Google usa inteligência artificial para sinalizar vídeos ofensivos

De acordo com a Bloomberg, o Google têm utilizado sua tecnolofia de aprendizado de máquinas para sinalizar cinco vezes mais conteúdo censurável do que o habitual nas últimas duas semanas.

Desde que um boicote entre as marcas ganhou projeção em seus serviços, principalmente no YouTube, o Google alocou mais de suas ferramentas de inteligência artificial para trabalhar na enorme biblioteca de vídeos do YouTube.


Para Philipp Schindler, diretor de negócios do Google, olhos humanos contribuíram para muitas das sinalizações da plataforma, mas que eles não podiam fazer tudo.

“O problema não pode ser resolvido por seres humanos e não deve ser resolvido por seres humanos”, disse o Googler. “Mudamos para uma nova geração de nossos mais recentes e melhores modelos de aprendizado de máquina”.

Além das sinalizações automáticas, o YouTube planeja desativar anúncios de “conteúdos perigosos e depreciativos”, incluindo aqueles que promovem estereótipos negativos sobre grupos ou negam “eventos históricos sensíveis” como o Holocausto.

 

Comente!