Google lança Desafio de Impacto Social para Mulheres e Meninas

O Google lançou uma nova campanha “Desafio de Impacto Social de Mulheres e Meninas” no Dia Internacional da Mulher no dia 8.

O objetivo é apoiar o trabalho de organizações sem fins lucrativos e entidades sociais de todo o mundo para promover o empoderamento econômico das mulheres e garotas.


O Google.org fornecerá um total de US $ 25 milhões em financiamento, e as organizações que se beneficiam do “desafio do impacto social” receberão consultoria dos funcionários do Google, bem como recursos para produzir anúncios e outras formas de suporte que ajudarão a colocar esses planos em prática.

“É responsabilidade de todos garantir que mulheres e meninas, do Brasil ou de qualquer lugar no mundo, tenham condições de viver suas vidas de modo a poderem alcançar seu potencial máximo. Para isso, precisamos enfrentar desigualdades e dar oportunidades”, diz Susana Ayarza, diretora de Marketing do Google Brasil. “Esperamos que o Desafio de Impacto Social possa fortalecer organizações que trabalham com esse objetivo”. 

Os projetos serão selecionados por um painel de especialistas que inclui a atriz brasileira Taís Araújo. A lista completa inclui: 

  • Jacquelline Fuller (VP and Presidente Google.org)
  • Lorraine Twahili (Vice Presidente Marketing Global no Google)
  • Susan Wojcicki (CEO no YouTube)
  • Melonie Parker (Chefe de Diversidade no Google)
  • Alyse Nelson (presidente e CEO do Vital Voices Global Partnership)
  • Kate Garvey (co-fundadora do Project Everyone)
  • Taís Araujo (atriz e apresentadora) 
  • Phumzile Mlambo-Ngcuka (Diretora-executiva da ONU Mulheres)
  • Graça Machel (Graça Machel Trust)
  • Rona Ambrose (ex-deputada e vice-presidente na TD Securities)
  • Rigoberta Menchu Tum (Prêmio Nobel da Paz em 1992)
  • Fabiola Gianotti (Diretora Geral na Organização Europeia para a Pesquisa Nuclear)
  • Natalia Vodianova (Modelo, filantropista, empresária e palestrante) 
  • Carolyn Tastad (presidente do grupo americano da P&G)
  • Shakira (cantora e filantropista)
  • Ai-jen Poo (diretora da National Domestic Workers Alliance, Caring Across Generations)
  • Victoria Adejoke Orelope-Adefulire (política e assistente especialista da presidência do ODS)
  • Graça Fonseca (Ministra da Cultura de Portugal)
  • Lisa Mensah (presidente e CEO da Opportunity Finance Network)
  • Juliana Rotich (empreendedora)
  • Amanda Gorman (poeta e ativista)
  • Mary Robinson (ex-presidente da Irlanda e Alta Comissária das Nações Unidas para os Direitos Humanos)
  • Laura Berry (CEO na Supply Nation)
  • Saskia Nino de Rivera (cofundadora da Reinserta A.C)
  • Amika George (estudante, ativista e fundadora do Free Periods)
  • Prajakta Koli (YouTuber e atriz)

Se você está trabalhando em um projeto inovador que apoia mulheres e meninas, ou se tem uma ideia ousada de mudar as oportunidades econômicas oferecidas a elas, visite g.co/womenandgirlschallenge, inscreva-se no desafio e veja mais informações.

As organizações interessadas podem enviar propostas antes de 9 de abril, e os vencedores serão anunciados ainda este ano.

Comente!