IA do Google é capaz de diagnosticar câncer de mama melhor que um patologista

De acordo com um recente estudo divulgado pelo Google, seus computadores agora são capazes de diagnosticar câncer de mama com 89% de precisão, em comparação com 73% dos médicos.

Para chegar a tal resultado, o Google tem usado sua tecnologia de inteligência artificial e aprendizado de máquina para analisar milhares de lâminas de células cancerosas fornecidas por uma universidade holandesa.


“A Aprendizagem profunda é onde os computadores são ensinados a reconhecer padrões em conjuntos de dados enormes. É muito útil para tarefas visuais, como olhar para uma biópsia de câncer de mama”, publicou a CNN.

O Google espera que sua tecnologia ajude os patologistas a tratar melhor os pacientes. A empresa esclarece que a tecnologia não tem sido projetada para substituir os médicos humanos.

O buscador diz que as máquinas podem sinalizar coisas que um humano pode não notar. Mas às vezes vai falsamente identificar algo como câncer e por isso é necessário uma intervenção do médico no processo.

“Imagine combinar esses dois tipos de super poderes”, disse Lily Peng, gerente de projeto do Google. “O algoritmo ajuda a localizar esses tumores e o médico pode esclarecer ao paciente: ‘Isso não é câncer'”.

A tecnologia do Google ainda não está pronta para ser utilizada, mas vem sendo preparada para ajudar em partes do mundo onde há uma escassez de médicos, ex: Índia e China.

Comente!