Rússia ordena que Google bloqueie conteúdo do YouTube sobre invasão da Ucrânia

De acordo com o Wall Street Journal, a Rússia está exigindo que o Google bloqueie “informações políticas falsas” sobre a Ucrânia que contradizem a narrativa do governo de Vladimir Putin.

“O órgão de vigilância russo de comunicações Roskomnadzor disse que o serviço de vídeo do Google YouTube está realizando grandes ‘campanhas publicitárias para desinformar o público russo’ e ‘visam criar uma percepção distorcida dos eventos atuais e fomentar protestos”, diz a reportagem.


As autoridades russas também exigem que o Google pare de exibir anúncios que estariam trazendo informações falsas sobre a guerra em anúncios contextuais em sites de terceiros.

Por enquanto, a reportagem diz que nenhuma ameaça de bloqueio foi feita ao YouTube caso as exigências não sejam cumpridas.

O Google não emitiu um comunicado sobre o assunto.

Comente!