Cabo submarino Curie do Google conecta Valparaíso à Califórnia

0
107

O Google anunciou a chegada do cabo submarino Curie que conecta o Chile, na região de Valparaíso, aos Estados Unidos, na Califórnia. Com isso, o Google continua a expansão da nuvem pública, sendo este o 13º cabo instalado no mundo financiado pela companhia.

A empresa de buscas passa a ser primeira empresa de tecnologia que, sem ser especializada em telecomunicações, investe no desenvolvimento de um cabo submarino internacional totalmente privado.


O Google decidiu instalar o Curie na América Latina para atender melhor seus usuários e clientes e, assim, continuar avançando em seu objetivo de longo prazo de atingir o próximo bilhão de usuários da internet.

O desenvolvimento do cabo Curie foi anunciado há pouco mais de um ano, como parte do compromisso do Google em construir uma nuvem pública segura, inteligente e de alto desempenho.

A empresa investiu US$ 47 bilhões no mundo, entre 2016 a 2018, incluindo data centers e cabos submarinos, para conectar a todos e prestar serviços a pessoas que usam os serviços do Google e empresas que possam se beneficiar de utilizar Google Cloud.

“A rede do Google é uma parte essencial da nossa infraestrutura, o que nos permite processar grandes quantidades de informação em tempo real, para atender alguns dos serviços mais exigentes do mundo e satisfazer os mais altos níveis de disponibilidade e eficiência”, afirma Jayne Stowell, Negociadora Estratégica Sênior do Google Global Infrastructure Group.

Operações em Valparaíso

A partir da costa de Las Torpederas, o navio de cabo “SubCom Durable”, instalou o cabo diretamente na praia, onde uma equipe de apoio da SubCom foi responsável por receber, emendar a infraestrutura terrestre, realizar teste e enterramento do cabo.

Essas tarefas envolveram uma equipe de especialistas formada por mergulhadores e engenheiros, expostos em barcos, jet skis e maquinário de construção.

As operações na praia de Las Torpederas mostraram que o cabo estava sendo transportado lentamente do navio, com a ajuda de boias e mergulhadores, cruzando a área do quebra-mar em direção à costa, onde finalmente foi interligado a outro extremo, uma parte da complexa rede que conecta a nuvem do Google em todo o mundo.

“O trabalho em equipe permanente entre o Google e a SubCom possibilitou mitigar os potenciais riscos de cronograma do projeto que, por sua vez, permitiu a conclusão antecipada da chegada do cabo Curie em Valparaíso. Esperamos continuar essa colaboração em projetos futuros”, relata Chris Carobene, vice-presidente de serviços marítimos e Redes de construção.

Embora a América Latina tenha uma alta penetração da Internet, o Google optou por instalar o cabo Curie na região para continuar fortalecendo a conexão de dados internacionais existentes e dar mais estrutura para serviços como o Google Cloud.

Comente!