Google está alterando sua estrutura de domínio. Isso é ruim?

O Google está alterando sua estrutura de domínio, onde as pessoas que visitam maps.google.com agora são redirecionadas para google.com/maps, assim como flights.google.com mudou para google.com/flights.

Embora seja uma mudança relativamente simples e inofensiva, esta alteração na estrutura de domínio tem implicações importantes nas permissões de acesso aos dados dos usuários.


Ao dar a permissão para acessar sua localização no novo google.com/maps, você permite que o Google rastreie você em todos os serviços e produtos na raiz de google.com – isso não acontecia com o maps.google.com, cujas permissões estavam limitadas ao subdomínio Maps

Pela web, alguns usuários e publicações questionaram a ação como “séria preocupação com a privacidade dos usuários”. Mas é realmente tão ruim?

Google é mal?

Tudo depende da perspectiva. Se você é alguém que se preocupa profundamente com seus dados pessoais, neste ponto, para ficar claro, o Google pode não ser a melhor ferramenta para você.

A gigante de Mountain View é uma empresa de mídia que precisa de dados para vender anúncios e mostrar conteúdo relevante aos usuários. Além disso, muitos de seus serviços usam dados do usuário para funcionar.

Se você está preocupado, mas confia que será bem cuidado. Portanto, essa mudança fará algum ou todo o sentido (como fez para mim!).

Ao contrário da ideia de que o Google está fazendo isso para “coletar dados do usuário indiscriminadamente”, a empresa vem consertando algo que não fazia sentido até hoje.

Se eu permitir que o Google acesse minha localização, permito que eles me rastreiem em todos os seus serviços e produtos, não apenas naqueles para os quais têm o meu “ok”.

Essa permissão atual ocorre devido à estrutura atual com subdomínios. Se o Google tivesse usado a raiz do domínio desde a sua criação, as permissões para todos os seus serviços seriam únicas sem pedir novamente ao usuário.

You May Also Like