Google homenageia médico que descobriu os benefícios da lavagem das mãos

O Google está exibindo um doodle que faz uma homenagem ao húngaro Dr. Ignaz Semmelweis, a primeira pessoa a descobrir os benefícios médicos da lavagem das mãos.

“Nesse dia, em 1847, Semmelweis foi nomeado residente-chefe na clínica de maternidade do Hospital Geral de Viena, onde deduziu e demonstrou que exigir que os médicos desinfetassem as mãos reduzia enormemente a transmissão da doença”, diz o buscador.


Nascido em Buda (hoje Budapeste), Hungria, em 1º de julho de 1818, Ignaz Semmelweis obteve um doutorado na Universidade de Viena e um mestrado em obstetrícia. Quando ele começou seu mandato no Hospital Geral de Viena, em meados do século 19, uma infecção misteriosa e pouco conhecida, conhecida como “febre do filho”, estava levando a altas taxas de mortalidade em novas mães em maternidades em toda a Europa.

Semmelweis foi dedicado a encontrar a causa. Após uma investigação aprofundada, ele deduziu que os médicos estavam transmitindo material infeccioso de operações anteriores e autópsias a mães suscetíveis através de suas mãos. Ele imediatamente instituiu a exigência de que toda a equipe médica lave as mãos entre os exames dos pacientes e, como resultado, as taxas de infecção em sua divisão começaram a despencar.

Infelizmente, muitos colegas de Semmelweis inicialmente viram suas idéias com ceticismo. Décadas depois, suas recomendações higiênicas foram validadas pela ampla aceitação da “teoria germinativa das doenças”.

Hoje, Semmelweis é amplamente lembrado como “o pai do controle de infecções”, creditado por revolucionar não apenas a obstetrícia, mas o próprio campo médico, informando gerações além das suas que a lavagem das mãos é uma das maneiras mais eficazes de prevenir a propagação de doenças.

Comente!