Disney e YouTube Red cancelam acordos com PewDiePie

2
10002

PewDiePie, o maior canal do YouTube com mais de 53 milhões de inscritos – recebeu hoje um alerta do YouTube de que a segunda temporada de seu reality show será cancelada e seu canal removido do serviço premium YouTube Red.

“Decidimos cancelar o lançamento da segunda temporada de ‘Scare PewDiePie’ e estamos removendo o canal PewDiePie do Google Preferred”, disse um porta-voz do Google.


Segundo informações do jornal norte-americano Wall Street Journal, Felix Kjellberg (nome real do YouTuber) havia postado nove vídeos contendo clipes anti-semitas e imagens nazistas.

A publicação afirma que Kjellberg teria pago a um grupo de homens de Sri Lanka para segurar uma placa “Morte a todos os judeus”, enquanto outro vídeo mostrava uma figura vestida de Jesus defendendo Hitler.

A Disney, que também patrocinava o YouTuber, também anunciou que irá cortar laços com o canal PewDiePie:

“Embora Felix seja provocativo e irreverente, ele claramente foi longe demais neste caso e os vídeos resultantes são inadequados”, disse um porta-voz da Disney.

A questão levanta um problema recorrente do YouTube: muitos YouTubers acreditam que seus públicos, formado principalmente por crianças e jovens, teriam a capacidade para entender suas sátiras e, inadvertidamente, acabam passando os limites do bom senso.

  • Gabriel Born

    o famoso eu eu eu

  • Tiago Celestino

    Pela quantidade de pessoas que fazem bobagens para ficar perto dos youtubers, fica claro que muitos não sabem entender o que é uma sátira.