Google Pixel tem detector de acidente veicular desde 2019

Sempre que a Apple anuncia sua nova geração de smartphones há uma percepção do público e imprensa de que os recursos lançados são inéditos no mercado.

Um dos que está bombando na imprensa especializada é o detector de acidente veicular que agora equipa o iPhone 14 e o Apple Watch.


Na verdade, este é mais um dos recursos que a Apple estava bastante atrasada.

Lançado em 2019, a feature está presente desde o Pixel 3, funcionando nas versões posteriores da linha do Google.

“O Pixel 3, 4 e versões mais recentes pode usar informações (como a localização do smartphone, sensores de movimento e sons próximos) para detectar um possível acidente de carro grave. Para usar o recurso de detecção de acidente de carro, é necessário ativar as permissões de local, atividade física e microfone. Se o smartphone determinar que você sofreu um acidente de carro grave e ligar para os serviços de emergência, seu local aproximado e os dados do acidente poderão ser transmitidos pelo “Serviço de localização de emergência” do Android”, explica o Google.

A gigante das buscas alerta que exercícios de alto impacto podem ativar o recurso:

“Seu smartphone pode não conseguir detectar todos os acidentes. Atividades de alto impacto também podem acionar chamadas para serviços de emergência. Seu smartphone Pixel pode não conseguir ligar para serviços de emergência em alguns casos, como quando o dispositivo está conectado a uma rede móvel fraca ou fazendo uma chamada”.

A conexão com satélites, que também foi pauta no lançamento dos novos iPhones, está chegando ao Android em sua próxima geração.

You May Also Like