Verily, empresa de ciências controlada pela Alphabet, anunciou planos para liberar cerca de 20 milhões de mosquitos infectados por bactérias – criados em laboratório – na cidade de Fresno, Califórnia.

Chamado de Projeto Debug, a empresa espera que os mosquitos modificados combatam os mosquitos Aedes aegypti, principal transmissor do vírus da Zika, e assim reduzir o potencial de novas infecções naquela região.


Os mosquitos masculinos da Verily foram infectados com a bactéria Wolbachia, que é inofensiva para os seres humanos, mas quando eles se acasalam e infectam suas contrapartes femininas, tornam seus ovos incapazes de produzir descendentes.

Os mosquitos machos não mordem, então os moradores de Fresno e arredores não terão que se preocupar com a possibilidade do aumento dos mosquitos.

Verily vai liberar 1 milhão de mosquitos por semana durante um período de 20 semanas em dois bairros de Fresno.