Aquisição do YouTube foi quase cancelada em 2006

Na véspera da aquisição do YouTube pelo Google em 2006, o cofundador do site de vídeos, Chad Hurley, descobriu que um gerente de publicidade do Google havia bisbilhotado os dados de receita do YouTube.

Um novo fato sobre a história do YouTube mostra que Hurley estava tão zangado com a invasão dos negócios do YouTube que ameaçou desistir do acordo.


O então CEO do Google, Eric Schmidt, conseguiu acalmar Hurley e fechar o acordo de US$ 1,65 bilhão que se tornou um ponto crucial no desenvolvimento da internet moderna.

Schmidt também pediu a Hurley e Chen que enviassem um vídeo para o YouTube anunciando a aquisição – um vídeo de baixa resolução agora infame que pode ser assistido até hoje .

Antes do acordo, o Google tentou vencer o YouTube lançando uma plataforma competitiva de hospedagem de vídeos, o Google Video, liderada por Susan Wojcicki, uma das primeiras funcionárias do Google, que agora é CEO do YouTube. 

O gigante das buscas fez de tudo para tornar o Google Video um sucesso, até mesmo criando um link para ele na página inicial de busca do Google.com. A ação não deu resultado.

Depois que o acordo foi fechado, Schmidt disse aos funcionários do Google Video que eles deveriam fazer as malas e se juntar à equipe do YouTube em seus novos escritórios ao sul de San Francisco, em San Bruno.

You May Also Like