Vazamento de senhas do Yahoo teria ocorrido por falta de segurança

0
404

De acordo com uma extensa reportagem da CNBC, o Yahoo teria negligenciado a necessidade de fazer investimentos em segurança e evitar o vazamento de informações pessoais de 500 milhões de usuários.

Diferente do Google que levou a “questão a sério” após hackers chineses se infiltrarem em seus servidores, o Yahoo se preocupou mais com o embelezamento de seus produto do que em implementar novos recursos de segurança.

“O co-fundador do Google Sergey Brin considerou o ataque a sistemas de sua empresa como uma afronta pessoal e respondeu fazendo a segurança a prioridade corporativa”, menciona o artigo da televisão americana.

“O Google contratou centenas de engenheiros de segurança com seis dígitos de bônus, investiu centenas de milhões de dólares em infra-estrutura de segurança e adotou um novo lema interno, “Nunca mais”, para sinalizar que ele nunca mais iria permitir que qualquer pessoa – sejam espiões ou criminosos – invadam contas de clientes do Google”.

O Yahoo, no entanto, não teria reagido da mesma forma. Ex-funcionários e empresas de segurança afirmam que Marissa Mayer fez investimentos menos agressivos em segurança, mesmo com o crescente número de ataque de hackers.

Em resposta a reportagem, o Yahoo negou qualquer negligência:

“No Yahoo, temos uma compreensão profunda das ameaças que pesam sobre nossos usuários e nos esforçamos continuamente a ficar à frente destas ameaças para manter nossos usuários e plataformas seguros”, disse um porta-voz.