YouTube suspende monetização de canal pessoal de podcaster no Brasil

Visando proteger a plataforma, criadores e seus anunciantes, o YouTube anunciou que vai desativar os anúncios do canal pessoal de um podcaster no Brasil após uma infração as regras e diretrizes da comunidade.

“Nossas Políticas de Monetização de Canais e o Código de Responsabilidade dos Criadores estabelecem que não é permitido comportamento ofensivo que coloque em risco a segurança e o bem-estar da comunidade do YouTube, formada por espectadores, criadores e anunciantes”, disse o serviço de vídeos.


“A violação dessas políticas pode fazer com que o canal seja suspenso do Programa de Parcerias do YouTube e, consequentemente, ser desmonetizado”.

“Qualquer tentativa de burlar essa restrição, seja com a criação de um novo canal para ser monetizado ou utilizando canais de terceiros para fins de monetização, é considerada uma violação aos Termos de Uso do YouTube e pode resultar em um encerramento definitivo da conta”.

“Reforçamos que, no caso de suspensão do Programa de Parcerias, o usuário ainda pode produzir conteúdo e subi-lo em seu canal, bem como criar novos canais, porém esse conteúdo não poderá ser monetizado e os novos canais não poderão fazer parte do Programa de Parcerias. Todo o conteúdo publicado na plataforma, independentemente de ser monetizado ou não, deve seguir as Diretrizes da Comunidade do YouTube”.

“O usuário que for suspenso do Programa de Parcerias do YouTube poderá solicitar nova inclusão para voltar a ter acesso a todas as ferramentas de monetização e o pedido será analisado pela plataforma.”

De acordo com o G1, a decisão não foi da equipe brasileira, mas do YouTube Global, nos Estados Unidos.

O blog não menciona o podcaster pelo nome por entender que o personagem é irrelevante para a informação.

1 comment
You May Also Like