Google e Microsoft planejam remover sites de pirataria

0
627

De acordo com o The Guardian, as empresas Google e Microsoft assinaram um acordo no Reino Unido que visa ocultar os sites com conteúdo ilegal de seus mecanismos de pesquisa.

“Os motores de busca do Google e Bing assinaram um código de prática voluntário destinado a impedir que os usuários acessem fornecedores de conteúdo de má reputação”, publicou a revista digital.


Entre os conteúdos a serem bloqueados estarão os sites que transmitem ilegalmente os jogos de futebol, além de materiais pirateados como filmes e músicas.

O acordo anti-pirataria, o primeiro a ser feito no Reino Unido, irá remover os sites dos serviços de pesquisa após alerta por parte dos detentores de direitos autorais.

“Às vezes, as pessoas procuram algo e acabam involuntariamente levadas ao conteúdo pirateado”, disse o diretor-geral da Aliança de Propriedade Intelectual Eddy Leviten. “Queremos garantir é que os resultados no topo dos motores de busca sejam genuínos.”

As primeiras remoções estão programadas para acontecer no verão britânico.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorTemas customizados chegam ao Telegram para Android
Próximo artigoTeaser do LG G6 confirma resistência à água
é pós-graduado em Gestão da Comunicação em Mídias Digitais pela ESPM. Fundador da FragaNet Networks, empresa especializada em comunicação digital , cujo o portfólio estão projetos como: Google Discovery, Arquivo UFO e Muito Curioso. Foi colunista de tecnologia no TechTudo, da Globo.com.

Comente!