Você sabe qual a origem do Kubernetes do Google Cloud?

0
172

Kubernetes, o sistema de código aberto para o gerenciamento de contêineres (ou workloads) do Google Cloud, foi lançado em 2014 para lidar com o crescimento da demanda por contêineres na tecnologia em nuvem.

Cinco anos após o seu lançamento, hoje a tecnologia do Kubernetes é padrão da indústria. No Brasil, o Kubernetes é usado para o desenvolvimento de diversas empresas, tais como Hotel Urbano e Magazine Luiza.


História do Kubernetes

Criado em 2003, o Borg, uma tecnologia interna do Google, foi antecessor do Kubernetes e serviu como base para o seu desenvolvimento.

Sua principal função era a de superar o desafio de fornecer e gerenciar serviços e aplicativos com abrangência de centenas de milhões de  contêineres de forma rápida e disponibilizá-los para o uso em ambientes de produção.

Em novembro de 2014, o Google lançou o ambiente gerenciado de implantação de aplicativos em contêineres, que os tornava prontos para produção.

A solução teve o seu papel na finalização do ciclo de inovação em tecnologia de contêineres e é, atualmente, o padrão da indústria por conta de seus benefícios na produção de diversas grandes empresas.

Após a sua implementação interna e os resultados positivos, o Google anunciou, ainda em 2014, que todos os seus serviços, tais como Busca, Gmail, Google Docs, YouTube etc, são executados na tecnologia de contêineres.

A empresa gera, ainda, mais de 4 bilhões de implantações de contêineres por semana por meio do Borg, utilizado apenas internamente.

Além de fazer referência a um navio cargueiro, que utiliza contêineres no armazenamento de mercadorias, o logo do Kubernetes faz menção ao seu próprio nome quando ele ainda era um projeto em desenvolvimento.

“Project Seven of Nine” (ou Projeto Sete de Nove, em português) está representado nas sete guias presentes no desenho. Além disso, Kubernetes vem do termo grego “Kuvernetes”, que significa “timoneiro”, a pessoa responsável por conduzir o navio.

Star Trek

“Project Seven of Nine” faz uma homenagem a personagem “Sete de Nove” da série de ficção científica “Star Trek: Voyager”. Ainda, Borg – nome do projeto que serviu como base do Kubernetes – também faz parte do universo da série e lá é conhecido como uma espécie de organismos cibernéticos.

Comente!