Google vai punir sites que espalham malware com frequência

Alertas de segurança do Google tem ativamente protegido os usuários ao acessar em páginas infectadas da internet que possam contaminá-los com software malicioso.

Entretanto, muitos sites descobriram como contornar as políticas do Google. Em vez da remoção do total do malware, estes realizam ajustes temporários para que Google faça uma nova verificação. Em seguida, assim que os avisos são removidos, voltam a prejudicar os usuários.


Para acabar de vez com esta ação, o Google pretende classificar os sites que mostrem esse comportamento como “reincidentes” e impedir que estas páginas solicitem a verificação por 30 dias.

A empresa esclareceu que a política não se aplica a esses sites hackeados, mas apenas aqueles que espalham malware e outros conteúdos prejudiciais intencionalmente.

Comente!