Google e Amazon são as marcas favoritas de ataques phishing

Um relatório recente do Check Point destaca que Google e Amazon foram as marcas mais imitadas nas tentativas de ataques de phishing durante o segundo trimestre deste ano.

O companhia de segurança analisa as marcas que foram mais imitadas pelos cibercriminosos, entre os meses de abril e junho, em suas tentativas de roubo de informação pessoal e credenciais dos usuários ou de suas senhas de pagamentos.


O termo “phishing de marca” refere-se aos ataques em que um cibercriminoso imita um site oficial de uma marca conhecida usando um domínio ou uma URL semelhante.

Para fazer isso, eles usam vários métodos para enviar links para sites fraudulentos ou redirecionar usuários para essas páginas maliciosas para o roubo de informações.

O estudo revela ainda a Apple, que na primeira edição desse relatório referente ao primeiro trimestre ocupava o primeiro lugar do ranking, e agora caiu para a sétima posição.

Os principais setores visados pelos cibercriminosos são as marcas de tecnologia, bancos e redes sociais. Em relação ao número total de detecção para tentativas de phishing de marca, a quantidade é semelhante ao período anterior.

Comente!