Google Play Musica revela os 20 artistas para ficar de olho em 2018

0
288

O serviço de músicas do Google, o Google Play Música, divulgou hoje uma lista de artistas nacionais e internacionais para ficar de olho em 2018.

“A lista, criada por experts do serviço de música do Google, combina diversas informações como volume de streaming na plataforma, visualizações no YouTube, tendências de buscas no Google e discussões nas redes sociais para listar os próximos sucessos brasileiros e internacionais”, publicou a empresa.


Será que o Google vai conseguir prever o sucesso de algum dos cantores abaixo?

Próximos sucessos nacionais:

Ana Gabriela – Pop/MPB

Ana Gabriela criou de maneira despretensiosa um canal no YouTube para publicar releituras de suas canções preferidas em seu quarto – e fez sucesso com eles. Gravada com uma câmera de celular, sua versão de “Pra você dar o nome”, de Tó Brandileone (líder do grupo 5 à Seco), alcançou 1.5 milhões de visualizações em menos de 24 horas, suficiente para abrir portas para a primeira turnê nacional, com mais de 40 shows esgotados pelo país. O seu canal do YouTube já conta com mais 1.1 milhão de inscritos.

Atitude 67 – Pagode

O grupo de pagode tem entre seus entusiastas nomes de peso como Neymar, Mariana Rios, Fernanda Souza e Thiaguinho – o último, aliás, está na lista de empresários do grupo. Os lançamentos de 2017 caíram na graça do público, em especial a faixa “Cerveja de garrafa”.

Class A – Rap

Um dos nomes do atual rap/pop nacional com uma pitada de funk, Class A tem chamado atenção na cena nacional. O grupo tem números impressionantes em seus vídeos do YouTube e músicas que se destacam no Google Play Música.

Cynthia Luz – Rap

O rap tem ganhado espaço e há talentosíssimas mulheres no gênero, como Cynthia Luz que ganhou destaque com seus featurings de nomes como Costa Gold e Froid e as visualizações de seus clipes no YouTube mostram que rapper caiu no gosto do público.

DUX – Dance/Eletrônica

O DJ mineiro, 22 anos, assinou com a Sony Music pra levar sua house music pro mundo. Já lançou três singles, com participações da britânica Rae, do líder do NX Zero, Di Ferrero, e da cantora Bárbara Dias.

GAAB – Funk

Gabriel, 19 anos, filho do ex-vocalista do grupo Os Travessos, Rodriguinho, adotou o nome artístico Gaab. Ele encontrou seu espaço no funk, fugindo dos clichês do gênero por deixar o batidão de lado e mergulhar no R&B americano, explorando com força o romantismo herdado do pai. Em setembro de 2017 lançou pelo selo GR6 seu segundo disco, “Melhor Viagem”, que rendeu três músicas de sucesso – juntas, elas somam mais de 60 milhões de visualizações no YouTube.

Isadora Pompeo – Gospel

Com violão a tiracolo e visual folk, Isadora Pompeo é um dos maiores nomes da nova geração de cantoras cristãs. Apoiada pelo selo Musile Records, ela teve crescimento de destaque no digital e garante engajamento pelos fãs de pop rock internacional.

Jão – Pop

Após fazer sucesso com covers no Youtube, em especial “Medo Bobo”, Jão lançou seus próprios singles em 2017 – e mostrou que tem muito mais a oferecer do que apenas releituras. Fazendo músicas pop com uma pegada dançante, ele não deixa de lado a potência vocal que fez sucesso na internet (e já lhe rendeu contrato com a Universal).

Lauana Prado – Sertanejo

Lauana Prado não é uma novata da música, mas recentemente tem ganhado destaque nacional e deve se beneficiar da onda do feminejo, o sertanejo cantado (e escrito) por mulheres que aparece constantemente nos top charts.

Luedji Luna – MPB

Anote esse nome como uma das novas apostas da MPB: Luedji Luna. Ela cita Milton Nascimento entre suas inspirações e mistura referências do jazz a elementos africanos nas suas músicas. Sua voz doce e poderosa, munida de uma interpretação intensa, tem bom terreno nacional para desbravar. Lançou no segundo semestre seu álbum de estreia, “Um Corpo no Mundo”.

