Google ganha informações sobre vacinas contra a COVID-19

A partir de agora, quando as pessoas pesquisarem informações sobre vacinas contra COVID-19 na pesquisa do Google, poderão acessar rapidamente uma experiência que prioriza e organiza conteúdos e notícias relevantes sobre o tema, provenientes de instituições públicas (como a Organização Mundial de Saúde) além de instituições locais oficiais, a organização (OMS) e a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS).

Por exemplo, ao pesquisar por “vacina covid” ou “vacina contra COVID-19”, será exibido um carrossel de notícias sobre o assunto, além de um painel com informações oficiais, que contém o número de doses utilizadas no Brasil , que foram vacinados, a porcentagem da população com vacinas, bem como a evolução histórica da população imunizada e outras estatísticas.


A nova experiência de pesquisa também inclui painéis de informações para vacinas de fabricantes que foram autorizadas por órgãos públicos, bem como informações da OMS.

Há também páginas com links diretos para recursos oficiais locais, que contêm informações mais detalhadas sobre o cadastro do estado ou cidade onde a pesquisa é realizada e o local da vacinação.

Desde o surto global do COVID-19, as pessoas consultam o Google sobre sintomas e técnicas de prevenção – em 2020, o “coronavírus” se tornou o assunto mais procurado entre os brasileiros.

Diante de novas situações, o Google está constantemente se esforçando para expandir a experiência de pesquisa e é consistente com a missão do Google de organizar as informações em todo o mundo e torná-las universalmente acessíveis e utilizáveis ​​por todos.

Para fornecer informações relevantes de forma rápida, em março do ano passado, o Busca lançou um experimento no painel Alerta SOS, que possui links e orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e do Ministério da Saúde, abrangendo sintomas, doenças infecciosas, tratamento e método de prevenção de doenças.

Esses painéis permitem o acesso direto às principais notícias e vídeos sobre o COVID-19, bem como aos mapas mais visíveis.

Google Trends

As consultas de vacinação na busca do Google no Brasil atingiram níveis recordes. Desde novembro de 2020, essa tendência vem crescendo.

Só em março deste ano, na comparação com fevereiro, o interesse pelo assunto aumentou 47%. No entanto, no acúmulo da pandemia de 12 meses, de março de 2020 a março de 2021, a pesquisa de vacinas mais que dobrou, um aumento de 127%.

Os dados vêm do Google Trends, lançado em janeiro deste ano. É o núcleo das informações sobre a vacina COVID-19 e pode rastrear tendências de pesquisa sobre esse tópico.

Comente!