AI da Google pode prever se os humanos vão gostar de uma imagem ou não

Os pesquisadores de inteligente artificial do Google apresentaram novo método que ensina os computadores a entender por que algumas imagens são mais esteticamente agradáveis ​​do que outras.

Desta forma, a AI agora poderia avaliar a qualidade da imagem, independentemente de objetos presentes como pets, e determinar se os humanos irão gostar do material final.


“Nossa abordagem difere de outras, na medida em que prevemos a distribuição de avaliações de opinião humana usando uma rede neural convolutiva”, publicou os cientistas do Google.

“Nossa rede resultante pode ser usada para não apenas marcar imagens de forma confiável e com alta correlação com a percepção humana, mas também para auxiliar na adaptação e otimização de algoritmos de edição / aprimoramento de fotos em uma pipeline fotográfica”, dizem.

O processo, conhecido como “avaliação de imagem neural”* (NIMA), utiliza aprendizagem profunda para treinar a “rede neural convolutiva”* (CNN) para prever classificações de imagens. *Tradução aberta

A tecnologia, então, poderia ser embarcada em celulares para que a AI escolha o melhor registro entre fotos sequenciais ou, até mesmo, ajudar o usuário a capturar melhor a foto.

Comente!