Data Centers do Google agora trabalham mais quando o sol brilha e o vento sopra

O Google anunciou que seus data centers estão mais ecológicos e eficientes ao prever mudanças climáticas, para melhor aproveitamento em relação ao uso de eletricidade sustentável.

“Nosso mais recente avanço em sustentabilidade, desenvolvido por uma pequena equipe de engenheiros, é uma nova plataforma de computação inteligente em carbono”, diz a empresa.


“Projetamos e implantamos esse sistema inédito para nossos datacenters em escala hiperespecífica (ou seja, muito grandes) para mudar o tempo de muitas tarefas de computação para quando as fontes de energia de baixo carbono, como eólica e solar, são abundantes”.

Segundo a empresa, os ajustes são feito sem hardware de computador adicional e sem afetar o desempenho dos serviços.

A ideia é alinhar as tarefas de computação aos horários de fornecimento de eletricidade com baixo carbono e previsões de clima fornecidos por parceiros.

“Os resultados do nosso piloto sugerem que, ao mudar os trabalhos de computação, como manhã e noite, quando a energia eólica é mais abundante, podemos aumentar a quantidade de energia de baixo carbono que consumimos”.

“Esperamos que nossas descobertas inspirem outras organizações a implantar suas próprias versões de uma plataforma inteligente em carbono e, juntas, possamos continuar incentivando o crescimento da eletricidade sem carbono em todo o mundo”.

Comente!