Google Maps ajuda os usuários durante a quarentena

O Google Maps disponibiliza o My Maps para quem quer ajudar outras pessoas a obter informações de localidades e o horários de pico.

Desta forma, a empresa espera tornar seu serviço de mapas relevante para que os usuários saibam qual o horário em que determinados estabelecimentos estarão cheios ou vazios.


“Lançada em 2007, a ferramenta My Maps ajuda as pessoas a criar seu próprio Google Maps personalizado. Com uma interface simples de arrastar e soltar, você pode adicionar marcadores, desenhar linhas e incorporar texto, fotos e vídeos. Você também pode compartilhar seu mapa via URL público, incorporá-lo em sites ou publicá-lo para que outras pessoas o vejam”, explicou o buscador.

Nos últimos quatro meses, segundo a empresa, houve um aumento de quase um bilhão de criações, edições e visualizações do My Maps em comparação com o mesmo período do ano passado, passando de 2 bilhões para quase 3 bilhões.

Com o My Maps, as comunidades podem compartilhar informações locais úteis em situações que mudam rapidamente – desde os locais de testes COVID-19 e bancos de alimentos até onde os socorristas podem acessar as instalações de assistência à infância.

My Maps

As pessoas podem importar seus próprios dados em um mapa personalizado, semelhante à maneira como o Departamento de Moradores de Rua e Moradias de Apoio de San Francisco mapeou as estações de lavagem e higiene do centro da cidade para apoiar a higiene das mãos e reduzir a propagação do COVID-19.

Ou como o jornal Briarcliff Daily Voice, que criou um My Map mostrando a propagação de casos de coronavírus na área metropolitana de Nova York, usando dados de três agências estaduais de saúde e do departamento de saúde da cidade.

“Horários de pico”

A função “Horários de pico” no Google Maps mostra o nível de visitas no estabelecimento que você deseja visitar por meio de informações anônimas e agregadas.

Ao procurar, por exemplo, por um mercado ou uma farmácia, as pessoas podem ver quais são os dias e horários mais movimentados para decidir a melhor hora para visitar.

Além disso, o “Horários de pico” também mostra informações em tempo real e as compara com o histórico para mostrar quando um local tem mais público que o normal e oferece uma estimativa do tempo de espera naquele momento.

Dessa forma, você pode fazer uma visita mais inteligente e evitar multidões.

Comente!