Blog Página 3

Google irá premiar mulheres criadoras de games

0

O Google abriu as inscrições para o Desafio Change the Game, que vai premiar jovens mulheres, com idade entre 15 a 21 anos.

Serão selecionadas duas vencedoras, que terão seus jogos produzidos e lançados no Google Play no começo de 2020. Outras 500 garotas ganharão 16 cursos, totalizando 144 horas de aulas on-line sobre programação.

O principal objetivo do programa é capacitar a próxima geração de criadoras de games e promover a diversidade na área.

Segundo dados da Pesquisa Game Brasil (PGB), de 2018, 75,5% dos brasileiros jogam games eletrônicos. Deles, mais da metade (58,9%) são mulheres. No entanto, elas representam somente 15% dos alunos matriculados em cursos de Ciência da Computação e Engenharia, segundo dados da Sociedade Brasileira de Computação (SBC).

“Queremos que o Desafio Change the Game mostre às mulheres que
elas também podem optar por carreiras de exatas, programação ou TI. Já que elas estão imersas, tanto quanto os homens, neste mundo de jogos, elas também podem seguir essas carreiras onde hoje são minoria”, diz Maia Mau, Head de Marketing de Google Play para a América Latina.

Google e Positivo anunciam celular simples com Google Assistente

0

O Google Brasil anunciou esta semana, durante o evento anual do Google for Brasil, a chegada Google Assistente em novos dispositivos.

A novidade vem de encontro com adoção da tecnologia que parece ter ganho projeção entre os brasileiros.

“Há cerca de dois anos, e o Brasil já é um dos três maiores países em número de usuários ativos”, disse o buscador durante a conferência.

A empresa brasileira de tecnologia Positivo vai lançar um celular inteligente, de valor acessível, que roda com KaiOS e conta com um botão para o Assistente.

Trata-se de um aparelho mais simples, capaz de ajudar o usuário nas tarefas do dia a dia graças a comandos de voz para enviar mensagens, fazer pesquisas e muito mais.

O aparelho estará à venda até o fim de junho por R$ 279.

Casa Inteligente

O Positivo vai apresentar também uma luminária inteligente (Smart Lamp) controlada por comando de voz. Além disso, também serão lançados plugue para tomada, câmeras, sensores e alarme.

Com preços a partir de R$ 99,00. Os itens estarão disponíveis no Brasil até o fim do mês.

Google atinge 100% de energia renovável, pelo segundo ano consecutivo

0

Em 2017, o Google alcançou pela primeira vez o objetivo de longo prazo de comprar energia renovável suficiente para corresponder a 100% do consumo de eletricidade anual global da companhia.

Durante 2018, as compras de energia de fontes como a solar e a eólica, novamente, igualaram todo o consumo anual de eletricidade.

“Somos a primeira organização do nosso tamanho a atingir 100 por cento de energia renovável em dois anos consecutivos, mas tão importante quanto alcançar nosso objetivo é como o fizemos”, diz a empresa.

“Abordar a mudança climática exigirá a adição de energia renovável sempre que possível e, para nós, como empresa, tomar decisões que tenham impacto além de nossas paredes”.

A adoção de energias limpas foi possível devido aos avanços na inteligência artificial e no design de chips, incluindo data centers são sete vezes mais eficientes em energia verde do que há cinco anos.

Google Station chega ao Brasil

1

O Google Brasil anunciou, durante o evento anual Google for Brasil, realizado em São Paulo, a tão aguardada chegada do Google Station.

O serviço fornece oferece wifi gratuito e confiável para locais públicos, e permite que fornecedores parceiros obtenham uma receita com essa conexão graças à exibição de anúncios na página inicial de login.

“Num trabalho conjunto com AmericaNet e Linktel, já temos 80 Google Stations em funcionamento em parques, praças e pontos de transporte público em São Paulo. Em breve, esperamos anunciar mais Stations em outros lugares do Brasil”, disse a empresa.

Google Station foi lançado inicialmente na Índia em 2016, e permitia “transmitir vídeo com qualidade HD, pesquisar informações ou baixar um novo livro ou jogo”.

Google Arts & Culture disponibiliza 5.000 obras de arte de Portinari

0

O Google Brasil anunciou a disponibilidade de mais de 5.000 obras de arte, além de 15.000 cartas e documentos do arquivo pessoal do artista, alocados em vinte exposições virtuais.

A coleção “Portinari: O Pintor do Povo” é a primeira retrospectiva dedicada a um artista brasileiro no Google Arts & Culture.

