Google demite Googler que fez manifesto contra políticas de diversidade

De acordo com informações da Reuters, o Google decidiu demitir o engenheiro de software James Damore após escrever um manifesto contra as diversidade de gênero dentro da empresa, apoiada numa ideologia de esquerda.

“James Damore, o engenheiro que escreveu o memorando, confirmou sua demissão, dizendo em um email enviado à Reuters na segunda-feira que foi demitido por ‘perpetuar estereótipos de gênero'”, diz a agência de notícias internacional.


Em uma nota enviada aos funcionários, o CEO do Google, Sundar Pichai, disse que o manifesto “viola nosso código de conduta ao promoverem estereótipos de gênero nocivos em nosso ambiente de trabalho”.

“Nosso trabalho é criar excelentes produtos para usuários que façam a diferença em suas vidas. Sugerir que um grupo de nossos colegas tenham traços que os tornem menos adequados biologicamente a esse trabalho é ofensivo”, disse Pichai.

Assim que a notícia da demissão ganhou as manchetes na mídia americana, Julian Assange, ciberativista e fundador da WikiLeaks, teria oferecido emprego ao ex-funcionário do Google.

Comente!