Larry Page e Sergey Brin retornam ao Google para rever estratégias contra ChatGPT

No passado mês, de acordo com o jornal New York Times, os fundadores do Google, Larry Page e Sergey Brin, realizaram várias reuniões com os executivos da empresa sobre a ameaça notável chamada ChatGPT.

O produto inteligente de inteligência artificial lançada pela OpenAI pode ser primeira ameaça notável em décadas ao negócio de buscas de US$ 149 bilhões do Google.


Page e Brin, que não estavam envolvidos no dia a dia do Google desde que deixaram suas funções em 2019, reviram a estratégia de produto de inteligência artificial do Google e aprovaram planos para incluir mais recursos de bot de conversação no mecanismo de busca do Google.

Eles também deram conselhos aos líderes da empresa, que colocaram a inteligência artificial como prioridade em seus planos.

A volta dos fundadores do Google foi solicitada pelo CEO da empresa, Sundar Pichai, no qual enfatizou a urgência sentida por muitos executivos do Google com relação à inteligência artificial e o bot de conversação, o ChatGPT.

O bot surpreendeu os usuários explicando conceitos complexos e gerando ideias do zero. O mais importante para o Google, parecia que poderia oferecer uma nova forma de pesquisar informações na internet.

Sem dúvida, o Google está preocupado com o ChatGPT.

You May Also Like