Andy Rubin deixou o Google após “relação inapropriada”

Segundo o site The Information, Andy Rubin, conhecido por ser o criador do Android, se afastou do Google após uma investigação interna que apontava uma “relação inapropriada”.

“Google teria iniciado uma investigação interna depois após a mulher [nome não divulgado] apresentou uma queixa nos recursos humanos em algum momento em 2014”, diz a publicação.


Um representante do executivo negou a história e afirmou que Rubin nunca foi notificado sobre qualquer atuação inapropriada dentro do buscador.

Mike Sitrick, porta-voz de Rubin, disse que “qualquer relação que Rubin teve no Google era consensual” e que “Rubin nunca foi informado pelo Google que ele teve qualquer má conduta”.

Executivo se afasta da Essential

Com o surgimento da história na mídia americana, Rubin decidiu por deixar temporariamente a Essential. O executivo não informou o motivo da decisão ou tempo da licença.

Comente!