Google Arts & Culture disponibiliza 5.000 obras de arte de Portinari

0
138

O Google Brasil anunciou a disponibilidade de mais de 5.000 obras de arte, além de 15.000 cartas e documentos do arquivo pessoal do artista, alocados em vinte exposições virtuais.

A coleção “Portinari: O Pintor do Povo” é a primeira retrospectiva dedicada a um artista brasileiro no Google Arts & Culture.


“É resultado de uma grande colaboração entre museus e Instituições culturais liderada pelo Projeto Portinari, instituição fundada pelo filho de Portinari, João Candido Portinari, e a plataforma do Google que uniu seus esforços para disponibilizar todas as obras do pintor on-line, incluindo documentos e fotografias, cartas históricas, uma visita em realidade virtual de 360° à casa do artista e vários detalhes de suas pinturas e esboços”, diz a empresa.

As vinte exposições virtuais destacam as principais fases da trajetória do artista e os grandes temas sociais levantados por ele em sua obra.

A coleção virtual conta ainda com 10 imagens capturadas em altíssima resolução (gigapixel) pela Art Camera, entre elas “Mestiço” (1934), “Lavrador de Café” (1934) e “Café” (1935).

Também estão disponíveis no acervo virtual as imagens das obras “Guerra” e “Paz”, ambas em exibição no prédio das Nações Unidas, em Nova York.  

Street View

Os usuários ainda podem navegar por um Street View da casa do artista em Brodowski, em São Paulo, que mostra os espaços e exemplos da rotina que ele vivia no momento em que criou várias de suas famosas pinturas.

“Esse é também o local onde ele conduziu seus experimentos com pinturas murais, uma técnica na qual ele se aprofundou ao longo dos anos”, explicou o buscador.

Junto com as obras de arte, estão disponíveis cerca de 15.000 documentos históricos, incluindo cartas como o manifesto-carta para Rosalita, e fotografias que explicam a vida do artista e sua importância para todo o mundo.

Números da coleção “Portinari: O Pintor do Povo

  • 1 tour de Street View (360 graus): a casa de Portinari em Brodowski, São Paulo.
  • Mais de 20 exposições virtuais, com curadoria de pesquisadores sobre o artista.
  • 10 quadros e painéis capturados pela Art Camera (Gigapixel).
  • 5.000 obras de arte digitalizadas que mostram toda a produção do artista.
  • 15.000 documentos históricos, cartas e fotografias que retratam a vida do artista e a sua importância para o cenário mundial de arte.
  • 6 instituições culturais, entre elas Pinacoteca de São Paulo, Museu Nacional de Belas Artes, Fundação Ema Klabin, MASP, e Museus Castro Maya, além da instituição comandada pelo filho do artista, Projeto Portinari.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorGoogle leva realidade aumentada para os resultados de pesquisa
Próximo artigoGoogle Station chega ao Brasil
é bacharel em administração de empresas e fundador da FragaNet Networks - empresa especializada em comunicação digital e mídias sociais. Em seu portfólio estão projetos como: Google Discovery, TechCult, AutoBlog e Arquivo UFO. Também foi colunista de tecnologia no TechTudo, da Globo.com.

Comente!