Pesquisa por sintomas no Google ganham resultados verificados por médicos

O Google anunciou que ao pesquisar por algum sintoma seu mecanismo de pesquisa, um painel informativo de sintomas e condições relacionadas, tratamentos, entre outros, será apresentado no resultado; todos revisados por médicos.

O anúncio de hoje, expande a iniciativa existente entre Google e o Hospital Israelita Albert Einstein e passa a oferecer aos brasileiros informações relevantes e confiáveis verificadas por médicos nas buscas realizadas por sintomas.


“Depois da busca por doenças, era natural que passássemos a oferecer às pessoas esse mesmo resultado quando elas procurassem por sintomas, que é muito mais comum,” explica Berthier Ribeiro-Neto, diretor do Centro de Engenharia na América Latina, em Belo Horizonte.

O Brasil é o primeiro país a ter a solução totalmente adaptada e localizada para o português, depois do lançamento nos Estados Unidos, em junho de 2016, e estão disponíveis para pesquisas feitas no Android, iOS e desktops.

O buscador divulgou ainda algumas informações curiosas sobre as pesquisas feitas em sua plataforma:

  • Uma em cada 20 pesquisas no Google são relacionadas à saúde (dados globais)
  • Cerca de 1% das buscas no Google são relacionadas a sintomas (dados globais)
  • Hoje, há mais de 400 condições disponíveis nos painéis de informações (dados do Brasil)
  • O Einstein validou mais de mil consultas para o lançamento da busca por sintomas no Brasil (dados do Brasil)
  • Alguns dos sintomas mais buscados (dados do Brasil. Não é um ranking):
    • Garganta inflamada
    • Dor de cabeça
    • Faringite
    • Dor nas costas
    • Dor no peito
    • Hipotermia
    • Taquicardia
    • Dor no estômago
    • Dor na nuca
    • Tontura
  • 15% das buscas que vemos todos os dias são novas (dados globais de outubro de 2016)
  • O tráfego das buscas nos dispositivos móveis ultrapassou o desktop (dados globais de outubro de 2015)
  • Hoje, mais de 100 engenheiros do Google trabalham no escritório de Belo Horizonte.

Comente!