AV-TEST classifica Google Play Protect como não confiável

5
294

AV-TEST, uma organização que avalia a taxa de detecção de softwares antivírus para os sistemas operacionais Microsoft Windows e Android, classificou o Google Play Protect como não confiável.

Segundo a pesquisa, que incluiu o Google Play Protect pela primeira vez, o serviço de anti-malware da gigante de Mountain View teria uma taxa de detecção de apenas 65.8%.


Isto significa que, em média, o Play Protect têm um desempenho 25% de pior do que as soluções concorrentes quando se trata de detectar software malicioso, sendo o programa menos confiável entre as empresas do setor.

“Nós nos concentramos na detecção e usabilidade de malwares, incluindo desempenho e falsos positivos. Os produtos tiveram que demonstrar suas capacidades usando todos os componentes e camadas de proteção”, diz a AV-TEST sobre os testes.

O Google, por sua vez, não fez comentários sobre o estudo.

5 COMENTÁRIOS

      • Não é tão estranho assim. Os testes são feitos com uma seleção limitada de malwares (provavelmente os mais comuns), então é natural que um anti-vírus possa conseguir detectar todos. Isso não quer dizer que ele vai conseguir detectar todos os vírus do mundo, porém. Principalmente com vírus novos surgindo todos os dias.

  1. Acho que a questão aqui eh entre não ter nada pra proteger o sistema e ter alguma coisa. Mesmo a solução do Google tendo um baixo rate de detecção, ainda eh alguma coisa melhor que zero.

Comente!