A guerra do YouTube contra os vídeos de conspiração

Embora sua intenção não seja bloquear qualquer tipo de conteúdo, o YouTube tem reduzido drasticamente o número de recomendações de vídeos conspiracionais.

Em janeiro de 2019, o YouTube anunciou que trabalharia para desestimular o conteúdo conspiratório em sua plataforma, reduzindo a frequência com que esses vídeos seriam recomendados aos usuários.


Embora os vídeos de conspiração não sejam totalmente proibidos na plataforma, é provável que uma redução no número de recomendações tenha um efeito negativo nos canais que os produzem.

Recentemente, o YouTube anunciou que o número de recomendações de vídeos de conspiração caiu 70% nos primeiros cinco meses desde o anúncio e as recomendações de vídeos de conspiração agora são 40% menos comuns do que eram antes da mudança ser anunciada.

Os pesquisadores independentes também descobriram que, embora a mudança tenha tido apenas um impacto menor em alguns tópicos, outros, como as teorias da conspiração do 11 de setembro, foram praticamente varridas do sistema de recomendações.

Comente!