Blog Página 3

Google Arts & Culture lança mostra sobre a gastronomia japonesa

0

O Google Arts & Culture, em colaboração com o Ministério da Agricultura, Florestas e Pesca do Japão e mais 19 parceiros, apresenta “Meshiagare! Sabores do Japão”.

A nova coleção da plataforma reúne mais de 130 exposições virtuais, com mais de 3000  fotos e vídeos, que mostram as pessoas, os lugares e as tradições que tornam a culinária japonesa tão especial. “Meshiagare! Sabores do Japão” está disponível em g.co/meshiagare e também pelo aplicativo da plataforma. 

Entre os destaques desta coleção inédita, estão um passeio pelas histórias de Golden Gai, uma rua de Tóquio com quase 300 pequenos bares, onde comida, cultura e artes se encontram há gerações, um tour em Street View pelo Mercado de Peixe Toyosu, o maior do gênero no mundo, e uma viagem gastronômica pela comida de rua de Osaka.

Também é possível viajar para o futuro e descobrir como os astronautas terão comida japonesa no espaço.

Além do visual e dos sons da cena gastronômica do Japão, a coleção traz histórias e curiosidades sobre a origem de alguns dos pratos e ingredientes japoneses mais famosos, como o soba, o udon, e os Wagashi, os doces que refletem diferentes estações do ano. Uma seção especial também propõe um mergulho pelo Umami, o quinto sabor, e outros pilares da culinária do país.

Google faz homenagem aos 25 anos de “Friends”

0

No próximo domingo, 22 de setembro, serão comemorados 25 anos de “Friends”, a série de comédia estrelada por Jennifer Aniston, Courteney Cox, Lisa Kudrow, Matt LeBlanc, Matthew Perry e David Schwimmer.

Para celebrar a data, o Google decidiu homenagear a série de uma maneira muito especial: ao procurar o nome dos protagonistas, uma animação característica de cada um dos personagens aparecerá; basta pressionar esse ícone para provocar efeitos diferentes.

Dessa maneira, quando você procura Chandler Bing, um pato e um pintinho aparecem; quando você escreve Phoebe Buffay, um violão aparece e a música “Smelly cat”; Monica Geller contém um balde de limpeza.

O mesmo acontece ao procurar Ross Geller, um sofá aparece e um diálogo da série é ouvido; ao procurar Rachel Green, um manequim com o penteado “The Rachel” aparece e, com Joey Tribbiani, uma pizza e outras comidas aparecem na tela.

Será que essa homenagem, que deve levar milhões de fãs as buscas do Google, podem mostrar que a série tem potencial para retornar?

Google celebra 105º aniversário de Lupicínio Rodrigues

1

O Google está celebrando o 105º aniversário do cantor brasileiro Lupicínio Rodrigues em sua versão localizada para o Brasil.

“O Doodle de hoje celebra o compositor e cantor brasileiro Lupicínio Rodrigues, cujas canções sentimentais tornaram seu nome sinônimo do gênero musical samba-canção, também conhecido como samba triste ou samba triste”, diz a empresa.

História de Lupicínio Rodrigues

Nascido neste dia em 1914 na cidade de Porto Allegre, Rodrigues era um mestre da música dor-de-cotovelo – que literalmente se traduz como “música da dor do cotovelo” ou músicas que expressam mágoa.

Criado em uma família de meios modestos, Rodrigues morava no estado brasileiro do sul do Rio Grande do Sul, mas suas canções dramáticas foram espalhadas por marinheiros que visitavam sua cidade natal, um popular porto de cruzeiros. “Carnaval”, uma de suas primeiras composições, venceu um concurso quando tinha apenas 14 anos.

A partir das décadas de 40 e 50, seu trabalho foi gravado pelos vocalistas mais populares do Brasil, incluindo Francisco Alves, Orlando Silva, Linda Batista, Nora Ney, Elza Soares, Gilberto Gil e Jamelão – que eventualmente gravaram um álbum inteiro composições.

Questionado sobre a inspiração para seus contos de ciúme, traição e amor perdido, Rodrigues respondeu: “minha vida”. Um livro de memórias da família o citou dizendo: “Sofro muito nas mãos das mulheres, porque sou tão sentimental, mas também fiz fortunas com o que elas fazem comigo. ”

Em homenagem aos seus 80 anos, seu estado natal, Rio Grande do Sul, anunciou o Ano Cultural Lupicínio Rodrigues, uma homenagem à arte duradoura do compositor, cheia de paixão.