Luiza e Maurílio – Sertanejo

A dupla formada em Imperatriz do Maranhão lançou seu primeiro disco no início de 2017, chamando atenção pela voz da vocalista. O álbum rendeu duas músicas de trabalho, “Tô Bem” e “Pra Que Isso?” (6 e 10 milhões de views no YouTube, respectivamente), e em novembro estreou novo single, “Deixa a Menina”, com participação de Maiara e Maraísa, que está crescendo nas rádios e no digital.

Mar Aberto – Pop

A química do duo Mar Aberto, cujo repertório é repleto de pop romântico, é inegável. A carioca e o paulistano sempre fizeram aula de canto na mesma escola, mas só 10 anos depois foram apresentados um ao outro. Suas composições se inspiram em nomes como Vanguart, Rodrigo Amarante, Céu e Angus and Julia Stone.

Melim – Pop

Formado pelos irmãos Gabi, Diogo e Rodrigo Melim, o trio de Niterói (RJ) foi um dos finalistas do programa Superstar em 2016 com recorde de aprovação do público. Também compositores, é deles a música “Zero a Dez”, hit na voz de Ivete e Luan Santana. A surf music feita pelo grupo, numa mistura bem resolvida de pop, reggae e soul, mobiliza um exército de fãs no digital, tanto no streaming quanto no canal no YouTube, onde possuem 350 mil seguidores e mais de 45 milhões de views. Em dezembro do ano passado, a banda lançou um EP com três faixas e um clipe que está já rumo às paradas.

Sarah Beatriz – Gospel

A cantora de 19 anos começou postando covers no YouTube gravados até na cozinha e caiu nas graças do público gospel: seus vídeos têm milhões de views e ela possui quase 300 mil seguidores. Neste ano lançou seu disco de estreia pela Graça Music e emplacou dois sucessos, “Basta Acreditar” e “O Maior Vilão Sou Eu”, single em plena ascensão.

UM44K – Pop/Rap

Com um estilo pop misturado a uma pegada de rap e R&B, os artistas, que têm menos de dois anos de carreira, tiveram uma rápida escalada na cena. Algumas músicas já aparecem na lista de mais tocadas nacionais do Google Play Música e tudo indica um grande potencial de crescimento.

5 INTERNACIONAIS:

Greta Van Fleet – Rock

Com inspiração no Led Zeppelin, Greta Van Fleet faz um som de qualidade e pode representar um revival global do rock. Seu EP de estreia, “Black Smoke Rising”, chegou no topo das paradas menos de um mês após o lançamento. Mas isso é só o começo, já que vem álbum e turnê por aí.

LANY – Pop/Alternativo

O trio tem chamado atenção com seu alternativo dançante e boa performance nos charts de diversos países. O sucesso deve se repetir no Brasil; as faixas “Super Far” e “ILYSB”, que fazem parte do álbum de estreia dos norte-americanos, lançado este ano, tiveram um desempenho positivo. O fato de um dos integrantes ser o namorado da atual queridinha do pop Dua Lipa deve ajudar.

Petit Biscuit – Dance/Eletrônica

O jovem DJ francês chamou a atenção e ganhou elogios com seu álbum de estreia, “Presence”, lançado no final de 2017 (antes mesmo do produtor completar 18 anos de idade). Os fãs do gênero devem ter ouvido alguma música dele em playlists, mesmo sem saber. Brincando com cortes de vocais e adicionando violões e percussões nas canções, não dá para negar que Petit Biscuit é talentoso.

PRETTYMUCH – Pop

PRETTYMUCH é a nova boyband aposta apresentador e produtor Simon Cowell (One Direction, Little Mix, Fifth Harmony). Composta por cinco integrantes e natural de Los Angeles, seu primeiro single, “Would You Mind”, já ultrapassou 10 milhões de streams em plataformas digitais. Em agosto de 2017 se apresentaram no Teen Choice Awards.

Sigrid – Pop

Contratada pela Island Records, a norueguesa de 21 anos fez muito barulho com seu single de estreia, “Don’t Kill My Vibe”, que impulsionou sua presença no digital e trouxe um EP na sequência. Ela promete repetir o feito com sua nova música “Strangers”, e prepara seu primeiro álbum completo.

Comente!