Mastercard submete modelo de arranjo de transferência ao Banco Central para liberar Whatsapp Pay

Atendendo à solicitação do Banco Central, a Mastercard, no papel de Instituidor de Arranjo de Pagamentos, protocolou um modelo de arranjo de transferência buscando a aprovação do regulador para o projeto de pagamentos via Whatsapp no país.

A empresa está trazendo para esse novo arranjo as regras existentes da Mastercard para o benefício de todas as partes, além de tecnologias de Mastercard Send, plataforma global interoperável que permite o envio rápido e seguro de fundos, e Mastercard Digital Enablement Service (MDES), solução de tokenização da Mastercard que protege as informações do cartão do consumidor e permite transações seguras e criptografadas.


“Acreditamos que essa é a maneira mais direta e eficaz de avançar com o projeto e estamos confiantes que o modelo protocolado oferece os mais altos padrões globais de segurança, interoperabilidade e não discriminação entre os participantes do arranjo pagamento, endereçando as preocupações do regulador”, disse a empresa.

A Mastercard anunciou também que está iniciando os preparativos técnicos para implementar no Brasil e no México o checkout online “Click to Pay“, com base no padrão EMV Secure Remote Commerce.

Comente!