Como corrigir o problema de janelas e páginas em branco do Google Chrome

1

De repente, o Google Chrome não abre nenhuma página da Web, nem a página de configurações do Chrome (chrome: // settings /), a página de extensões (chrome: // extensions /) ou qualquer outra página incluindo novas janelas e a janela anonima.

Todos os outros navegadores (por exemplo, Internet Explorer, Mozilla Firefox, etc.) funcionam perfeitamente. Provavelmente, isso ocorre devido a um processo contínuo do Chrome e que necessita ser reiniciado.

Dica: Fechar apenas as janelas e páginas não terá qualquer efeito.

Sintoma geral deste problema:

  • O Google Chrome não abre nenhuma janela, mas o aplicativo “chrome.exe” parece ser um processo em execução no plano de fundo do Windows (Gerenciador de tarefas).
  • Mesmo fechando as janelas, é possível ver o ícone do Chrome na Taskbar.

Como resolver?

  • Tente finalizar o processo em execução do Chrome (“chrome.exe” ou ” Chrome.exe * 32 ” se você tiver um sistema operacional de 32 bits) e reabrir o Google Chrome novamente.
  • Você também pode fazer isso clicando com o botão direito no ícone do Chrome na Taskbar e selecionando “sair”.

Ao reiniciar o navegador por completo, a página em branco (vazia) é deve ser imediatamente solucionada. O Chrome irá restaurar possíveis corrompimentos que possam ter ocorrido.

Se você ainda enfrentar um dos erros ou sintomas acima, enquanto estiver usando o Google Chrome, deixe um comentário aqui na página e vamos tentar ajudá-lo.

Waze Carpool ganha comercial no Brasil

0

A partir do conceito “Mais que carona”, foram criados quatro filmes no total – dois com foco em personagens que se beneficiaram de alguma maneira ao usar Waze Carpool, um vídeo falando sobre as conexões criadas ao se pegar carona e um vídeo final celebrando os motoristas que abriram seus carros e ajudaram a construir essas histórias.

“Criamos uma campanha que demonstra o valor do Waze Carpool além das funcionalidades, reforçando os valores humanos por trás de cada carona. A campanha demonstra como uma simples carona pode mudar de fato o dia de alguém, e não é um exagero, são benefícios reais constatados por quem usa Waze Carpool. É mais tempo pra se arriscar na cozinha e abandonar o micro-ondas, chegar mais cedo em casa para brincar com o filho, fazer novos amigos ou até ter tempo para um café da manhã sem correria.

“Toda a campanha vai mostrar esses benefícios reais colocando os usuários do Waze Carpool como protagonistas”, explica Saulo Rodrigues, VP e ECD da R/GA São Paulo.

Além dos vídeos, as histórias se desdobram em diferentes formatos de mídia para divulgação da campanha. Os canais são diversos: há peças no próprio Waze, nas redes sociais, no digital e também em formatos de out-of-home de alto impacto e integrado, spots de rádio e Elemídia.

7 motivos para usar o Waze Carpool

0

O aplicativo de caronas Waze Carpool foi lançado no Brasil em 2018 e, desde então, vem crescendo no país. São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Goiânia são algumas das cidades que já foram conquistadas pela aplicativo e reúnem muitos usuários apaixonados.

Conheça 7 motivos para aderir ao Carpool:

1. Diminuir gastos

Quem oferece caronas com o Waze Carpool recebe uma quantia para ajudar nos custos do trajeto, como gastos com combustível e manutenção do automóvel. O cálculo é feito automaticamente pelo aplicativo e considera a distância do trajeto.

A tecnologia também ajuda aqui: o pagamento entre usuário e motorista é feito todo dentro do sistema do Waze Carpool. O usuário cadastra um cartão de crédito e o motorista cadastra sua conta corrente. Os valores são calculados conforme a distância percorrida. 

Para até 5 km, o valor é de R$4 reais. E para corridas com até 35 km, o valor é de R$10. Para deslocamentos mais longos, o valor chega até, no máximo, R$25. Essa ajuda de custo pode impactar positivamente no orçamento dos usuários, que antes tinham que arcar com esses valores de forma integral.

