Google treina funcionários para evitar palavras como ‘dominante’, ‘único’ e ‘líder’

O Business Insider trouxe, neste domingo, uma ação interna na qual a Alphabet treina novos funcionários para não usar certas palavras que poderiam colocar a empresa em rota de novas investigações antitruste.

A lista de palavras proibidas por colaboradores de todo o grupo incluiriam “líder” e “participação de mercado”, além de substituir termos como “único” por “novo” ou “alternativa”.


E no lugar de “dominante”, os funcionários poderiam devem utilizar “sucesso”, de acordo com documentos analisados pelo veículo de imprensa.

Funcionários de vários departamentos, desde engenharia até vendas, teriam recebido o treinamento de acordo com o relatório.

“A Alphabet é muito processada e temos nossa parcela justa nas investigações regulatórias”, diz um documento interno, de acordo com o Business Insider.

A comunicação ainda alerta os colaboradores a imaginarem essas palavras em exposição pública: “Suponha que todos os documentos se tornem públicos.”

Em relação a Busca, o produto de maior sucesso do Google, os colaboradores devem reforçar que se trata de uma preferência do usuário:

“Usamos o termo ‘preferência do usuário para a Pesquisa Google’ e nunca o termo participação de mercado”, diz o documento.

Além dos termos que os colaboradores devem evitar, a Alphabet também alerta para o que parece ser uma referência ao antigo lema não-oficial do Google, “Don’t Be Evil”, (“Não Seja Mal”, em tradução livre).

“Não pretendemos ‘esmagar’, ‘matar’, ‘ferir’, ‘bloquear’ ou fazer qualquer outra coisa que possa ser percebida como má ou injusta”, diz um dos documentos. 

“A Microsoft ficou famosa em problemas quando um de seus funcionários ameaçou ‘cortar o suprimento de ar da Netscape’.”

Julie Tarallo McAlister, porta-voz do Google comentou sobre o documento:

“Estes são treinamentos de conformidade com as leis de concorrência totalmente padrão que a maioria das grandes empresas oferece aos seus funcionários. Instruímos os funcionários a competir de forma justa e construir produtos excelentes, em vez de focar ou opinar sobre os concorrentes. esses treinamentos estão em vigor há mais de uma década. “

Comente!