“É resultado de uma grande colaboração entre museus e Instituições culturais liderada pelo Projeto Portinari, instituição fundada pelo filho de Portinari, João Candido Portinari, e a plataforma do Google que uniu seus esforços para disponibilizar todas as obras do pintor on-line, incluindo documentos e fotografias, cartas históricas, uma visita em realidade virtual de 360° à casa do artista e vários detalhes de suas pinturas e esboços”, diz a empresa.

As vinte exposições virtuais destacam as principais fases da trajetória do artista e os grandes temas sociais levantados por ele em sua obra.

A coleção virtual conta ainda com 10 imagens capturadas em altíssima resolução (gigapixel) pela Art Camera, entre elas “Mestiço” (1934), “Lavrador de Café” (1934) e “Café” (1935).

Também estão disponíveis no acervo virtual as imagens das obras “Guerra” e “Paz”, ambas em exibição no prédio das Nações Unidas, em Nova York.  

Street View

Os usuários ainda podem navegar por um Street View da casa do artista em Brodowski, em São Paulo, que mostra os espaços e exemplos da rotina que ele vivia no momento em que criou várias de suas famosas pinturas.

“Esse é também o local onde ele conduziu seus experimentos com pinturas murais, uma técnica na qual ele se aprofundou ao longo dos anos”, explicou o buscador.

Junto com as obras de arte, estão disponíveis cerca de 15.000 documentos históricos, incluindo cartas como o manifesto-carta para Rosalita, e fotografias que explicam a vida do artista e sua importância para todo o mundo.

Números da coleção “Portinari: O Pintor do Povo

  • 1 tour de Street View (360 graus): a casa de Portinari em Brodowski, São Paulo.
  • Mais de 20 exposições virtuais, com curadoria de pesquisadores sobre o artista.
  • 10 quadros e painéis capturados pela Art Camera (Gigapixel).
  • 5.000 obras de arte digitalizadas que mostram toda a produção do artista.
  • 15.000 documentos históricos, cartas e fotografias que retratam a vida do artista e a sua importância para o cenário mundial de arte.
  • 6 instituições culturais, entre elas Pinacoteca de São Paulo, Museu Nacional de Belas Artes, Fundação Ema Klabin, MASP, e Museus Castro Maya, além da instituição comandada pelo filho do artista, Projeto Portinari.

Google leva realidade aumentada para os resultados de pesquisa

0

O Google adicionou a sua ferramenta de busca um novo recurso de realidade aumentada que permite visualizar animais virtuais onde quiser.

Aparna Chennapragada, vice-presidente de produtos de câmera e realidade aumentada do Google, anunciou que os usuários agora podem visualizar modelos 3D em qualquer ângulo e em qualquer lugar que eles querem.

A nova função está agora disponível em smartphones Android que tenham suporte a tecnologia ARCore.

Esse recurso é muito fácil de usar. Você só precisa fazer uma busca por um animal e tocar em “Ver em 3D” para ver o animal.

Depois de um tempo, o animal ficará em tamanho real e irá sobrepor a qualquer coisa que a câmera esteja apontando.

Em sua conta no Twitter, o Google revelou que você poderia ver Rottweilers e panda com este novo recurso, enquanto um funcionário da CNET listou os seguintes animais: urso pardo, jacaré, arara, pug, tubarão, pônei, guaxinim e pinguim.

Chennapragada disse ainda que o recurso será de grande ajuda quando as pessoas forem às compras, por exemplo. Se os usuários puderem dar uma olhada mais de perto no produto que estão procurando, poderão ter uma ideia mais clara do que desejam ou não.

Por exemplo, se os usuários pesquisarem uma determinada cadeira e puderem ver como ela se encaixa na sala, eles poderão decidir imediatamente se ela é a melhor combinação para o ambiente.

Google restringe bloqueio total de anúncios no Chrome

0

A equipe de desenvolvimento do Chrome planeja restringir o comportamento das extensões no futuro, o que deve afetar as soluções de bloqueio de anúncios.

Como pilar de negócios do Google é a venda de anúncios, mudança neste sentido eram esperadas e não devem trazer nenhuma surpresa.

No entanto, aqueles desfrutam da internet sem pop-ups e anúncios agora terão que considerar a possibilidade implementar soluções alternativas ou usar o Mozilla Firefox.

As mudanças incluem a suspensão do uso de uma API que é fundamental para o funcionamento das extensões mais modernas, principalmente daquelas que bloqueiam de anúncios.

A alteração, contudo, não significa que os usuários do Google Chrome não possam bloquear anúncios, mas reduz a eficiência das extensões de bloqueio.

Em um recente documento direcionado a SEC Securities and Exchange Commission (Comissão de Valores Mobiliários), a Alphabet, afirmou que bloqueadores eram um risco quantificável para a principal fonte de receita.