2. Diminuir o trânsito 

Uma pessoa a mais no carro é um carro a menos nas ruas. Que tal imaginarmos a cidade onde vivemos com a metade do número de carros? Menos trânsito resulta em mais qualidade de vida para as pessoas e menos poluição no meio ambiente e, se cada um fizer a sua parte, é possível melhorar esse cenário.

3. Evitar o rodízio

A Grande São Paulo, maior metrópole do Brasil, conta hoje com mais de 8 milhões de veículos, segundo dados do Detran-SP. Uma das medidas para melhorar o trânsito foi implementar o rodízio de placas, que está em vigor há mais de 20 anos.

Para essa questão, uma boa alternativa pode ser oferecer caronas no Waze Carpool durante os dias livres para circular, e pegar carona com o aplicativo nos dias que estiver de rodízio. Assim todos saem ganhando.

4. Companhia

A média de motoristas por carro nos horários de ida e volta aos trabalhos e universidades é menor do que duas pessoas por veículo. Isso significa que a maioria das pessoas vai e volta sozinha, muitas vezes passando horas por dia na solidão.

Com o Waze Carpool sempre é possível compartilhar o tempo com outras pessoas enquanto está no trânsito. Conversas e risadas, com pessoas que que muitas vezes se tornam amigos, fazem com que  vários usuários digam que o trajets se torna até mais rápido. 

Além disso, ter alguém no banco do passageiro, além de ajudar o tempo passar mais rápido, coloca o motorista em posição de exemplo. Ninguém vai brigar no trânsito ou responder negativamente a alguma provocação com “visita” no carro, afinal conversar e fazer novas amizades é bem melhor. 

5. Networking

Recentemente, um caso bem bacana de network corporativo aconteceu graças ao Waze Carpool. Um Carpooler em São Paulo que, depois de longos bate-papos durante os trajetos de idas e vindas do trabalho com o colega de aplicativo, percebeu que ele era a pessoa que precisava para sua empresa e o indicou para uma vaga.

Grandes centros empresariais costumam aglomerar diversas empresas e pessoas, então as chances de se fazer um Carpool com pessoas de outras empresas e que tenham similaridade na área corporativa, são bem grandes.

6. Filtros por empresa ou gênero

Essa é uma característica que traz ainda mais segurança para aqueles que usam o Waze Carpool e também para quem quer começar a usar. É possível filtrar caronas apenas com pessoas que tenham o mesmo domínio de e-mail corporativo, buscando assim por colegas de trabalho.

Para aqueles que prezam por caronas com colegas do mesmo gênero, também possível fazer o filtro por carpoolers homens ou mulheres.

7. Ajudar o meio-ambiente

Reciclar, reutilizar e repensar. A mudança de hábitos é essencial para ajudar o meio-ambiente, como pensar na redução da pegada de carbono, e aproveitar os veículos no máximo de sua capacidade de pessoas, ajuda a diminuir a pegada de carbono no meio ambiente.

Waze Carpool cresce 460% no primeiro semestre deste ano no Brasil

0

Waze Carpool – aplicativo de caronas do Waze, já registrou mais de 125 mil entradas no aplicativo e mais de 96 mil quilômetros rodados.

O aplicativo, que está disponível em todo Brasil registrou um crescimento de 460% só no primeiro semestre deste ano.

Pelo app, é possível verificar o perfil de quem está oferecendo ou procurando carona e conferir informações como: nome, gênero, onde trabalha, redes sociais, quantas caronas já deu ou pegou pelo app e a classificação feita pelas avaliações de caronas anteriores.

É possível, por exemplo, filtrar as caronas por gênero ou por empresa e, dessa forma, selecionar melhor qual o perfil com o qual você quer compartilhar o trajeto – que pode ser aceito ou não, pelas duas partes.

O Waze Carpool ainda oferece um chat que permite que caroneiro e motorista conversem e combinem detalhes da caronas.

Os valores, que nada mais são do que a divisão dos gastos como gasolina e estacionamento, são calculados e pagos diretamente pelo aplicativo.

Para até 5 km, o valor é de R$4 reais. E para corridas com até 35 km, o valor é de R$10. Para deslocamentos mais longos, o valor chega até, no máximo, R$25.

Essa ajuda de custo pode impactar positivamente no orçamento dos usuários, que antes tinham que arcar com esses valores de forma integral.

Segundo o Google, os benefícios de usar o Waze Carpool são muitos: além de economizar ao dividir os gastos, os usuários têm companhia para compartilhar o trajeto para o trabalho ou faculdade, tudo isso sem abrir mão do conforto de estar em um carro.

