ChatGPT é uma ameaça ao futuro do Google e da internet

O avanço da tecnologia tem sido uma preocupação para muitas profissões, especialmente as ligadas à área de informação e mídia.

Com a popularidade dos chatbots, como o ChatGPT, muitos jornais têm apostado na ideia de que esta ferramenta pode ser a nova grande ameaça para o Google.

No entanto, é importante considerar que, se essa hipótese se tornar realidade, pode ser o fim para os jornalistas também.

O ChatGPT, desenvolvido pela OpenAI, é capaz de responder a perguntas com uma linguagem natural, tornando-se uma opção para os usuários que procuram respostas imediatas.

Dessa forma, ele pode ser visto como uma alternativa para os mecanismos de busca tradicionais, como o Google.

É preciso lembrar que o ChatGPT não é um direcionador de tráfego, ou seja, ele não tem a capacidade de redirecionar os usuários para outros sites.

Além disso, o ChatGPT também não oferece programas como o AdSense, que são fundamentais para o funcionamento dos jornais na internet.

A renda gerada por esse tipo de programa é o que permite a manutenção de muitos veículos de comunicação. Sem essa fonte de receita, muitos jornais podem ter dificuldades para sobreviver.

Aos poucos, o ChatGPT já está tirando o pessoal da web, e a preocupação é que essa tendência possa se intensificar no futuro.

Com a crescente eficiência e evolução dos chatbots, a demanda por jornalistas, blogueiros e profissionais da área de informação pode diminuir, tornando-se uma ameaça real para a profissão.

Outro ponto a considerar que, embora o ChatGPT possa ser uma ameaça para o Google, ele também pode representar um risco para aqueles que escrevem na internet.

Portanto, é preciso avaliar cuidadosamente as consequências desse avanço tecnológico e buscar formas de se adaptar a essa nova realidade.

Comente!

You May Also Like