiu o estado do Texas, nos Estados Unidos, há algumas semanas.

Em parceria com a uBreakiFix, as empresas pretendem oferecer reparos para ambos os modelos do Pixel completamente gratuitos para os usuários das áreas afetadas pelo fenômeno natural.

“Em um esforço para fornecer um pequeno alívio aos nossos clientes e amigos na área de Houston, que foram afetados pelo furacão Harvey, nos juntamos com o Google para oferecer reparos gratuitos em todos os Pixels”, diz a nota.

Embora o Pixel e o Pixel XL tenha resistência à água, os ventos fortes do furacão podem ter causado possíveis acidentes. O conserto pode ser solicitado até dia 30 de setembro.

Por enquanto, a oferta não está disponível para aqueles que foram afetados pelo Irma.

YouTube disponibiliza vídeos HDR no Android

0

Após lançar o recurso para TVs compatíveis, o YouTube começou a disponibilizar a qualidade de reprodução em HDR para alguns dispositivos Android.

Vídeo HDR é semelhante à fotografia HDR, permitindo visualizar uma maior variedade de tons entre as partes mais brilhantes e mais sombrias de uma imagem. No entanto, requer uma tela HDR para exibir a gama completa de tons.

“Essa tela precisa ser capaz de apresentar alto brilho e contraste para que você possa exibir o intervalo de tons, além de suportar uma ampla gama de cores do que o habitual. Em muitos casos, a melhoria produzida pela HDR é mais notável do que o salto de 1080p para 4K”, diz o The Next Web.

Entre os primeiros dispositivos a suportar HDR estão: LG V30, Samsung Galaxy S8, Samsung Galaxy Note 8, Sony Xperia XZ Premium e o Google Pixel – uma surpresa já que o smartphone do Google não é certificado HDR.

Um porta-voz do Google disse que a empresa está trabalhando para levar o HDR a mais dispositivos no futuro, como o LG G6 que ficou fora da lista.

Página de suporte do Google revela novo produto: Headphones

0

A página de suporte do Google, que destrincha todos os produtos e serviços do buscador, confirma os planos de lançar Headphones (fones de ouvido) para o mercado consumidor.

Embora esteja listado entre os produtos, o link para a página de suporte (https://support.google.com/headphones/) ainda não está funcional. Ao acessá-lo, o usuário é encaminhado novamente para a tela inicial do suporte.

Um teardown recente do Google App mostrou que a empresa estaria trabalhando em um projeto chamado de “Bisto” – que consiste em fones de ouvido Bluetooth com integração da sua assistente virtual, o Google Assistant.

As evidências mostram que você poderá ouvir e responder por voz suas notificações, como mensagens de textos em aplicativos como WhatsApp, Telegram e Allo.

Um dispositivo com a tecnologia apareceu nos arquivos da FCC (a “Anatel” americana) há algumas semanas e já pode ter suas vendas iniciadas a qualquer momento nos EUA.

Com a aparição na página de suporte, isto significa que o dispositivo pode ser oficialmente anunciado nos próximos dias.

Google Maps vai alertar para o fechamento de vias durante o furacão Irma

0

Funcionários do Google irão fazer plantão especial, durante a passagem do poderoso furacão Irma pelo estado da Flórida, neste final de semana, com o intuito de manter o Google Maps atualizado durante o período.

O furacão Irma, o maior já registrado no Oceano Atlântico, está em direção a Flórida e outros estados do sudeste dos Estados Unidos. Autoridades americanas ordenaram evacuação obrigatória de zonas costeiras, o que causou longas filas em estradas da região.

“Estamos coordenando com a equipe de resposta de emergência do Google para alertar a interrupção de estradas no Google Maps em tempo real no caso de o furacão Irma forçar o fechamento de qualquer estrada após a tempestade. Você saberá se uma estrada está fechada pelo serviço”, disse o governador da Flórida, Rick Scott.

O Google também declarou:

“Para fornecer acesso a informações de transporte precisas e úteis, usamos métodos algorítmicos e manuais para alertar o fechamento emergencial de vias. Estamos trabalhando diretamente com funcionários da Flórida para ajudar a fornecer informações atualizadas para aqueles afetados pela tempestade. Esses fechamentos rodoviários também aparecerão no nosso Irma Crisis Map, incorporado na Busca”.

Além do Google Maps, as informações também deverão ficar disponíveis no aplicativo de navegação Waze.

Android com tela holográfica chega em 2018

0

A fabricante de câmeras de cinema Red, com uma startup chamada Leia Inc., apresentaram o primeiro smartphone Android com tela holográfica do mercado.

Sem qualquer necessidade de óculos especiais, o Hydrogen One conta com tela de 5.7 polegadas é capaz de projetar objetos 3D que podem ser visualizados de diferentes ângulos com base na posição física do utilizador.

“Por exemplo, um aplicativo de mapeamento pode, teoricamente, parecer mostrar um pequeno modelo de uma cidade com edifícios saindo da tela. Você poderia então interagir com os objetos por meio de gestos”, diz o site The Verge.

A tecnologia funciona por meio da difração, produzindo uma iluminação em uma camada de nanoestruturas adicionada a a tela de LCD convencional. Infelizmente, isso não é possível visualizar por meio de gravações:

Foram anunciados dois modelos do Hydrogen One: TITANIUM por US$1,595 e ALUMINUM por $1,195, que chegam no primeiro trimestre de 2018.

Destaques