Google Glass [Enterprise Edition 2] está mais rápido e mais potente

0

Embora as notícias mais recentes apenas mencionem os óculos do Snapchat, Microsoft HoloLens e Magic Leap One, o Google Glass continua, silenciosamente, a evoluir em sua versão para empresas.

Lançado em 2013, Google Glass deixou os consumidores de lado (principalmente devido ao custo final) e vem sendo desenvolvido com foco no mundo dos negócios desde em 2017.

Hoje, o Google Glass pode ser encontrado dentro de armazéns, fábricas e hospitais que ajudam os funcionários em suas rotinas diárias, tornam os processos mais eficientes e reduzem os erros operacionais.

Na versão mais recente Glass, Enterprise Edition 2, o dispositivo oferece um processador mais potente, uma câmera melhor, carregamento mais rápido, melhor duração da bateria e um novo mecanismo de inteligência artificial.

A versão mais recente também é compatível com os óculos de segurança da Smith – que reconhecidamente fazem os óculos de proteção parecerem um pouco mais normais.

O Google também anunciou a transferência do Glass do laboratório X (“moonshot factory”) da Alphabet para a equipe de AR / VR do Google.

Google Arts & Culture convida a compartilhar histórias dos anos de proibição do futebol feminino

0

A partir de hoje até o dia 23/06, qualquer pessoa pode compartilhar pelo site do Museu do Impedimento, criado pelo Museu do Futebol e o Google Arts & Culture, documentos, vídeos, áudios e fotos sobre o futebol feminino no período.

A curadoria do conteúdo ficará a cargo da equipe de especialistas do Museu do Futebol. O site será lançado em branco e gradualmente receberá o conteúdo enviado pelos usuários.  Ao final do projeto, esse material ganhará forma também em uma exposição virtual na plataforma Google Arts & Culture.

O Museu do Impedimento terá alguns depoimentos compartilhados por mulheres que foram pioneiras do esporte, como Léa Campos, a primeira árbitra do mundo e presa por 15 vezes durante os anos de proibição, e Mariléia “Michael Jackson” dos Santos, artilheira do futebol brasileiro.

“Queremos dar visibilidade à importância de recuperar a história do futebol feminino no Brasil e garantir que um público mais amplo tenha a oportunidade única de conhecer as histórias dessas mulheres pioneiras que continuaram jogando bola mesmo nos anos de proibição e abriram as portas para as novas gerações”, afirma Lauren Pachaly, diretora de marketing do Google Brasil.

“O Museu do Futebol acolheu com muito entusiasmo essa iniciativa pioneira do Google de fomentar uma plataforma digital e colaborativa para descobrir novos acervos sobre esse período da história pouquíssimo conhecido. É uma iniciativa que faz com que o futebol se torne ainda mais importante para a história brasileira”, afirma Daniela Alfonsi, diretora de conteúdo do Museu do Futebol.

Iniciativa já conta com depoimentos de pioneiras do esporte, entre elas Léa Campos, a primeira árbitra do mundo, e a artilheira Mariléia “Michael Jackson” dos Santos. Basta fazer o upload do material direto no site museudodoimpedimento.com.

História

Entre 1941 a 1979, as mulheres foram proibidas de jogar futebol no Brasil.

O mesmo aconteceu em outros países, como França e Alemanha. Mesmo impedidas por leis fora dos gramados, muitas mulheres seguiram jogando. Mas as histórias dessas pioneiras no esporte nunca foram contadas ou documentadas por órgãos oficiais.

“Às mulheres não se permitirá a prática de desportos incompatíveis com as condições de sua natureza, devendo, para este efeito, o Conselho Nacional de Desportos baixar as necessárias instruções às entidades desportivas do país”, dizia o decreto-lei 3.199, art. 54, de 14 de abril de 1941, aplicado no Brasil.

Google Maps ajuda a escolher os pratos mais populares

0

O Google anunciou esta semana que o Google Maps irá destacar os pratos mais populares de um restaurante, para que você possa fazer seu pedido com confiança.

O recurso de “pratos populares”  funciona por meio de um algoritmo de aprendizado de máquina que combina os nomes dos pratos, fornecidos pelos usuários do Google Maps, e também com fotos e resenhas relevantes. Isso cria uma combinação das refeições mais comentadas de um restaurante na ferramenta.

“Imagine também estar em um país onde você não consegue ler o idioma. O Maps traduzirá as avaliações de pratos para você”, diz o Google.

Basta acessar um restaurante no Google Maps para encontrar seus pratos populares na guia “Visão Geral”. Navegue pela guia do menu para conferir as refeições mais comentadas. Toque em um prato popular para explorar comentários e fotos publicadas por outros frequentadores de restaurantes.

O recurso está disponível em todo o mundo no Google Maps para dispositivos Android e estará disponível para os usuários do iOS nos próximos meses.

Destaques