Google proíbe funcionários de instalar o Zoom

O Google enviou um comunicado interno aos seus colaboradores com o alerta de que vai desativar o Zoom de seus computadores corporativos.

A decisão bloqueia o uso da plataforma de vídeo-conferência e relembra uma antiga política de “não permitir que os funcionários usem aplicativos não aprovados em sua rede corporativa”.


O motivo para tal ação é que o aplicativo não atende aos “padrões de segurança do Google para aplicativos usados ​​por funcionários”, com a empresa citando diversas vulnerabilidades.

Além do Google, a empresa aeroespacial SpaceX, de Elon Musk, também desativou todo o acesso ao serviço do Zoom.

Em relação ao uso pessoal, o software é permitido, desde que seja por meio do navegador da Web e de aplicativos móveis.

Comente!