“Além disso, a cidade e o meio ambiente também ganham com isso:  Em um cenário onde, segundo pesquisa realizada pelo Waze, 60% das pessoas que vão de carro para o trabalho ou faculdade dirigem sozinhas, cada carona dada significa um carro a menos na rua, o que contribui diretamente para que o trânsito flua melhor, assim como a mobilidade urbana da cidade”, diz a empresa.

“O meio ambiente também ganha, pois a produção de carbono também é reduzida com a diminuição do números de  carros circulam pelas ruas”.

Além da tecnologia e cruzamento de dados inteligentes que fazem com que o app funcione e conecte as pessoas certas, existe também um fator muito importante para que essa prática funcione: a mudança de hábitos.

Para Douglas Tokuno, Head de Waze Carpool para a América Latina, o comportamento é peça chave para que as caronas sejam, cada vez mais, uma prática comum:

“O aplicativo por si só não consegue mudar a mobilidade. Ele precisa de pessoas que estejam aptas a mudar seu dia-a-dia e entender que, ao compartilhar um trajeto que antes, eles faziam sozinhos, eles estão mudando o ecossistema de mobilidade, assim todos saem ganhando”, afirma Tokuno. “A comunidade do Waze Carpool é fortíssima e não para de crescer. Nós conectamos mais do que rotas, conectamos pessoas e, a partir dessa conexão, grandes coisas podem acontecer: amizades, oportunidades profissionais, grupos de corrida e muito mais. Esse é o futuro – um pelo outro e todos por um mundo melhor”, finaliza o executivo.

Além do Brasil, Estados Unidos, Israel e México também tem o Waze Carpool disponível para uso. A meta da empresa é  continuar investindo em melhorias para o aplicativo e conquistar cada vez mais Carpoolers pelo país todo, por meio, por exemplo, de parcerias com empresas para promover a prática da carona entre seus colaboradores utilizando o aplicativo. O Waze Carpool tem um forte programa de incentivo para que as organizações divulguem essa alternativa em seus meios de comunicação, promovendo mais qualidade de vida e diferentes opções de transporte para seus funcionários. Empresas como TIM, Banco do Brasil e Totvs, demonstram que essa prática tem promovido também mais integração entre pessoas de diferentes setores  melhorando, consequentemente, o clima organizacional.

Artigo com dados fornecidos pela assessoria de imprensa.

Uber vai avaliar as condições de 500 carros em SP

0

O Uber anunciou esta semana que está lançando o Programa Qualidade em Movimento. A empresa selecionou 500 motoristas parceiros na cidade de São Paulo.

Os escolhidos vão passar por uma espécie de check-up virtual realizado por meio de um aplicativo especializado.

“O programa vai definir gatilhos de idade veicular, número de viagens dentro da plataforma e avaliações recebidas dos usuários para classificar cada veículo. Dessa forma, vamos ter uma fotografia bem clara de todos os carros da plataforma, seu estado e manutenção, e ajudar o motorista a melhorar o seu padrão até alcançar o nível seguinte. Essa vistoria é o primeiro passo”, disse a empresa.

O programa será lançado como um piloto em São Paulo e deverá ser escalado para outras regiões do País. A expectativa é que o usuário tenha visibilidade de que o veículo utilizado na plataforma passou por uma vistoria, levando uma experiência de qualidade para toda a comunidade. 

Nessa primeira etapa, os veículos passarão por uma vistoria virtual que vai checar uma série de critérios pré-definidos pela empresa. Entre os itens checados, estão os equipamentos de segurança, bancos frontais e traseiros, vidros e retrovisores, além de diferentes ângulos do veículo incluindo laterais, frente, traseira e painéis.

Conteúdo infantil não será mais monetizado no YouTube

1

O YouTube anunciou esta semana uma mudança importante com o intuito de “proteger as crianças e sua privacidade” e que afeta grandes criadores de conteúdo, como o YouTuber Luccas Neto.

Segundo a companhia, a plataforma irá lidar de “forma diferente com dados envolvendo conteúdo infantil no YouTube” em um acordo feito com organizações americanas, a Comissão Federal de Comércio dos EUA e pelo Procurador-Geral de Nova York.

“Isso significa que limitaremos a coleta de dados e o uso em vídeos feitos para crianças apenas ao necessário para apoiar a operação do serviço”, diz a empresa em um comunicado ao público.

