Falência do Twitter pode apagar recentes registros da história humana

Se Elon Musk não conseguir transformar o Twitter em uma plataforma sustentável, analistas dizem que a humanidade perderá parte de sua história mais recente.

“Vamos perder tanta história digital se o Twitter for destruído sem aviso prévio”, disse Elise Thomas, analista do instituto de pesquisa global Institute for Strategic Dialogue (ISD), ao MIT Technology Review.


“[Twitter] na verdade representa uma enorme oportunidade para futuros historiadores; nunca tivemos a capacidade de capturar tantos dados sobre qualquer época anterior da história”, acrescenta Thomas.

Entre os registros da história humana recente estão relatos contemporâneos que vão desde a guerra na Ucrânia até a morte de Osama bin Laden.

Embora a plataforma esteja um pouco distante de ser uma das mais populares, o Twitter tem sido protagonista com a rapidez em que as informações acontecem.

Além disso, é uma rede com bastante influência com presença de políticos, artistas e pessoas de todo o mundo que interagem sobre acontecimentos em tempo real.

A Biblioteca do Congresso dos EUA tentou criar um registro público de todos os tweets, mas interrompeu a captação em 2018 devido a dificuldade técnica. Atualmente apenas arquiva tweets ‘de forma seletiva’. 

Ciaran O’Connor, também do ISD, disse que o conteúdo do Twitter dos últimos 16 anos inclui tweets que podem ser usados ​​como prova.  

“Se o Twitter fosse embora, digamos, tudo isso – todas as evidências em primeira mão de atrocidades ou potenciais crimes de guerra, e todas essas evidências em potencial – simplesmente desapareceriam”, disse ele.

You May Also Like