Google abre inscrições para o Desafio de Inovação da América Latina

O Google News planeja começar a aceitar inscrições para a segunda edição do Latin American Innovation Challenge no dia 16 de março (terça-feira).

O plano visa fornecer financiamento para projetos focados em novos modelos de negócios e novos produtos, caminhando assim em direção a um ambiente mais sustentável e ecossistema em uma direção diversificada. O prazo de inscrição é 3 de maio.


O Desafio de Inovação da GNI América Latina está aberto a organizações de todos os tamanhos – locais digitais, start-ups, ONGs, estações de rádio, organizações de notícias tradicionais, freelancers e empreendedores independentes – esses projetos se concentram na construção de um sistema de ecossistema de jornalismo mais sustentável.

O projeto selecionado receberá até US $ 250.000 em financiamento do Google, que pode cobrir até 70% do custo total do projeto. Na sua primeira edição de 2019, os Desafios da Inovação receberam mais de 300 inscrições e selecionou 30 projetos. No Brasil, o conteúdo selecionado desta primeira edição é o seguinte:

  • Radar Aos Fatos: em sua versão beta, o Radar Aos Fatos mapeia e reúne em uma só plataforma redes de conteúdo de baixa qualidade sobre COVID-19, além de padrões de linguagem com potencial desinformativo na internet.
  • Radar do Congresso: plataforma do Congresso em Foco de jornalismo de dados traz um amplo conjunto de informações sobre congressistas brasileiros como seu perfil, histórico de votações, propostas, gastos, discursos, patrimônio e desempenho em eleições.
  • Cruza Grafos: projeto da Abraji (Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo) inclui criação de uma ferramenta que permite explorar conexões entre empresas, instituições e pessoas públicas. A plataforma é disponível ao público geral, mas se volta, principalmente, a contribuir com o trabalho de jornalistas dedicados a trabalhos investigativos.
  • Elas no Congresso: projeto desenvolvido pela AzMina monitora como cada deputada(o) e senadora(o) tem atuado em leis relevantes que tratam sobre direitos das mulheres brasileiras, incluindo um ranking das parlamentares mais favoráveis à causa no país.
  • Reload: o projeto, formado por um consórcio de dez organizações jornalísticas – ((o))eco, Agência Lupa, Agência Pública, Amazônia Real, Congresso em Foco, Énois, Marco Zero Conteúdo, Ponte Jornalismo, Projeto #Colabora e Repórter Brasil –, busca levar informação ao público jovem por meio de formatos inovadores, guiados por dados. Saiba mais sobre o Reload aqui.

Para mais informações sobre o Desafios da Inovação da Google News Initiative, consulte o site do programa

Comente!