“Também deixaremos de veicular anúncios personalizados inteiramente sobre esse conteúdo, e alguns recursos não estarão mais disponíveis nesse tipo de conteúdo, como comentários e notificações”. 

Para identificar o conteúdo criado para crianças, os criadores serão solicitados a informar quando o conteúdo deles se enquadra na categoria infantil.

O YouTube também vai usar aprendizado de máquina para encontrar vídeos que visam o público jovem, com personagens crianças, temas, brinquedos ou jogos.

Desta forma, os vídeos infantis não terão mais os comentários habilitados e não enviarão notificações para os inscritos. As mudanças serão implementadas até o final do ano.

Luccas Neto

De acordo com Felipe Neto, a decisão do Google afeta os vídeos de um dos maiores YouTubers do mundo, seu irmão Luccas Neto.

“Todos os canais que tiverem vídeos interpretados como ‘kids’. Isso inclui desde o canal do Luccas Neto até os episódios de ‘As Aventuras de Poliana’ no canal do SBT. Todos perderão a monetização (apenas nos vídeos infantis)”, publicou em seu Twitter.

“Sim, o canal do Luccas Neto não será mais monetizado pelo Adsense, mas nós nos preparamos BASTANTE pra isso. Foi feito um trabalho ao longo de muito tempo p monetizar o conteúdo do Luccas através de filmes, séries, licenciamento, dentre outras novidades que virão”.

6 comandos de voz para usar em uma TV com Google Assistente

0

Em televisores com Google Assistente é possível executar diversos comandos por meio do assistente de voz. Um dos principais benefícios de ter esta função é não precisar mais procurar o controle remoto, pelo fato de o usuário utilizar o comando vocal para realizar as ações.

1.    Abrir aplicativos e controlar a TV

É possível ligar e desligar a televisão apenas dizendo “Ok, Google, ligar a TV” ou “OK, Google, desligar a TV”, aumentar ou diminuir o volume, dizendo “Ok, Google, aumentar o volume para 60%”, abrir apps, como por exemplo, “Ok, Google, abrir Globosat Play” ou também dizer “OK, Google, trocar para HDMI 2” para alterar a opção de entrada da televisão.

2.    Ajudar a encontrar um restaurante

Você pode perguntar sobre pontos de interesse de sua cidade e encontrar novos restaurantes próximos a você. Por exemplo, você pode dizer “Ok, Google, qual o restaurante italiano mais próximo? ”. E você também pode ver a melhor maneira para chegar até esse restaurante dizendo em seguida: “Ok, Google, como chego lá?”.

3.    Executar conteúdos direto nos aplicativos

É possível pedir para iniciar uma série específica em alguma plataforma de streaming de filmes e séries, com, por exemplo, “Ok, Google, tocar La Casa de Papel no Netflix” ou ouvir sua cantora favorita, como por exemplo “Ok, Google, tocar Pabllo Vittar no Spotify”.

4.    Fazer busca por conteúdo ou tirar dúvidas

Basta dizer “Ok, Google, qual é a previsão do tempo para hoje em São Paulo?” para saber as condições climáticas ou algo como “Ok, Google, quando será o próximo jogo do Barcelona?” ou “Qual a distância da Lua?” para buscar mais informações sobre determinado assunto. Se não conseguir lembrar o nome de algum programa ou simplesmente estiver buscando alguma celebridade, basta dizer, por exemplo, “Ok, Google, encontre filmes da Viola Davis” para o assistente apresentar os resultados.

5.    Acessar ou configurar compromissos na agenda

Para que o assistente apresente as tarefas do dia, é só dizer “Ok, Google, bom dia” e, para incluir algum compromisso na agenda, por exemplo, “Ok, Google, incluir evento na agenda, dentista às 11 horas no dia 10 de setembro de 2019”.

6.    Ligar ou desligar aparelhos na mesma rede (automação)

Essa evolução possibilita ainda que a TV seja utilizada como centro de controle da casa conectada, desde que os outros dispositivos sejam compatíveis com o sistema e estejam conectados à TV via rede Wi-Fi e/ou cabeada. Com isso, é possível que a TV receba comandos para acender as luzes, sincronizar os dispositivos, ligar o aspirador de pó ou outros eletrônicos, com comandos como “Ok, Google, ligar a lâmpada do escritório”.

Destaques