Google+ começa a ser desativado em fevereiro

0
515

O Google quer encerrar o Google+ o quanto antes. Planejado inicialmente para sair do ar em Outubro, o buscador adiantou o fim de sua rede social para Abril após um vazamento de dados que afetou cerca de 500.000 perfis.

“Em dezembro de 2018, anunciamos nossa decisão de encerrar o Google+ para os consumidores em abril de 2019 devido ao baixo uso e aos desafios envolvidos na manutenção de um produto de sucesso que atende às expectativas dos consumidores” diz a empresa. 


“Gostaríamos de agradecer por você fazer parte do Google+ e fornecer as próximas etapas, incluindo como fazer o download de suas fotos e outros conteúdos”.

Hoje, em sua Central de Ajuda, a gigante de Mountain View deu mais detalhes de como será o processo de desativação:

Em 4 de fevereiro, não será mais possível criar novos perfis, páginas, comunidades ou eventos do Google+. 

Proprietário ou moderadores de comunidade do Google+ podem fazer o download e salvar os dados para sua Comunidade do Google+. A partir do início de março de 2019, dados adicionais estarão disponíveis para download, incluindo autor, texto e fotos de cada publicação da comunidade em uma comunidade pública.

Botões de login do Google+ em sites e aplicativos deixarão de funcionar nas próximas semanas. Em alguns casos, poderão ser substituídos por um botão de login do Google. 

Recurso que permitia comentar usando o perfil do Google+ no Blogger será removido no dia 4 de fevereiro. Em sites externos até 7 de março. Todos os comentários feito pelo Google+ em sites serão excluídos a partir de 2 de abril de 2019.

Clientes do G Suite continuarão com o Google+ ativo. Um novo visual e novos recursos serão lançados em breve.

No dia 2 de abril, a conta do Google+ e todas as páginas do Google+ serão desativadas. Fotos e vídeos do Google+ publicados em páginas do Google+ também serão excluídos.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorGoogle lança programa de estágio para estudantes negros
Próximo artigoGmail ganha nova interface para smartphones
é pós-graduado em Gestão da Comunicação em Mídias Digitais pela ESPM. Fundador da FragaNet Networks, empresa especializada em comunicação digital , cujo o portfólio estão projetos como: Google Discovery, Arquivo UFO e Muito Curioso. Foi colunista de tecnologia no TechTudo, da Globo.com.

Comente!