Brasileiros adoram usar o Android

0
92

Dez anos depois dos primeiros smartphones chegarem ao país, os três atributos principais relacionados ao Android pelos brasileiros são a facilidade de uso, a popularidade da marca e seu aspecto democrático ao oferecer modelos para todos os tipos de necessidade e orçamentos.

De acordo com a pesquisa, realizada on-line com 2.480 brasileiros, de todas as regiões, com mais de 18 anos, o Android foi o sistema operacional do primeiro smartphone de 85% dos entrevistados. Daqueles que acessaram a internet pela primeira vez via um smartphone, 71% o fizeram por meio de um telefone Android.


Para 77% dos respondentes, o Android é visto como o sistema operacional que está presente em uma maior gama de smartphones, com preços variados, que atendem mais necessidades da população. “Desde o seu lançamento, a missão do Android tem sido levar a computação móvel para todos, por meio de uma plataforma aberta e sem custos de licenciamento, que oferece aos fabricantes um sistema operacional gratuito e customizável”, afirmou Maia Mau, head de marketing de Android para a América Latina. 

A pesquisa também analisou a maneira como os brasileiros interagem com seus smartphones. Além do uso de serviços de mensagens, redes sociais e música, 83% das pessoas usam para fazer pesquisas na internet, 77% para realizar serviços bancários, 70% para ler notícias, 65% para usar aplicativos de mobilidade (Google Maps, Moovit e Waze), 51% para educação e 44% para acessar serviços públicos (como FGTS, INSS, carteira de trabalho e carteira de motorista digital).

Por outro lado, o estudo também mostrou que os brasileiros estão preocupados com o tempo dedicado aos seus telefones. Seis em cada dez donos de Android se preocupam com o bem-estar digital e cinco em cada dez já fizeram alguma ação para controlar o tempo gasto no telefone.

Na questão de custos, o ecossistema aberto do Android ajudou a reduzir o preço médio dos smartphones em 36%, entre 2012 e 2017, de acordo com a GSMA. “Isso possibilitou o aumento do acesso da população a uma tecnologia antes inatingível para muitos”, diz Maia. Ao escolher um novo smartphone, a capacidade de armazenamento é o recurso mais importante (52%), seguidos pela duração da bateria (47%) e velocidade (38%).

Comente!