Google lança novos cabos submarinos

O novo cabo submarino do Google chegou ao Reino Unido, conectando Nova York a Bude, Inglaterra; o cabo já havia chegado a Bilbao, Espanha, no início deste mês.

Com quase 7.000 quilômetros de comprimento; trata-se de um cabo de nova geração projetado para enviar até 350 terabytes de dados por segundo e deve estar totalmente operacional no próximo ano.


O cabo foi batizado em homenagem à pioneira da computação Grace Hopper (1906-1992), que participou da criação do Fortran e do Cobol; foi tão importante nesse aspecto que a Marinha dos Estados Unidos, onde ele era almirante, deu o nome de um navio em sua homenagem.

Este não é o único novo cabo submarino do Google. No início deste ano, a empresa anunciou o cabo Firmina, que se estenderá da costa leste dos Estados Unidos ao Brasil, Uruguai e Argentina, e começará a operar em 2023.

O cabo leva o nome de uma escritora e abolicionista brasileira pouco conhecida, a maranhense Maria Firmina dos Reis (1822-1917). Recentemente, o Google anunciou o lançamento de dois outros novos cabos: o cabo Blue conectando Itália, França, Grécia e Israel e o cabo Raman conectando Jordânia, Arábia Saudita, Djibouti, Omã e Índia.

O novo cabo adiciona maior capacidade e flexibilidade à rede do Google, permitindo não apenas oferecer um suporte melhor aos serviços tradicionais de Internet, mas também à computação em nuvem em constante crescimento.

Comente!