Neon, a inteligência artificial humana da Samsung

A gigante da tecnologia revelou uma inteligência artificial potencialmente de “próximo nível” conhecida como NEON.

O Amazon Alexa, que fica em sua casa e aceita comandos de voz, permitindo tocar música, ativar luzes, ler manchetes de notícias e muitas outras funções, é um dos vários assistentes pessoais inteligentes que disputam o domínio ao lado do Google Home e do Apple HomePod.


Agora, porém, a Samsung anunciou o que poderia ser o primeiro assistente ‘humano artificial’ de voz pessoal da próxima geração. Chamado NEON, a nova inteligência artificial pode até servir como seu melhor amigo.

A Samsung enfatizou que é completamente separada do seu assistente Bixby existente.

Neon não é uma inteligência artificial, mas um humano artificial – uma reprodução por computador extremamente realista e animada de uma pessoa com movimento e emoções.

Desenvolvido pelos laboratórios de tecnologia e pesquisa avançada da Samsung e revelado na CES em Las Vegas na segunda-feira, o Neon foi descrito como “um ser virtual criado computacionalmente que se parece e se comporta como um ser humano real, com a capacidade de mostrar emoções e inteligência”.

“Neons não são assistentes de inteligência artificial”, disse Samsung. “Os Neons são mais como nós, um ser vivo independente, mas virtual”.

Ao contrário dos assistentes de IA, os Neons não sabem tudo, e eles não são uma interface para a Internet para solicitar atualizações climáticas ou tocar sua música favorita.

O que isso significa é que o Neon não substituirá diretamente algo como o Amazon Alexa, mas no futuro poderá atuar como porta-voz de assistentes pessoais e outros dispositivos similares.

Imagine uma inteligência artificial médica que se pareça com um médico humano real, por exemplo.

“Os Neons serão nossos amigos, colaboradores e companheiros, aprendendo continuamente, evoluindo e formando memórias de suas interações”, disse Pranav Mistry, CEO da Neon.

Espera-se que uma versão beta da tecnologia seja lançada ainda este ano.

Comente!