Por que o Google atualiza pouco o Android e a Apple mais o iOS?

O Android, desenvolvido pelo Google, e o iOS, desenvolvido pela Apple, são os dois sistemas operacionais móveis mais populares no mundo.

Embora ambos sejam amplamente utilizados, existem algumas diferenças significativas entre eles, especialmente no que diz respeito à frequência e à forma como as atualizações são lançadas.


A Apple é conhecida por lançar atualizações frequentes e significativas para o iOS. Isso é devido ao fato de que a empresa tem um controle muito mais rígido sobre o iOS.

Além disso, a Apple possui um número menor de dispositivos compatíveis com o iOS, o que torna mais fácil garantir a compatibilidade das atualizações.

Por outro lado, o Google atualiza o Android com menos frequência. Isso é devido ao fato de que o Android é um sistema operacional aberto, o que significa que ele é utilizado por uma variedade de fabricantes de dispositivos, cada um com suas próprias necessidades e requisitos.

Isso torna mais difícil para o Google garantir a velocidade das atualizações e disponibilizar com rapidez ou com maior frequência.

Um outro fator importante é que aplicativos do Android não dependem de atualizações do sistema operacional para funcionar, eles são atualizados pela Google Play.

Desta forma, os usuários do Android podem continuar a usar seus aplicativos favoritos, mesmo se eles não tiverem acesso às últimas atualizações do sistema operacional.

No entanto, isso não é o caso para o iOS, onde alguns apps precisam ser atualizados para funcionar corretamente com a nova versão do sistema operacional ou até ganhar novas funções.

É importante notar que, embora as atualizações frequentes do iOS possam ser vistas como um fator de sucesso, elas não são a única razão pela qual a Apple é bem-sucedida.

O iOS é bastante conhecido pelo ecossistema com outros dispositivos da Apple, como o Mac e o Apple Watch, com uma interação fácil entre os dispositivos.

Por outro lado, a plataforma do Google é famosa por sua popularidade e acessibilidade, especialmente em mercados emergentes, como o Brasil, onde mais de 80% do mercado é usuário Android.

Nota bônus: Mesmo sem atualizar o Android, o Google consegue implementar e ativar proteções extras por meio do Google Play Services, um módulo de segurança vinculado ao Google Play.

You May Also Like