Twitter pode quebrar sem funcionários em áreas críticas

Se uma eventual falência do Twitter pode ser prejudicial para a história humana, uma interrupção total do serviço pode levar ao fim o microblog que conhecemos e amamos ao longo de tantos anos.

O The Verge reportou há pouco que muitos funcionários (aqueles que sobreviveram a primeira onda de demissões) se mostraram contrários ao “Twitter Hardcore” pretendido por Elon Musk nos últimos dias.


Musk havia estabelecido um prazo até esta quinta para que todos os funcionários que quisessem fazer parte do “Twitter 2.0” deveriam responder “sim” em um formulário; caso contrário, seria o último dia de trabalho. 

Após o prazo final, segundo a publicação americana, centenas de funcionários começaram a postar mensagens de despedida e saudar com emojis em plataformas internas do Twitter, anunciando que preferiam a demissão.

O editor do The Verge, Alex Heath, diz que número de demissões do Twitter pode chegar a 1.000, embora algumas pessoas ainda não tenham postado suas decisões.

Há também relatos de funcionários de que equipes de infra-engenharia “críticas” no Twitter renunciaram completamente, o que pode levar a uma interrupção total da plataforma.

“Ouvi de vários funcionários que as chances de o Twitter quebrar em um futuro próximo são muito altas”, diz Heath.

História em desenvolvimento…

You May Also Like